Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

Tudo sobre métodos contraceptivos não hormonais

Tudo sobre métodos contraceptivos não hormonais

A escolha pelos métodos contraceptivos não hormonais vem crescendo entre as mulheres que buscam outras alternativas de prevenir a gravidez. Como o nome já entrega, esses anticoncepcionais não possuem hormônios em sua composição e são uma boa opção para quem não se adapta ao uso da pílula. Eles podem ser naturais, ou de barreira e os efeitos colaterais são bem menores. Ficou interessada? Nós separamos tudo o que você precisa saber sobre eles.

 

 

Métodos contraceptivos não hormonais te fazem ter um maior conhecimento sobre seu corpo

 

Os métodos contraceptivos não hormonais (também chamados de naturais) não têm efeitos colaterais e sua eficácia vai depender muito da disciplina e de uma observação atenta ao seu corpo. Por isso, acabam sendo mais recomendáveis para as mulheres com ciclos regulares. Nele, é  preciso fazer um acompanhamento do início e do final do seu período fértil e prestar atenção aos sinais do seu organismo. Os métodos contraceptivos não hormonais mais conhecidos são:

 

Tabelinha - Funciona como um calendário, em que a mulher vai calculando os dias do período fértil e escolhe não ter relações sexuais para não correr o risco de ficar grávida. É muito utilizado, mas não é dos mais eficazes, pois depende muito da regularidade do ciclo menstrual. 

 

Coito interrompido - É quando o homem ejacula fora da vagina. Também é comum, mas bastante arriscado, pois a ejaculação pode acontecer antes da interrupção. Outro motivo para falha é que mesmo antes da liberação do esperma, o homem pode soltar secreções que contenham espermatozóides

 

Muco cervical - Outro método de análise, nele a mulher deve observar no aspecto da secreção do muco secretado pela vagina. Ele aparece cerca de 2 a 3 dias após a menstruação e atinge o seu pico na ovulação, quando fica mais grudento e transparente. No fim do período fértil, ele diminui a quantidade, ficando branco e opaco. 

 

Métodos de barreira bloqueiam a passagem do esperma 

 

Os métodos de barreira funcionam exatamente desta maneira, impedindo que o espermatozóide chegue até o óvulo. Eles podem ser internos, como o DIU e diafragma e, neste caso, devem ser indicados por um ginecologista, ou externos, como o preservativo. 

 

DIU de cobre - O DIU de cobre tem a validade de 10 anos e fica instalado dentro do útero da mulher impedindo a passagem de espermatozóide, evitando a fecundação. Ele tem que ser colocado por um especialista e é uma ótima escolha para quem não quer ficar refém da memória. Sua eficácia é muito alta e só é preciso prestar atenção no seu posicionamento. 

 

Diafragma - O diafragma é um dispositivo de látex inserido no fundo da vagina que cobre o colo do útero. O ideal é que seja colocado 30 minutos antes da relação e pode ficar até 10 horas. Sua eficácia vai depender da maneira em que é colocado ou como é retirado. 

 

Camisinha - A camisinha é o método de barreira mais prático e acessível. Além de evitar a gravidez, é a principal forma de prevenção contra DST’s. Por isso, seu uso é muito importante. Ela tem duas formas, a feminina e a masculina.

 

semprelivre_bottom1_dance_new

  • PRIMEIRA VEZ
    Medo de ir ao ginecologista? Não precisa! Saiba o que esperar de uma primeira consulta
    A primeira ida ao ginecologista gera um certo receio em muitas garotas, mas não há motiv..
  • PRIMEIRA VEZ
    1º dia de aula na faculdade: a blogueira Natalia Salvador contou como encarou o medo e deu dicas de como lidar com essa mudança
    Uma das maiores mudanças do início da nossa vida adulta é a entrada para a universidade..
  • PRIMEIRA VEZ
    5 coisas que ninguém te contou sobre sua primeira menstruação
    A primeira menstruação acontece de forma inesperada, já que, na maioria das vezes a gen..
  • PRIMEIRA VEZ
    Intercâmbio: blogueira Paola Piola conta sobre a 1ª vez que lidou com a independência em outro país
    Fazer intercâmbio é o sonho de muitas adolescentes, principalmente depois dos 18 anos, q..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • Saúde da mulher
    SOP: sintomas e tratamentos da síndrome que atinge as mulheres
    A Síndrome do Ovário Policístico é uma disfunção hormonal que leva ao crescimento de...
    SOP: sintomas e tratamentos da síndrome que atinge as mulheres
  • SE CUIDA!
    5 tipos de depilação feminina: prós e contras de cada método
    A depilação íntima faz parte da vida de muitas mulheres. Para isso, é possível encontrar...
    5 tipos de depilação feminina: prós e contras de cada método
  • SE CUIDA!
    Corrimento ou lubrificação feminina? Saiba diferenciar as secreções vaginais
    Muitas pessoas ficam em dúvida sobre qual a diferença entre corrimento e secreção vaginal...
    Corrimento ou lubrificação feminina? Saiba diferenciar as secreções vaginais
  • SE CUIDA!
    Tabelinha: por que o método é falho e outras opções de anticoncepcionais com mais eficácia
    A tabelinha é um método contraceptivo natural baseado na análise do ciclo menstrual....
    Tabelinha: por que o método é falho e outras opções de anticoncepcionais com mais eficácia
  • VER TODAS >