Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

Tratamento candidíase: qual a diferença entre pomada vaginal, creme e gel?

Tratamento candidíase: qual a diferença entre pomada vaginal, creme e gel?

O tratamento da candidíase é feito com medicações antifúngicas que podem ser creme, gel ou pomada vaginal e devem ser prescritas pelo médico. Apesar de parecer iguais, existem diferenças nesses tipos de medicações que podem interferir no tratamento. Quer saber a diferença entre os três? Confira a nossa matéria sobre os tratamentos para os casos de candidíase vaginal.

 

Tratamento da candidíase vaginal tem como base o uso de medicações fungicidas


Os medicamentos receitados para tratar a candidíase servem para aliviar os sintomas e eliminar os fungos a partir da sua ação antifúngica. Como a candidíase é uma infecção intravaginal, os medicamentos  vêm com um aplicador para ser introduzido na vagina e só depois o produto é disparado dentro do corpo. O ideal é usar o produto na hora de dormir. Assim, o remédio fica mais tempo em contato com a vagina e vai agindo durante todo o sono. O tempo de uso varia entre 7 a 14 dias, dependendo da avaliação médica. Durante os dias de tratamento, é importante evitar ter relações sexuais com penetração. 

 

Pomada vaginal e creme vaginal têm a mesma atuação contra a candidíase


Nitrato de miconazol é a substância indicada para o tratamento da candidíase e pode ser encontrada tanto em forma de creme como de pomada. Ambos têm um efeito parecido e a indicação vai de acordo com a preferência de cada profissional. As pomadas vaginais, no geral, têm um aspecto mais oleoso e deixam mais resíduos na pele e, por isso, garantem uma barreira protetora na região em que é aplicada. A sua consistência é mais espessa e difícil de espalhar, por isso, é usada em áreas menores. As pomadas no tratamento da candidíase também  podem ser usadas externamente para tratar inflamações e irritações na vulva, a parte externa da região íntima feminina. 

 

Creme vaginal é hidratante e deixa menos resíduos na pele


Os cremes vaginais têm a mesma função e efeito que as pomadas, mas possuem uma consistência mais mole e menos oleosa que as pomadas. A sua composição tem boa quantidade de água, o que facilita a absorção e, diferente da pomada, deixa menos resíduos na pele. Os cremes também hidratam mais a região em que são aplicados e no caso da candidíase aliviam sintomas como coceira e vermelhidão.

 

Gel vaginal é indicado para higienização da região íntima durante o tratamento da candidíase
 

O gel vaginal também é indicado no tratamento da candidíase, mas sua atuação é muito mais voltada para a higiene da região íntima do que ao combate aos fungos. Eles geralmente são formulados para acalmar os incômodos como coceira e ardência, além de substituir os sabonetes durante o tratamento da candidíase. Assim como o creme, o gel tem uma grande quantidade de água em sua composição e sua absorção é ainda mais rápida.   

 

Óvulos vaginais têm função bacteriana e tratam micoses causadas pelos fungos


Além dos cremes, das pomadas e do gel, outro tipo de tratamento via vaginal da candidíase são os óvulos vaginais.  Os óvulos são como comprimidos e, inseridos na vagina, servem para tratar micoses causadas por fungos. Eles também têm uma ação antibacteriana em alguns tipos de bactérias. Para colocar, basta encaixar o óvulo no aplicador e empurrá-lo para dentro do canal vaginal. 

 

Tratamento de candidíase com medicação via oral é indicada em casos recorrentes


O tratamento da candidíase também pode ser feito via oral, com o uso de um comprimido antifúngico. Esse método é até mais cômodo do que os tratamentos por via vaginal, mas o seu efeito é mais demorado e, consequentemente, o uso mais prolongado. É mais comum que eles sejam indicados em casos de candidíase recorrente, em que o médico pode investigar outras causas como resistência do fungo e baixa imunidade, por exemplo.

SL_Arroba_turbante_Semprejunta

Symantic Display

  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Vaginite e candidíase: qual a diferença entre essas doenças vaginais?
    Vaginite e candidíase: qual a diferença entre essas doenças vaginais?
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Pílula do dia seguinte e anticoncepcional: qual é a diferença entre os métodos contraceptivos?
    Pílula do dia seguinte e anticoncepcional: qual é a diferença entre os métodos contraceptivos?
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • PRIMEIRA VEZ
    PRIMEIRA VEZ
    Qual é a diferença entre camisinha masculina e feminina
    Qual é a diferença entre camisinha masculina e feminina
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • VOCÊ SABIA?
    VOCÊ SABIA?
    Qual a diferença entre vulva e vagina?
    Qual a diferença entre vulva e vagina?
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • Menstruação
    Menstruação
    Qual a diferença entre cobertura suave e seca? Saiba como escolher a ideal para você!
    Qual a diferença entre cobertura suave e seca? Saiba como escolher a ideal para você!
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Você sabe qual é a diferença entre CAREFREE® TodoDia Flexi e CAREFREE® Proteção? Descubra e use os produtos da forma certa!
    Você sabe qual é a diferença entre CAREFREE® TodoDia Flexi e CAREFREE® Proteção? Descubra e use os produtos da forma certa!
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Qual a diferença entre os exames transvaginal e endovaginal?
    Qual a diferença entre os exames transvaginal e endovaginal?
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Qual é a diferença entre DIU e SIU? Entenda como funcionam os métodos contraceptivos
    Qual é a diferença entre DIU e SIU? Entenda como funcionam os métodos contraceptivos
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • Menstruação
    Menstruação
    Menstruação e escapes: qual é a diferença entre esses sangramentos?
    Menstruação e escapes: qual é a diferença entre esses sangramentos?
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SEGREDINHOS DE...
    SEGREDINHOS DE...
    Qual a diferença entre protetor diário e absorvente?
    Qual a diferença entre protetor diário e absorvente?
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • semprelivre_bottom1_dance_new

  • Período Menstrual
    O ciclo menstrual pode trazer mudanças no cabelo. Mito ou verdade?
    Cabelo e período menstrual têm relação? De acordo com a dermatologista Ana Carolina Su..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • PRIMEIRA VEZ
    Primeira menstruação: 10 informações para te ajudar a se preparar para a menarca
    A primeira menstruação, chamada de menarca pela ciência, marca o início da vida...
    Primeira menstruação: 10 informações para te ajudar a se preparar para a menarca
  • Menstruação
    Absorvente Sempre Livre Adapt Plus proporciona conforto flexibilidade e discrição. Confira!
    Toda mulher merece um absorvente que a deixe confortável e segura sem precisar abrir mão...
    Absorvente Sempre Livre Adapt Plus proporciona conforto flexibilidade e discrição. Confira!
  • Menstruação
    O.B.® Médio ProComfort é a melhor opção para fluxo moderado: conheça os benefícios
    A maneira ideal de escolher o absorvente interno é saber identificar qual é a intensidade...
    O.B.® Médio ProComfort é a melhor opção para fluxo moderado: conheça os benefícios
  • Menstruação
    Cor da menstruação: vermelha, marrom ou preta pode mudar com o tempo?
    Você já deve ter percebido que a cor da menstruação muda ao longo do período menstrual. A...
    Cor da menstruação: vermelha, marrom ou preta pode mudar com o tempo?
  • VER TODAS >