Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

Tem como o ginecologista saber que perdi a virgindade?

Tem como o ginecologista saber que perdi a virgindade?

A perda da virgindade ainda é um assunto cercado de muita insegurança e estigma. Por isso, muitas meninas ficam com receio de contar aos pais que a primeira vez já rolou. No entanto, fica o questionamento: Tem como o ginecologista saber que não sou mais virgem? A dúvida existe principalmente por conta do rompimento do hímen, que há anos é visto como um atestado de virgindade. Nós batemos um papo com a médica Mariana Conforto que nos explicou como é possível o ginecologista saber se uma pessoa ainda é virgem e porque é preciso repensar o conceito de virgindade.

 

Perda da virgindade não está sempre associada ao rompimento do hímen 

 

Segundo a Dra. Mariana conforto, o ginecologista consegue saber se uma pessoa perdeu a virgindade. A comprovação pode ser feita por meio de um exame ginecológico em que é possível perceber se o hímen já foi rompido ou não. Mas a médica reforça que o conceito de virgindade vai além. “Se houver ruptura do hímen durante o ato sexual, a virgindade não existirá mais. Caso haja uma rotura himenal acidental, como trauma ou cirurgia, devemos sim considerar a paciente virgem”. 

 

O hímen é uma membrana que fica bem na entrada da vagina. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, ele não é fechado. Ele possui uma estrutura anelar que permite a passagem de secreções vaginais e do fluxo menstrual. Sua presença não é nenhum atestado de virgindade apenas um resquício da formação da vagina que surge quando a menina ainda é um feto.  Em alguns casos, pode não se romper logo na primeira vez. É o caso do hímen complacente, que possui uma estrutura mais elástica e que pode continuar intacto mesmo após a penetração. Também pode acontecer com algumas meninas não terem sangramento na primeira vez. Em ambos os casos, elas não são mais virgens. 

 

Visita ao ginecologista é importante antes e depois da perda da virgindade 

 

Toda mulher precisa fazer visitas regulares ao ginecologista, sendo virgem ou não. As consultas servem como acompanhamento da saúde íntima, dos órgãos internos, além de investigar possíveis alterações no ciclo menstrual e infecções. Para quem tem a vida sexual ativa, os exames precisam ser feitos pelo menos uma vez ao ano, como o preventivo e transvaginal. Além disso, o ginecologista é a melhor pessoa para orientar sobre métodos contraceptivos e prevenção a DSTs. 

 

Para as meninas virgens, a Dra. Mariana afirma que não é necessário fazer exames de toque. “Se for necessário uma ultrassonografia, ela deve ser solicitada como pélvica”. Nesse tipo de ultrassom, o médico passa um aparelho na região abdominal da paciente. O objetivo é captar imagens do útero, ovários e trompas de falópio. 

 

Não deixe de conversar com seus pais sobre a primeira vez 

 

Perder a virgindade é uma etapa marcante na vida de qualquer pessoa. Por isso, é fundamental que aconteça de maneira responsável e consciente. Não existe uma idade certa para deixar de ser virgem, mas é importante que você se sinta segura e certa do que está fazendo, de preferência com uma pessoa que respeite o seu momento. Se você sente medo de ser julgada, saiba que o ginecologista é um profissional com a função de avaliar a sua saúde, sem fazer nenhum tipo de comentário sobre sua vida e experiências pessoais. Por isso, se você busca manter sigilo sobre o assunto, pode ficar tranquila. 

 

Se você sente vergonha de contar para seus pais que não é mais virgem, procure pensar um pouco sua relação com eles. Em alguns casos a reação deles acaba sendo muito melhor do que você imaginava. Sexo não é nenhum bicho de sete cabeças e não precisa vir carregado de nenhum estigma. É importante que você busque informação e orientação. Aliás, o ginecologista pode te ajudar nesse processo.

 

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Dra. Mariana Conforto - Ginecologista e obstetra da Perinatal
CRM: 5296454-9

semprelivre_bottom1_dance_new

  • SE CUIDA!
    Lavar a calcinha no box é ruim? Confira dicas para cuidar de suas roupas íntimas!
    Você costuma lavar a calcinha no box e nem sabe se isso faz mal? Então é bom ficar de o..
  • SE CUIDA!
    Conheça 6 hábitos que podem causar corrimento vaginal e você nem sabia
    Você sabe o que causa corrimento vaginal? Alguns costumes da nossa rotina podem ser os pr..
  • SE CUIDA!
    Marcou consulta com o ginecologista? Listamos 6 coisas que você deve saber antes de ir!
    Uma coisa é certa: ir ao ginecologista pelo menos duas vezes ao ano é fundamental para a..
  • SE CUIDA!
    Você sabe qual é a diferença entre CAREFREE® TodoDia Flexi e CAREFREE® Proteção? Descubra e use os produtos da forma certa!
    Atualmente é comum passarmos o dia todo fora, mas do trabalho até a volta para casa muit..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • Quiz
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
    As ISTs são um grupo de infecções que têm como principal via de transmissão o sexo. Elas...
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
  • Quiz
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
    As ISTs são um grupo de infecções que têm como principal via de transmissão o sexo. Elas...
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
  • Menstruação
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
    A cólica é um sintoma que normalmente é associado à chegada da menstruação. No entanto,...
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
  • Menstruação
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
    A cólica é um sintoma que normalmente é associado à chegada da menstruação. No entanto,...
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
  • VER TODAS >