Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

Fique atenta: sintomas que podem representar uma DST na mulher

Fique atenta: sintomas que podem representar uma DST na mulher

Como se contrai a DST? Hoje em dia é comum ouvirmos falar sobre AIDS em uma novela ou sífilis em programas de TV com foco em saúde. Mas será que nós temos informação o suficiente sobre as DSTs mais comuns, como são contraídas e suas formas de prevenção? A falta de conhecimento é um fator preocupante quando falamos de doenças sexualmente transmissíveis. Quando detectada precocemente, a eficácia do tratamento é muito maior, no entanto, quando é descoberta tardiamente pode trazer problemas graves para a saúde feminina, em especial, como o câncer do colo do útero e infertilidade. Por isso, o Só Delas conversou com o ginecologista Luis Renato Mancini de Castro sobre prevenção e os principais sintomas que podem representar uma DST na mulher. Fique atenta!

 

Quais são os riscos de contrair uma DST?

 

Além dos sintomas muitas vezes dolorosos que envolvem uma DST, contraí-las pode apresentar sérios riscos de desenvolver outras complicações: “Câncer de colo uterino, câncer de vulva e vagina, infecções pélvicas graves (a paciente precisará ser operada com risco de perder útero, trompas e ovários), sequelas neurológicas, traumas psicológicos, entre outros”, diz o médico. Para ele, é importante começar o tratamento precoce para diminuir as sequelas e as chances de desenvolver outras doenças oportunas.

 

Sintomas de DSTs para ficar de olho!

 

O ginecologista cita os principais sinais de doença sexualmente transmissível para ficar de olho:

 

- Corrimento vaginal branco espesso ou amarelado, com ou sem odor;
- Verrugas vulvares e vaginais;
- Coceira;
- Dor pélvica aguda e crônica;
- Sangramento vaginal;
-  Ardor.

 

Saiba quais são as DSTs mais comuns na mulher 

 

De acordo com o ginecologista, as DSTs mais conhecidas são HPV, sífilis, clamídia, tricomoníase, herpes genital, HIV e a gonorreia. Conheça um pouco mais sobre cada uma em nosso pequeno resumo:
 

1) Tricomoníase


A infecção genital é causada por um parasita e provoca corrimento vaginal, odor desagradável, coceira intensa e dor ao urinar. Sua transmissão ocorre pela relação sexual e o contato com secreções de uma pessoa contaminada, homem ou mulher. O tratamento é feito com antibiótico oral e ambos parceiros devem tomar.
 

2) HPV


O papiloma vírus humano (HPV) é transmitido tanto pela penetração sem camisinha como pelo sexo oral. Muitas vezes pode ser uma doença assintomática, o que aumenta o risco de contrair a doença sem nenhum sintoma visível. Um dos grandes riscos do HPV é a complicação evoluir para um câncer de colo uterino. Além da camisinha, a vacina também é uma forma de prevenção e o exame preventivo pode ajudar a detectar precocemente a infecção viral, o que facilitará o tratamento.
 

3) Clamídia


Nas mulheres, os sintomas mais comuns são corrimento vaginal, odor forte e ardor ao urinar. Mas, em alguns casos, a doença pode ter evolução silenciosa, o que torna a disseminação mais perigosa. A clamídia pode causar infertilidade, aborto e, em casos mais graves, até a morte.


4) Sífilis


Essa doença causa feridas nos genitais e caroços na virilha, aproximadamente, duas semanas após o sexo desprotegido com alguém infectado. Muitas vezes os sintomas passam despercebidos. Na terceira fase da doença, as marcas podem sumir, mas ainda há risco de contaminação.
 

5) Herpes genital


A doença é causada por vírus e pode afetar homens e mulheres. Ela é transmitida através da relação sexual e pode provocar coceira e pequenas feridas inicialmente e depois evoluir para úlceras e crostas na pele. É possível controlar o problema com medicamentos, no entanto, a herpes permanecerá ativa no corpo e os sintomas podem reaparecer depois de anos.


6) AIDS


Causada pelo vírus HIV, a doença começa com simples sintomas de gripe ou pode ser assintomática até a evolução do quadro, quando a pessoa começa a ter infecções, perda de peso, fagina, inchaço dos glânglios, vermelhidão na pele, sudorese noturna e febre. Apesar de ainda não existir uma cura, mas a medicação correta pode retardar a evolução da doença e ajudar a controlar infecções.


7) Gonorréia


Uma infecção bacteriana que tem como sintomas o corrimento anormal, dor ao urinar, febre, menstruação irregular, dor no abdômen e micção frequente. A melhor maneira de evitar a transmissão é usando camisinha, inclusive, no sexo oral. A gonorréia pode provocar inflamatória pélvica, gravidez ectópica (fora do útero) e infertilidade.

 

Saiba como se prevenir das DSTs

 

O principal cuidado para se prevenir de DSTs é o uso do preservativo. Nem mesmo a pílula anticoncepcional é capaz de protegê-la nesse caso. Mulheres que costumam ter relações sexuais com parceiros diferentes estão mais susceptíveis à infecção. Portanto, a camisinha é sua grande aliada na prevenção. Procure seu ginecologista sempre que notar alterações no trato urinário ou feridas, manchas e secreções anormais na região íntima. Além disso, mantenha uma boa higiene íntima e coloque seus exames ginecológicos em dia.

 

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Dr. Luis Renato Mancini de Castro - ginecologista do Instituto EndoVitta
CRM: 97755

Bottom_OB_celebration

tag_sempre_banner tag_sempre_banner_mob

semprelivre_bottom1_dance_new

  • Menstruação
    Posso ir à praia ou piscina menstruada? Saiba como curtir o verão sem neuras!
    Foi para um lugar de praia e ficou menstruada no meio da viagem? Não tem problema! Com a ..
  • Menstruação
    Veja 6 situações do dia a dia que quem sente muita cólica vai se identificar
    “Oi, sumida?!”. Todo mês as cólicas surgem de surpresa, como a mensagem daquele cari..
  • Menstruação
    Qual a diferença entre cobertura suave e seca? Saiba como escolher a ideal para você!
    Quem já se perguntou alguma vez por que existem taaaantas opções de absorventes diferen..
  • Menstruação
    Frescura? Sério? Pensamentos que passam pela sua cabeça quando alguém reclama da sua TPM
    Apesar da tensão pré-menstrual ser um momento só seu, todo mundo adora dar pitacos, né..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • Quiz
    Você sabe qual a diferença do período fértil e ovulação? Teste seus conhecimentos
    A ovulação e o período fértil são duas fases do ciclo menstrual em que a mulher tem mais...
    Você sabe qual a diferença do período fértil e ovulação?  Teste seus conhecimentos
  • Menstruação
    Menstruação preta: veja por que a menstruação escurece
    Na maioria das vezes, a menstruação preta é normal e não representa problemas de saúde....
    Menstruação preta: veja por que a menstruação escurece
  • Menstruação
    Quantos dias depois de acabar o anticoncepcional desce a menstruação? tire 4 dúvidas sobre anticoncepcional hormonal
    Muitas mulheres ficam em dúvida sobre quantos dias depois de acabar o anticoncepcional...
    Quantos dias depois de acabar o anticoncepcional desce a menstruação? tire 4 dúvidas sobre anticoncepcional hormonal
  • SE CUIDA!
    Primeira consulta com ginecologista: pode ser online?
    A primeira consulta com o ginecologista é um momento muito importante para esclarecer...
    Primeira consulta com ginecologista: pode ser online?
  • VER TODAS >