Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

Sintomas de herpes genital: fique atenta aos sinais e saiba como tratar

Sintomas de herpes genital: fique atenta aos sinais e saiba como tratar

O herpes genital é uma doença sexualmente transmissível (DST) que tem como sintoma lesões nos órgãos genitais femininos ou masculinos, além de coceira, dor e ardor. O quadro pode aparecer sempre que houver contato sexual com uma pessoa portadora do vírus HSV tipo 2 - e, para isso, não é necessário que as feridas estejam presentes na pele. Depois da primeira crise do herpes, muitas pessoas deixam de manifestar os sintomas, mas o vírus continua presente no organismo. É importante ficar atenta a qualquer sinal que indique o problema para encontrar formas de impedir novas crises, afinal, a DST não tem cura. O Só Delas conversou com a ginecologista Lívia Migowski para ter mais informações sobre o quadro viral.

 

Sintomas de herpes genital 

 

Lesões ulceradas são os principais sintomas de herpes genital. “A lesão é pequena, dolorosa e apresenta vesículas (pequenas bolhas). As vesículas apesar de muito características do herpes, podem estourar rápido e não serem identificadas”, comenta a profissional. Ainda segundo a médica, na primeira vez que há uma infecção, pode aparecer mais de uma ferida. Nas crises seguintes, no entanto, é mais comum aparecer uma única. “Normalmente, poucas horas antes de aparecer a lesão pode haver uma coceira leve na região ou uma sensação diferente no local”, completa ela.

 

Mas há outros sinais que também merecem atenção. Isso inclui dores, irritações e manchas vermelhas. Nos primeiros dias após o contágio, o paciente ainda pode sentir sintomas muito parecidos com o da gripe, ou seja, apetite reduzido, febre, mal-estar e dores musculares. Entretanto, os sintomas começam a melhorar cerca de 5 a 15 dias depois das primeiras lesões aparecerem, com a sua devida cicatrização.

 

Transmissão do herpes pode ocorrer mesmo sem lesões ativas

 

Segundo a ginecologista, a paciente contaminada pelo herpes, depois da cicatrização total das lesões pode considerar voltar a ter sua vida sexual ativa, já que o momento de maior transmissão da DST é com as lesões ainda com bolhas. No entanto, como o vírus permanece “dormente” no corpo, a transmissão pode ocorrer mesmo sem lesões aparentes, o que torna a camisinha indispensável para garantir a segurança da pessoa e de seu (sua) parceiro(a).

 

Herpes genital ainda não tem cura, mas é possível controlar a manifestação de feridas

 

O herpes genital é uma doença sexualmente transmissível muito comum, mas que ainda não tem cura. Por isso, o tratamento é voltado para impedir que as lesões se reativem. Isso pode acontecer sempre que o paciente passar por algum episódio de muito estresse, algum trauma, sentir muito cansaço e até mesmo estar próximo ao período menstrual. “Com antivirais específicos para o vírus da herpes, é possível diminuir o tempo de lesão, ou seja, acelerar a cicatrização e aumentar o tempo até o aparecimento de nova lesão”, explica. 

 

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Dra. Livia Migowski, ginecologista e obstetra da Perinatal
CRM: 52.90682-4

SL_Arroba_turbante_Semprejunta

Symantic Display

  • Menstruação
    Menstruação
    Fique atenta aos sinais de que sua menstruação está chegando
    Fique atenta aos sinais de que sua menstruação está chegando
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Herpes genital: o que é a doença, os sintomas e como tratar
    Herpes genital: o que é a doença, os sintomas e como tratar
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Fique atenta: sintomas que podem representar uma DST na mulher
    Fique atenta: sintomas que podem representar uma DST na mulher
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Saiba quais são os primeiros sintomas de DST na mulher e como se prevenir
    Saiba quais são os primeiros sintomas de DST na mulher e como se prevenir
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Saiba como os pelos da vulva ajudam na saúde da sua vagina
    Saiba como os pelos da vulva ajudam na saúde da sua vagina
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Candidíase vaginal recorrente: saiba como se proteger de infecções vaginais
    Candidíase vaginal recorrente: saiba como se proteger de infecções vaginais
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    O período de ovulação apresenta sintomas? Veja como identificá-lo
    O período de ovulação apresenta sintomas? Veja como identificá-lo
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SEGREDINHOS DE...
    SEGREDINHOS DE...
    Você já ouviu falar em cronograma capilar? Saiba como montar sua rotina de tratamentos para o cabelo
    Você já ouviu falar em cronograma capilar? Saiba como montar sua rotina de tratamentos para o cabelo
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Se proteger da candidíase pode ser mais simples do que você imagina. Saiba como!
    Se proteger da candidíase pode ser mais simples do que você imagina. Saiba como!
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SEGREDINHOS DE...
    SEGREDINHOS DE...
    Saiba como usar o lápis de contorno labial sem erros
    Saiba como usar o lápis de contorno labial sem erros
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • semprelivre_bottom1_dance_new

  • SE CUIDA!
    Lavar a calcinha no box é ruim? Confira dicas para cuidar de suas roupas íntimas!
    Você costuma lavar a calcinha no box e nem sabe se isso faz mal? Então é bom ficar de o..
  • SE CUIDA!
    Conheça 6 hábitos que podem causar corrimento vaginal e você nem sabia
    Você sabe o que causa corrimento vaginal? Alguns costumes da nossa rotina podem ser os pr..
  • SE CUIDA!
    Marcou consulta com o ginecologista? Listamos 6 coisas que você deve saber antes de ir!
    Uma coisa é certa: ir ao ginecologista pelo menos duas vezes ao ano é fundamental para a..
  • SE CUIDA!
    Você sabe qual é a diferença entre CAREFREE® TodoDia Flexi e CAREFREE® Proteção? Descubra e use os produtos da forma certa!
    Atualmente é comum passarmos o dia todo fora, mas do trabalho até a volta para casa muit..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • PODEROSAS
    4 coisas que você pode fazer para ajudar uma amiga com cólica
    As cólicas menstruais são um pesadelo para qualquer mulher. Se você não sofre com dores...
    4 coisas que você pode fazer para ajudar uma amiga com cólica
  • SEGREDINHOS DE MULHER
    Base ou corretivo: o que deve ser usado primeiro na maquiagem?
    O que devo passar primeiro: corretivo ou base? Esse é um dos questionamentos mais comuns...
    Base ou corretivo: o que deve ser usado primeiro na maquiagem?
  • Menstruação
    Procura um absorvente mais fino? Conheça SEMPRE LIVRE® Adapt Plus Ultraflexível
    Você sente que o seu absorvente é muito grosso e está na busca de um mais fino? Sem...
    Procura um absorvente mais fino? Conheça SEMPRE LIVRE® Adapt Plus Ultraflexível
  • PRIMEIRA VEZ
    A camisinha furou: o que fazer?
    Ter a camisinha furada durante uma relação sexual é uma situação que pode causar...
    A camisinha furou: o que fazer?
  • VER TODAS >