Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

Quais são os sintomas do período fértil? Saiba identificar!

Quais são os sintomas do período fértil? Saiba identificar!

Você sabe o que é período fértil? O termo é usado para descrever os dias do mês em que a fertilidade da mulher está em alta e, portanto, há mais chances de engravidar. Para descobrir quando começa o período fértil, é importante calcular a data da ovulação e observar as alterações do organismo nesta etapa do mês. Os principais sintomas do período fértil são aumento da libido e da secreção vaginal, mas existem outros que podem ser observados por cada mulher. Saiba quais são e como identificar!

 

Veja também: Período fértil feminino: como calcular o ciclo, montar a tabela e identificar sintomas

 

  1. Aumento da libido feminina

 

No período fértil, os altos níveis dos hormônios estradiol e testosterona fazem com que a mulher sinta mais desejo sexual. Esse aumento da libido favorece a gravidez pois, como já era de se esperar, aumenta as chances de relação sexual. 

 

Veja também: As fases da libido feminina de acordo com o ciclo menstrual

 

  1. Aumento da secreção vaginal

 

Próximo à data de ovulação, há um aumento na secreção vaginal da mulher, que se torna mais espesso, transparente e com textura gelatinosa e escorregadia. Esse muco cervical semelhante à clara de ovo crua funciona como um mecanismo reprodutivo da mulher e facilita a mobilidade do espermatozóide até o óvulo a ser fecundado.  

 

É possível reconhecer essa alteração do muco cervical sozinha em casa. A técnica é conhecida como método de Billings e consiste em inserir o próprio dedo indicador no canal vaginal e, em seguida, após retirá-lo, avaliar a textura e o aspecto da secreção encontrada. 

 

  1. Elevação da Temperatura Corporal Basal  (TCB)

 

Após a ovulação, o folículo que continha o óvulo liberado passa a se chamar corpo lúteo ou corpo amarelo. Essa estrutura aumenta a produção do hormônio progesterona e é responsável por elevar ligeiramente a Temperatura Corporal Basal (que é a temperatura do corpo quando está em repouso). 

 

Para identificar essa alteração, a mulher pode utilizar um termômetro específico e medir sua temperatura pela manhã, antes de se levantar. Vale ressaltar que, como os níveis de progesterona sobem após a liberação do óvulo, a elevação da TCB só acontece depois da ovulação e, portanto, não serve para prever o início do período fértil. 

 

  1. Aparecimento de espinhas

 

As alterações hormonais características do período fértil também costumam deixar a pele mais oleosa. Por isso, é comum observar o aparecimento de cravos e espinhas (acne) neste momento do mês. Para contornar estes efeitos, invista em uma alimentação balanceada, na prática de exercícios físicos e em uma rotina de skincare adequado para as necessidades da sua pele durante esses dias. 

 

  1. Dor no baixo ventre

 

A dor de ovulação não acontece todos os meses e muito menos com todas as mulheres, porém, pode ocorrer eventualmente. Essa dor na ovulação aparece como uma leve cólica que, geralmente, é percebida pela mulher em um dos lados do baixo ventre (onde se encontra o ovário responsável por liberar o óvulo naquele mês). Em alguns casos, a dor da ovulação pode ser sentida em ambos os lados. 

 

A principal justificativa para o incômodo é que, quando o ovário libera o óvulo, pode haver uma pequena perda de sangue. Esse resíduo pode irritar o peritônio (membrana que cobre as paredes do abdômen e os órgãos digestivos) e, desta forma, desencadear o desconforto. 

 

  1. Leve sangramento vaginal

 

Assim como a cólica do período ovulatório, o sangramento de ovulação também não acontece sempre. Mas, de vez em quando, o episódio pode ser observado pela mulher. Esse sangramento deve ser leve e durar, no máximo, cerca de três dias, tendo coloração rosada ou amarronzada (pois desce em pequena quantidade). 

Não há apenas uma explicação para a perda de sangue durante este período do mês. No entanto, acredita-se que o sangramento pode estar associado ao próprio rompimento do folículo para liberar o óvulo em direção às tubas uterinas.

semprelivre_bottom1_dance_new

  • SE CUIDA!
    Lavar a calcinha no box é ruim? Confira dicas para cuidar de suas roupas íntimas!
    Você costuma lavar a calcinha no box e nem sabe se isso faz mal? Então é bom ficar de o..
  • SE CUIDA!
    Conheça 6 hábitos que podem causar corrimento vaginal e você nem sabia
    Você sabe o que causa corrimento vaginal? Alguns costumes da nossa rotina podem ser os pr..
  • SE CUIDA!
    Marcou consulta com o ginecologista? Listamos 6 coisas que você deve saber antes de ir!
    Uma coisa é certa: ir ao ginecologista pelo menos duas vezes ao ano é fundamental para a..
  • SE CUIDA!
    Você sabe qual é a diferença entre CAREFREE® TodoDia Flexi e CAREFREE® Proteção? Descubra e use os produtos da forma certa!
    Atualmente é comum passarmos o dia todo fora, mas do trabalho até a volta para casa muit..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • SE CUIDA!
    Esqueci de tomar anticoncepcional 2 dias. O que devo fazer?
    “Esqueci de tomar anticoncepcional 2 dias e agora?”. Se você compartilha dessa dúvida,...
    Esqueci de tomar anticoncepcional 2 dias. O que devo fazer?
  • SE CUIDA!
    Lubrificação feminina é essencial na hora do sexo
    A lubrificação feminina é um fluido produzido pela vagina como resposta à excitação...
    Lubrificação feminina é essencial na hora do sexo
  • Quiz
    QUIZ : Você sabe o que é mito e o que é verdade sobre a saúde íntima feminina?
    Saber como cuidar da saúde íntima feminina faz toda a diferença na prevenção de incômodos...
    QUIZ : Você sabe o que é mito e o que é verdade sobre a saúde íntima feminina?
  • SE CUIDA!
    Veja 5 benefícios de rebolar a pelve
    Os benefícios de dançar rebolando vão muito além da diversão! A circundução da pelve (...
    Veja 5 benefícios de rebolar a pelve
  • VER TODAS >