Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

Polimenorreia: o que é, causas e tratamentos

Polimenorreia: o que é, causas e tratamentos

A polimenorreia é o termo utilizado para descrever ciclos menstruais com duração inferior a 21 dias. Algumas mulheres apresentam essa característica naturalmente. Neste caso, a condição não tende a representar nenhum tipo de risco à saúde. Porém, a polimenorreia também pode estar associada a outros transtornos, como endometriose, pólipos e miomas uterinos. Sendo assim, o quadro deve ser investigado, principalmente, quando os ciclos reprodutivos da mulher aconteciam em intervalos considerados normais (entre 21 e 35 dias) e passaram a sofrer essa alteração com o tempo.

 

Conversamos com a ginecologista Fernanda Torras para entender mais a fundo a definição de polimenorreia: o que é, sintomas, causas, tratamento e possíveis complicações. Confira!

 

A polimenoia são ciclos menstruais menores que 21 dias

 

De acordo com a doutora Fernanda, a polimenorreia acontece quando a  duração dos ciclos menstruais é inferior a 21 dias vários meses seguidos. “Principalmente se a mulher costumava a apresentar ciclos em intervalos normais”, acrescenta. Caso você não saiba, um ciclo reprodutivo considerado normal dura entre 21 a 35 dias.

 

O sangramento uterino anormal é comumente confundido com ciclos menstruais irregulares. Por isso, é importante entender a diferença entre os quadros. “A polimenorreia é caracterizada por intervalos encurtados com menos de 21 dias. Geralmente, há frequência nos ciclos. Se há irregularidade importante, denominamos metrorragia”, explica a ginecologista. Ou seja, é necessário haver variações significativas na duração do ciclo para que o mesmo seja considerado irregular. 

 

Sintomas da polimenorreia incluem ciclo menstrual curto e dificuldade para engravidar

 

O principal sintoma da polimenorreia é a curta duração do ciclo menstrual, geralmente inferior a 21 dias. Outro efeito da doença é a dificuldade para engravidar. Isso acontece porque a ovulação (caracterizada pela liberação do óvulo maduro em direção à tuba uterina) passa a ocorrer em períodos irregulares durante o ciclo reprodutivo. Além disso, a fase lútea (etapa do ciclo menstrual em que o organismo se prepara para uma possível gravidez) também pode sofrer uma redução. Ao notar qualquer outro sintoma, deve-se procurar uma avaliação médica! 

 

As causas para a polimenorreia são diversas: alterações hormonais, endometriose e estresse estão entre as mais comuns

 

Algumas mulheres podem apresentar naturalmente ciclos menstruais mais curtos, especialmente em dois estágios da vida fértil: após a menarca (primeira menstruação) e pouco antes da menopausa. “A polimenorreia pode ocorrer nos extremos da vida reprodutiva, sendo comum observar nos dois primeiros anos menstruais ou no último ano, antecedendo a menopausa. Não é frequente a observação [do quadro] nas outras idades”, explica a especialista. Os primeiros sinais da menopausa tendem a aparecer a partir dos 40 anos de idade. Porém, seu surgimento também pode acontecer perto dos 30 anos.

 

Alguns fatores e hábitos comportamentais são capazes de favorecer o desenvolvimento do sangramento uterino anormal, como genética, tabagismo, desnutrição, uso de medicamentos, entre outros. Doenças tireoidianas e endometriais também estão entre as possíveis causas para a polimenorreia. Veja as principais:

 

  • Miomas uterinos;

  • Pólipos uterinos;

  • Doenças na tireoide;

  • Adenomiose;

  • Câncer ou tumor maligno;

  • Coagulopatia;

  • Causas ovulatórias;

  • Endometriose;

  • Estresse;

  • Alterações hormonais;

 

O tratamento da polimenorreia vai depender da doença causadora do problema

 

Como tratar a polimenorreia? O tratamento vai depender da causa em questão. “Primeiro devemos avaliar qual é a causa da polimenorreia e se está acompanhada de ciclos ovulatórios ou anovulatórios, para concluir se é normal para a paciente ou se trata-se de distúrbio hormonal”, esclarece a médica. “Se as causas hormonais forem descartadas, o tratamento para conforto da paciente (prolongar os intervalos menstruais e melhorar a hemoglobina por reduzir os episódios de sangramento) é entrar com o ciclador (pílulas contraceptivas)”, indica. 

 

“Se as causas hormonais ou outras causas orgânicas forem detectadas, [a origem] será previamente tratada para a resolução do quadro e [para] evitar outras consequências destas doenças de base”, acrescenta a ginecologista. Dito isto, mulheres que apresentam os ciclos menstruais mais curtos do que o normal devem buscar uma avaliação especializada. O diagnóstico poderá contar com questões clínicas, exames e testes. 

 

Anemia e infertilidade estão entre as possíveis complicações da polimenorreia

 

A anemia, que consiste na deficiência de glóbulos vermelhos (células responsáveis por transportar o oxigênio) no sangue, está entre os principais riscos da polimenorreia. “A anemia pode ocorrer por a mulher apresentar maior frequência de menstruações”, aponta a profissional. Mulheres que sofrem com a polimenorreia também podem encontrar maior dificuldade para engravidar ou até mesmo infertilidade. “Se estiver associada a alterações endocrinológicas e ciclos anovulatórios (sem ovulação), pode gerar dificuldade para engravidar”, adiciona. De acordo com a médica, o tratamento específico para essa complicação poderá resolver o problema.

 

Este artigo tem a contribuição do especialista:

Fernanda Torras - Médica Ginecologista, Obstetra e Mastologista referência em saúde feminina

drafernandatorras.com.br

CRM: 130.332

SL_Arroba_turbante_Semprejunta

Symantic Display

  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Vulvovaginite: o que é, causas e tratamentos
    Vulvovaginite: o que é, causas e tratamentos
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Vulvite: o que é, sintomas, causas e tratamentos
    Vulvite: o que é, sintomas, causas e tratamentos
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • Menstruação
    Menstruação
    Menstruação irregular: o que é, sintomas e tratamentos
    Menstruação irregular: o que é, sintomas e tratamentos
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Clamídia: o que é, sintomas, causas e tratamento da DST
    Clamídia: o que é, sintomas, causas e tratamento da DST
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Corrimento branco: o que pode ser? Veja possíveis causas e tratamentos
    Corrimento branco: o que pode ser? Veja possíveis causas e tratamentos
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SEGREDINHOS DE...
    SEGREDINHOS DE...
    Você sabe o que é melasma? Entenda as causas, sintomas e tratamentos para as manchas na pele
    Você sabe o que é melasma? Entenda as causas, sintomas e tratamentos para as manchas na pele
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    HPV: o que é? Veja causas, sintomas e tratamentos
    HPV: o que é? Veja causas, sintomas e tratamentos
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Inflamação pélvica: aprenda o que é, as causas e como tratar
    Inflamação pélvica: aprenda o que é, as causas e como tratar
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • A MÚSICA ME MOVE
    A MÚSICA ME MOVE
    Conheça Kiana Léde, a menina que está bombando no Youtube com versões acústicas de hits!
    Conheça Kiana Léde, a menina que está bombando no Youtube com versões acústicas de hits!
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    7 sinais que indicam que, provavelmente, a sua menstruação está vindo!
    7 sinais que indicam que, provavelmente, a sua menstruação está vindo!
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • semprelivre_bottom1_dance_new

  • SE CUIDA!
    Lavar a calcinha no box é ruim? Confira dicas para cuidar de suas roupas íntimas!
    Você costuma lavar a calcinha no box e nem sabe se isso faz mal? Então é bom ficar de o..
  • SE CUIDA!
    Conheça 6 hábitos que podem causar corrimento vaginal e você nem sabia
    Você sabe o que causa corrimento vaginal? Alguns costumes da nossa rotina podem ser os pr..
  • SE CUIDA!
    Marcou consulta com o ginecologista? Listamos 6 coisas que você deve saber antes de ir!
    Uma coisa é certa: ir ao ginecologista pelo menos duas vezes ao ano é fundamental para a..
  • SE CUIDA!
    Você sabe qual é a diferença entre CAREFREE® TodoDia Flexi e CAREFREE® Proteção? Descubra e use os produtos da forma certa!
    Atualmente é comum passarmos o dia todo fora, mas do trabalho até a volta para casa muit..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • PRIMEIRA VEZ
    Primeira menstruação: 11 fatos importantes para te ajudar a se preparar para a menarca
    A primeira menstruação, chamada de menarca pela ciência, marca o início da vida...
    Primeira menstruação: 11 fatos importantes para te ajudar a se preparar para a menarca
  • Menstruação
    Absorvente Sempre Livre Adapt Plus proporciona conforto flexibilidade e discrição. Confira!
    Toda mulher merece um absorvente que a deixe confortável e segura sem precisar abrir mão...
    Absorvente Sempre Livre Adapt Plus proporciona conforto flexibilidade e discrição. Confira!
  • Menstruação
    O.B.® Médio ProComfort é a melhor opção para fluxo moderado: conheça os benefícios
    A maneira ideal de escolher o absorvente interno é saber identificar qual é a intensidade...
    O.B.® Médio ProComfort é a melhor opção para fluxo moderado: conheça os benefícios
  • Menstruação
    Cor da menstruação: vermelha, marrom ou preta pode mudar com o tempo?
    Você já deve ter percebido que a cor da menstruação muda ao longo do período menstrual. A...
    Cor da menstruação: vermelha, marrom ou preta pode mudar com o tempo?
  • VER TODAS >