Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

Pílula do dia seguinte e anticoncepcional: qual é a diferença entre os métodos contraceptivos?

Pílula do dia seguinte e anticoncepcional: qual é a diferença entre os métodos contraceptivos?

A principal diferença entre a pílula do dia seguinte e a anticoncepcional está na dosagem hormonal. Cada um desses métodos contraceptivos têm propósitos diferentes e funcionam de formas completamente distintas, mas, ainda assim, é muito comum se confundir com suas características. Como estamos falando de métodos hormonais, ou seja, que depositam no nosso organismo, hormônios, é importantíssimo saber sobre todos os detalhes. Afinal, tomar a pílula do dia seguinte sem ter recomendações alguma pode ser muito prejudicial à saúde da mulher. Para entender melhor as diferenças entre esse método e a pílula anticoncepcional, tiramos as dúvidas mais comuns com a ginecologista Carolina Ambrogini.

 

Os hormônios da pílula do dia seguinte e do anticoncepcional

 

Assim como afirma a médica, a diferença entre os métodos está nos níveis hormonais de cada um. “A pílula tradicional é de uso contínuo e possui uma quantidade menor de hormônio. A pílula do dia seguinte é de uso eventual e tem uma quantidade maior de hormônio”, explica ela. É por isso que muitas pessoas chamam a pílula do dia seguinte de “bomba hormonal”. Em outras palavras, na pílula “tradicional”, os hormônios são quase como espalhados pelo ciclo menstrual, diminuindo a dosagem em cada comprimido. Já os hormônios do método único correspondem quase que a quantidade hormonal de metade de uma cartela, contendo assim uma dosagem bem maior.

 

Os métodos contraceptivos provocam efeitos diferentes no organismo

 

O objetivo da pílula anticoncepcional é prevenir uma possível gravidez, enquanto que o da pílula do dia seguinte é bloquear a ovulação por completo, dificultando a gravidez. “O anticoncepcional ou qualquer outro método hormonal, visa inibir a ovulação. A pílula do dia seguinte é um método emergencial que visa dificultar uma possível gravidez, alterando o muco cervical, o endométrio, podendo até atrasar a ovulação, dependendo da fase do ciclo em que é ingerida”, completa ela.

 

Por apresentar mais efeitos e uma maior dosagem hormonal, o ideal para todas as mulheres é que usem a pílula do dia seguinte apenas como medida de emergência. Segundo a ginecologista, tomá-la várias vezes, em diferentes meses do ano, não reduz seus efeitos, porém isso pode acontecer se ela for tomada mais de uma vez no mesmo mês. Ou seja, tomar a pílula do dia seguinte duas vezes no mesmo ciclo menstrual, por exemplo, pode sim comprometer sua eficácia. Mas há também outros fatores que podem influenciar esse nível. “A eficácia da pílula do dia seguinte depende do ciclo em que é utilizada. Pode ser usada em até 72 horas da relação desprotegida, porém é eficaz nas primeiras 24 horas”, comenta.

 

Pílula do dia seguinte ou anticoncepcional: qual é mais eficaz?

 

Ambos os métodos são bastante eficazes, mas o anticoncepcional tem uma taxa mais elevada nesse quesito. Segundo diversos estudos, a pílula tradicional tem uma eficácia de 98%, se utilizada da forma correta: sempre no mesmo horário do dia. Já a de dosagem única tem taxa de 88% de eficácia se ingerida nas primeiras 24 horas após a relação sexual. Em ambos os casos, a visita ao ginecologista é mais que recomendada. Além de tirar dúvidas, o profissional poderá fazer uma melhor indicação sobre qual método é o ideal para o seu caso. Vale lembrar que está proibido tomar o anticoncepcional e, ao mesmo tempo, a pílula do dia seguinte.

 

Esta publicação teve a contribuição do especialista:
Dra. Carolina Ambrogini - Ginecologista
CRM: 102706-SP

 

semprelivre_bottom1_dance_new

  • PRIMEIRA VEZ
    Medo de ir ao ginecologista? Não precisa! Saiba o que esperar de uma primeira consulta
    A primeira ida ao ginecologista gera um certo receio em muitas garotas, mas não há motiv..
  • PRIMEIRA VEZ
    1º dia de aula na faculdade: a blogueira Natalia Salvador contou como encarou o medo e deu dicas de como lidar com essa mudança
    Uma das maiores mudanças do início da nossa vida adulta é a entrada para a universidade..
  • PRIMEIRA VEZ
    5 coisas que ninguém te contou sobre sua primeira menstruação
    A primeira menstruação acontece de forma inesperada, já que, na maioria das vezes a gen..
  • PRIMEIRA VEZ
    Intercâmbio: blogueira Paola Piola conta sobre a 1ª vez que lidou com a independência em outro país
    Fazer intercâmbio é o sonho de muitas adolescentes, principalmente depois dos 18 anos, q..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • Quiz
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
    As ISTs são um grupo de infecções que têm como principal via de transmissão o sexo. Elas...
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
  • Quiz
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
    As ISTs são um grupo de infecções que têm como principal via de transmissão o sexo. Elas...
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
  • Menstruação
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
    A cólica é um sintoma que normalmente é associado à chegada da menstruação. No entanto,...
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
  • Menstruação
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
    A cólica é um sintoma que normalmente é associado à chegada da menstruação. No entanto,...
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
  • VER TODAS >