Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

Pílula do dia seguinte: como tomar, tipos, efeitos colaterais e mais

Pílula do dia seguinte: como tomar, tipos, efeitos colaterais e mais

A pílula do dia seguinte é um contraceptivo de emergência utilizado em circunstâncias imprevistas, como esquecimento do anticoncepcional ou falha do preservativo. Sua função é impedir a ovulação para prevenir uma gravidez indesejada. Embora pareça uma solução prática, é preciso ter bastante cautela com o seu uso, pois apenas um comprimido possui alta dosagem hormonal que pode causar efeitos colaterais como náuseas, tontura e desregulação do ciclo menstrual.

 

Saiba mais sobre como funciona a pílula do dia seguinte, como tomar e quais os cuidados necessários com a medicação. 

 

 

 

Como funciona a pílula do dia seguinte no organismo 


 

A pílula do dia seguinte funciona de duas maneiras. Dependendo da fase do ciclo menstrual em que ela é ingerida, ela pode atrasar a ovulação ou deixar o endométrio - tecido que reveste o útero internamente - pouco receptiva para a gestação. O método também altera o muco cervical, deixando-o mais espesso dificultando que o espermatozóide consiga alcançar o óvulo. 

 

É importante reforçar que a pílula do dia seguinte não é abortiva. Caso já exista uma gestação, a medicação não tem o poder de interromper. 




 

Como tomar a pílula do dia seguinte corretamente

 

 

A pílula do dia seguinte deve ser ingerida até 72 horas após a relação sexual desprotegida. Quanto mais próxima da relação sexual ela for ingerida, maior a sua eficácia. O medicamento é vendido em dois tipos: dose única e dupla. As duas versões tem a mesma composição hormonal, a diferença é que na opção com dois comprimidos é indicado um intervalo de 12 horas entre uma dose e a outra. Entretanto, não há problema em tomar as duas pílulas de uma só vez. 

 

A pílula do dia seguinte pode ser comprada sem receita médica. Também é possível adquirir o medicamento em um hospital ou posto de saúde vinculado ao SUS (Sistema Único de Saúde). É importante ressaltar que o contraceptivo de emergência não tem efeito cumulativo, ou seja, garante proteção o mês inteiro. Caso a mulher tenha relações desprotegida após o uso da pílula, ela volta a correr o risco de engravidar. 

 

 

 

Efeitos colaterais da pílula do dia seguinte incluem mal-estar e desregulação do ciclo menstrual 

 

 

A pílula do dia seguinte possui altas doses de Levonorgestrel, um tipo de progesterona sintético. Por isso, ela não deve ser usada regularmente como um método contraceptivo contínuo. Outro motivo para ficar atenta ao uso da medicação são seus possíveis efeitos colaterais. Os mais comuns são náuseas, tontura, dor de cabeça, cólicas e desregulação do ciclo menstrual. Neste último caso, a pílula do dia seguinte atrasa menstruação ou provoca sangramento, dependendo da fase do ciclo em que o comprimido foi ingerido. 

 

O uso da pílula do dia seguinte não é indicado para mulheres com distúrbios metabólicos, hipertensão descontrolada, problemas cardiovasculares e tromboembolismo.  

 

 

 

A pílula do dia seguinte não deve ser utilizada com frequência

 

 

Tomar a pílula do dia seguinte com muita frequência faz com que as doses seguintes não tenham tanta eficácia. Além disso, ela nunca deve ser ingerida mais de duas vezes em um único mês por conta dos seus impactos no ciclo menstrual e no organismo. A recomendação dos médicos é que a mulher espere um intervalo de pelo menos três meses para fazer uso da medicação novamente, mas somente em situações de emergência e em último caso.  

 

O ideal é que mulheres que tenham relações sexuais com uma certa regularidade façam uso de contraceptivos regulares, como a camisinha, pílula anticoncepcional, DIU, injeção mensal ou trimestral, entre outros. Esses métodos são produzidos para que o corpo reaja de maneira menos agressiva. Consulte sempre um ginecologista para saber qual o mais indicado para você. 

 

 

 

É indicado tomar a pílula dia seguinte menstruada? 

 

 

As chances de engravidar durante a menstruação são muito baixas. Isso porque o útero no período menstrual não está em condições adequadas para abrigar um embrião. Por isso, em tese, a pílula do dia seguinte não é necessária. Acontece que algumas mulheres podem ter um leve sangramento no no meio do ciclo, durante o período ovulatório, e acabam confundindo com menstruação. Nesse caso, é recomendado tomar a pílula, pois esse é o período de maior fertilidade. 

 

PRODUTOS
Relacionado

CAREFREE® TodoDia
CAREFREE® TodoDia

semprelivre_bottom1_dance_new

  • VOCÊ SABIA?
    6 coisas que você precisa saber antes de viajar com seus amigos
    Fazer uma viagem acompanhada de amigos é uma das melhores coisas da vida! Se divertir, pa..
  • VOCÊ SABIA?
    4 coisas que passam pela sua cabeça antes de chegar ao primeiro encontro
    Por mais que a gente seja confiante, o primeiro encontro com o carinha interessante sempre..
  • VOCÊ SABIA?
    Vai passar o dia na praia? Veja o que levar na bolsa!
    No verão, tudo o que a gente mais quer é relaxar, se divertir e ficar com aquele bronzea..
  • VOCÊ SABIA?
    4 pensamentos que já passaram pela sua cabeça antes de uma viagem à praia
    Pode ser um fim de semana ou o mês inteiro, mas toda viagem nos traz algumas preocupaçõ..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • SE CUIDA!
    Adesivo anticoncepcional: 10 dúvidas sobre o método contraceptivo
    O adesivo anticoncepcional ou patch anticoncepcional é um método contraceptivo hormonal...
    Adesivo anticoncepcional: 10 dúvidas sobre o método contraceptivo
  • SE CUIDA!
    Pode usar pomada vaginal menstruada? Veja quais são os principais cuidados durante o tratamento ginecológico
    Embora boa parte das mulheres já saiba para que serve a pomada vaginal, ainda existem...
    Pode usar pomada vaginal menstruada? Veja quais são os principais cuidados durante o tratamento ginecológico
  • Menstruação
    "Como é o sangue da primeira menstruação?" Tire 8 dúvidas sobre a menarca
    A primeira menstruação (nome científico: menarca) marca o fim da puberdade e o início da...
    "Como é o sangue da primeira menstruação?" Tire 8 dúvidas sobre a menarca
  • SE CUIDA!
    Posso fazer transvaginal menstruada? Tire suas dúvidas sobre o exame ginecológico
    A ultrassonografia transvaginal (ou ultrassom transvaginal) é um exame de imagem usado...
    Posso fazer transvaginal menstruada? Tire suas dúvidas sobre o exame ginecológico
  • VER TODAS >