Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

Período fértil e ovulação são a mesma coisa? Entenda cada fase do seu ciclo menstrual

Período fértil e ovulação são a mesma coisa? Entenda cada fase do seu ciclo menstrual

Qual a diferença entre período fértil e dia da ovulação, você sabe dizer? Por serem etapas que acontecem simultaneamente no ciclo reprodutivo, a maioria das mulheres confunde os dias ovulatórios e os férteis. Conhecer seu ciclo menstrual, regular ou irregular, e suas fases é importante para ter controle da menstruação, como se fosse um calendário menstrual. Além disso, saber quando é seu dia fértil, por exemplo, é fundamental para quem está tentando engravidar ou não toma pílula anticoncepcional e quer evitar uma relação desprotegida nesse período. Conversamos com a ginecologista Amanda Volpato Alvarez para entender em que momento acontece cada etapa do ciclo.

 

A ovulação acontece no 14° dia do ciclo menstrual

 

A ovulação é um período de aproximadamente 6 dias, durante o ciclo menstrual, em que os hormônios estimulam a liberação do óvulo para a tuba uterina para haver fecundação. Quando não há gravidez, o endométrio descama e é expelido do útero dando origem à menstruação. A ovulação acontece no 14° dia do ciclo, lembrando que o ciclo começa no primeiro dia do fluxo menstrual. Nesse período é comum o muco vaginal ficar mais abundante e espesso, além da libido ficar em alta.


Já o período fértil, de acordo com a profissional, é o momento do ciclo menstrual com mais chances de engravidar. Ele acontece nos cinco dias que antecedem a ovulação, e também os dois dias após a mesma. Enquanto isso, a ovulação acontece, em geral, no meio do ciclo menstrual.

 

O dia fértil é o momento mais propício para a mulher engravidar


“Para que a mulher tenha um período fértil, é necessária a ovulação, portanto, se ela não está ovulando, não tem período fértil, o que causa a confusão”, esclarece a especialista. Além disso, essa incerteza sobre ambas as fases provoca erro em alguns métodos, como o de tabelinha. Isto acontece porque é preciso levar em consideração o tempo que o espermatozóide fica viável no sistema reprodutor feminino. “Tanto que as maiores chances para que ocorra a fecundação é quando já há espermatozoides presentes antes da ovulação”, alerta ela. É relevante alertar sobre a liberação do óvulo, que fica apto para germinar de 12 a 24 horas. “Apesar do curto período de viabilidade do óvulo, o intervalo fértil é bem mais longo, pois, dependendo da qualidade do sêmen masculino, os espermatozóides podem ficar viáveis dentro do sistema reprodutor da mulher por até 5-7 dias”, explica Amanda.

 

Folicular, ovulatória e lútea: o que caracteriza cada fase do ciclo menstrual?

 

Um ciclo de 28 dias, em média, e é dividido em 3 fases, conforme caracterizou a médica:
 

1- Fase Folicular: “ocorre a ação do FSH - Hormônio Folículo Estimulante, que vai estimular o desenvolvimento do folículo dominante até a ovulação”, explica ela;
 

2- Ovulação: é caracterizada pela liberação do óvulo pelo ovário;
 

3- Fase Lútea: “vai ocorrer a produção principalmente de progesterona pelo corpo lúteo, com o objetivo de atuar no endométrio e auxiliar na implantação do embrião”, comenta. Quando não acontece a fecundação, o endométrio é expelido em forma de menstruação.

 

Saiba como identificar a fase do ciclo que você está

 

Como foi explicado acima, o momento da ovulação é que determina a divisão entre a fase folicular e a lútea. Alguns sinais podem ser observados próximo à ovulação, como o surgimento de um muco cervical claro, a mulher pode perceber uma secreção bem clara e abundante, como clara de ovo”, diz Amanda. Já no período ovulatório, há um aumento da temperatura basal, em até 0,5 graus. E ainda, outra maneira é verificar as doses hormonais no sangue ou urina com a ajuda de kits vendidos nas farmácias.

 

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Dra. Amanda Volpato Alvarez - Medicina Reprodutiva – Ginecologista – Obstetra
Faz parte da equipe médica do IPGO (Instituto Paulista de Ginecologia e Obstetrícia)
CRM: 122447


Matéria atualizada em: 13/05/2019 

Arroba - Carefree Batom

Arroba_OB

Bottom_OB_celebration

tag_sempre_banner tag_sempre_banner_mob

semprelivre_bottom1_dance_new

  • SE CUIDA!
    Lavar a calcinha no box é ruim? Confira dicas para cuidar de suas roupas íntimas!
    Você costuma lavar a calcinha no box e nem sabe se isso faz mal? Então é bom ficar de o..
  • SE CUIDA!
    Conheça 6 hábitos que podem causar corrimento vaginal e você nem sabia
    Você sabe o que causa corrimento vaginal? Alguns costumes da nossa rotina podem ser os pr..
  • SE CUIDA!
    Marcou consulta com o ginecologista? Listamos 6 coisas que você deve saber antes de ir!
    Uma coisa é certa: ir ao ginecologista pelo menos duas vezes ao ano é fundamental para a..
  • SE CUIDA!
    Você sabe qual é a diferença entre CAREFREE® TodoDia Flexi e CAREFREE® Proteção? Descubra e use os produtos da forma certa!
    Atualmente é comum passarmos o dia todo fora, mas do trabalho até a volta para casa muit..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • Saúde da mulher
    SOP: sintomas e tratamentos da síndrome que atinge as mulheres
    A Síndrome do Ovário Policístico é uma disfunção hormonal que leva ao crescimento de...
    SOP: sintomas e tratamentos da síndrome que atinge as mulheres
  • SE CUIDA!
    5 tipos de depilação feminina: prós e contras de cada método
    A depilação íntima faz parte da vida de muitas mulheres. Para isso, é possível encontrar...
    5 tipos de depilação feminina: prós e contras de cada método
  • SE CUIDA!
    Corrimento ou lubrificação feminina? Saiba diferenciar as secreções vaginais
    Muitas pessoas ficam em dúvida sobre qual a diferença entre corrimento e secreção vaginal...
    Corrimento ou lubrificação feminina? Saiba diferenciar as secreções vaginais
  • SE CUIDA!
    Tabelinha: por que o método é falho e outras opções de anticoncepcionais com mais eficácia
    A tabelinha é um método contraceptivo natural baseado na análise do ciclo menstrual....
    Tabelinha: por que o método é falho e outras opções de anticoncepcionais com mais eficácia
  • VER TODAS >