Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

Ovários policísticos é mais comum na adolescência. Saiba o porquê!

Ovários policísticos é mais comum na adolescência. Saiba o porquê!

Os ovários policísticos caracterizam-se por serem discretamente aumentados e com presença de múltiplos cistos. A condição é mais comum na adolescência e pode afetar o processo ovulatório, provocando irregularidade menstrual e, em alguns casos, ausência de menstruação. No entanto, é preciso esperar pelo menos 2 anos após a menarca para considerar o quadro como preocupante, pois muitas vezes ele está relacionado com a imaturidade do eixo hipotálamo-hipófise-ovariano, responsável pelas funções reprodutivas do organismo feminino. Após esse período, o ovário policístico passa a ser considerado uma disfunção hormonal e pode ser diagnosticado como Síndrome do Ovário Policístico (SOP).

 

 

Entenda mais sobre ovários policísticos na adolescência, causas, sintomas e efeitos no ciclo menstrual. 

 

 

Ovários policísticos na adolescência não costumam estar associados com doença ou disturbio hormonal 

 

Os cistos são bolsas de líquido que se formam dentro ou ao redor dos ovários. Eles são muito comuns em mulheres jovens e, principalmente, em meninas adolescentes. Na maioria das vezes, não são considerados um problema grave e não costumam estar associados a nenhuma doença ou disfunção hormonal. Mesmo assim, eles podem provocar alterações no ciclo menstrual, como anovulação e amenorreia, duas situações que levam à irregularidade menstrual. 

 

O ovário policístico na adolescência é causado, sobretudo, pelo fato de que nem todas as meninas jovens estão com suas funções reprodutivas bem desenvolvidas. A cada ciclo menstrual, o ideal é que a produção hormonal estimule o crescimento de um folículo ovariano, uma estrutura que armazena o óvulo durante seu processo de amadurecimento. Quando o óvulo já está maduro o suficiente, o folículo se rompe, fenômeno conhecido como ovulação. O problema é que a falta de maturidade do eixo reprodutivo muitas vezes faz com que esse folículo não se rompa. Como consequência, ele continua a acumular líquido, formando um cisto. 

 

Para um ovário ser considerado policístico, ele precisa apresentar um padrão micropolicístico, que consiste na presença de múltiplos cistos que alteram o seu tamanho e espessura. Por isso, nem sempre a presença de cistos configura um diagnóstico de ovário policístico. 

 

 

Ovários policísticos na adolescência nem sempre indicam a SOP

 

Existe uma tolerância de até dois anos após a menarca para que as funções reprodutivas da adolescente se regularizem. Após esse período, qualquer irregularidade deve ser investigada com um ginecologista. O quadro então começa a ser tratado como uma possível disfunção ovariana, como a Síndrome do Ovário Policístico.  

 

Contudo, o diagnóstico da SOP em adolescentes requer muita atenção, pois nem sempre uma adolescente com ovário policístico possui a síndrome. A SOP está diretamente ligada ao hiperandrogenismo, que acarreta a produção excessiva de hormônios androgênios,  como a testosterona. Seus principais sintomas são irregularidade menstrual, ausência de ovulação, aumento da oleosidade da pele, acne, aumento de pelos corporais e faciais e queda de cabelo. A síndrome também causa alterações metabólicas e maior resistência à insulina, o que favorece doenças como  diabetes, obesidade e hipertensão arterial.

 

Por essa razão, ovários policísticos na adolescência não são um indicativo de Síndrome do Ovário Policístico. O primeiro é resultado da imaturidade do eixo hipotálamo-hipofisário-ovariano, enquanto a segunda situação consiste em um distúrbio ovulatório. 

 

 

Como é feito o diagnóstico dos ovários policísticos e SOP: sintomas e alterações físicas podem ajudar a identificar o problema

 

O diagnóstico do ovário policístico na adolescente é feito a partir de exames hormonais. Quando a adolescente já menstrua há mais de dois anos e continua com  irregularidades, o ginecologista passa a trabalhar com a hipótese da Síndrome do Ovários Policísticos (SOP). Além disso, é importante observar os sintomas físicos. A acne, por exemplo, é uma condição comum durante a adolescência. No entanto, dependendo do grau, pode indicar alguma disfunção hormonal mais séria. 

 

Deve-se também estar atento ao excesso de pelos, principalmente quando estão distribuídos em regiões tipicamente masculinas ( buço, maçãs do rosto, tórax, pescoço). Algumas meninas com SOP podem apresentar ganho de peso e presença de manchas escurecidas em áreas de dobras, como pescoço e axila. 

 

 

Tratamento dos ovários policísticos na adolescência

 

Ovários policísticos sem origem disfuncional não costumam necessitar de tratamento específico. Na maioria das vezes os cistos desaparecem sozinhos, estabilizando o quadro. Quando o ciclo menstrual se mantém irregular por mais de dois anos após a menarca, o ginecologista tende a receitar medicação hormonal, como a pílula anticoncepcional. 

 

Quando ocorre o diagnóstico da SOP, o tratamento também é direcionado ao uso de medicação hormonal. Como complemento, é indicado cuidados específicos com a alimentação, pois certos alimentos intensificam o quadro, enquanto outros ajudam a estabilizar. Por fim, a prática de atividades físicas diária e redução do estresse são grandes aliados no controle da síndrome.

 

semprelivre_bottom1_dance_new

  • Menstruação
    Posso ir à praia ou piscina menstruada? Saiba como curtir o verão sem neuras!
    Foi para um lugar de praia e ficou menstruada no meio da viagem? Não tem problema! Com a ..
  • Menstruação
    Veja 6 situações do dia a dia que quem sente muita cólica vai se identificar
    “Oi, sumida?!”. Todo mês as cólicas surgem de surpresa, como a mensagem daquele cari..
  • Menstruação
    Qual a diferença entre cobertura suave e seca? Saiba como escolher a ideal para você!
    Quem já se perguntou alguma vez por que existem taaaantas opções de absorventes diferen..
  • Menstruação
    Frescura? Sério? Pensamentos que passam pela sua cabeça quando alguém reclama da sua TPM
    Apesar da tensão pré-menstrual ser um momento só seu, todo mundo adora dar pitacos, né..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • Quiz
    Você sabe qual a diferença do período fértil e ovulação? Teste seus conhecimentos
    A ovulação e o período fértil são duas fases do ciclo menstrual em que a mulher tem mais...
    Você sabe qual a diferença do período fértil e ovulação?  Teste seus conhecimentos
  • Menstruação
    Menstruação preta: veja por que a menstruação escurece
    Na maioria das vezes, a menstruação preta é normal e não representa problemas de saúde....
    Menstruação preta: veja por que a menstruação escurece
  • Menstruação
    Quantos dias depois de acabar o anticoncepcional desce a menstruação? tire 4 dúvidas sobre anticoncepcional hormonal
    Muitas mulheres ficam em dúvida sobre quantos dias depois de acabar o anticoncepcional...
    Quantos dias depois de acabar o anticoncepcional desce a menstruação? tire 4 dúvidas sobre anticoncepcional hormonal
  • SE CUIDA!
    Primeira consulta com ginecologista: pode ser online?
    A primeira consulta com o ginecologista é um momento muito importante para esclarecer...
    Primeira consulta com ginecologista: pode ser online?
  • VER TODAS >