Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

Outubro Rosa: saiba identificar os sinais de câncer de mama para procurar ajuda médica

Outubro Rosa: saiba identificar os sinais de câncer de mama para procurar ajuda médica

O Outubro Rosa é uma data muito importante, pois é quando acontece a campanha de conscientização do câncer de mama, um tipo de câncer que atinge majoritariamente as mulheres, mas também pode afetar os homens. A presença de nódulos e caroços nos seios é o sintoma do câncer de mama mais conhecido, porém, é importante entender que este não é o único sinal de alerta da doença. Outras alterações, como edemas na pele e secreção de líquido pelos mamilos, também podem ser indicativos de câncer de mama e merecem uma avaliação médica.

 

Veja também: Outubro rosa: Aprenda a técnica do autoexame das mamas com dicas de um ginecologista

 

No mês de prevenção e combate à doença mamária, vale esclarecer quais são os principais sintomas do câncer de mama para ficar atenta! Aprenda a identificá-los e saiba quando procurar ajuda: 

 

  • Inchaço ou vermelhidão na pele;

  • Mudanças na textura da pele, que pode ficar semelhante à casca de laranja;

  • Retração da pele e/ou do mamilo (que pode chegar à inversão);

  • Mamas doloridas ou dor no mamilo;

  • Inchaço no braço;

  • Hiperemia (condição em que a mama fica avermelhada e com a temperatura elevada);

  • Presença de nódulos (caroços) endurecidos e fixos;

  • Abaulamento da mama;

  • Descamação do mamilo;

  • Saída de secreção líquida das mamas (podendo ser transparente, rosada ou avermelhada);

  • Aparecimento de nódulos na axila ou no pescoço;

 

Ao notar qualquer uma dessas alterações, é importante agendar uma consulta com o(a) médico(a). Além disso, mesmo na ausência de sintomas, certifique-se de fazer um acompanhamento ginecológico regular e manter os exames de rotina sempre em dia.

 

O que é câncer de mama?

 

O câncer de mama é um tumor maligno que acontece quando um conjunto de células mamárias passa a se multiplicar descontroladamente. O câncer de mama pode ser invasivo quando a membrana do tumor se rompe e as células cancerígenas se espalham para outras partes do corpo ou não invasivo (também conhecido como câncer in situ), quando a membrana não se rompe e as células do câncer se concentram dentro do nódulo mamário. 

 

Vale esclarecer que todo câncer não invasivo (câncer in situ) pode se tornar um câncer invasivo. 

 

Como é feito o diagnóstico para câncer de mama?

 

Para diagnosticar o câncer de mama é necessário passar pelo exame clínico da mama feito por um médico. Para complementar a investigação, o profissional pode pedir alguns exames de imagem como mamografia, ressonância magnética, ecografia, entre outros. Por fim, a confirmação é feita por meio de uma biópsia do tecido coletado. 

 

Qual é o tratamento para câncer de mama?

 

O tratamento do câncer de mama será feito com base nos resultados dos exames e no prognóstico do(a) paciente. As opções de tratamento podem ser feitas isoladamente ou combinadas.

 

A cirurgia para retirada do câncer (que pode retirar apenas parte da mama ou a mama inteira) é sempre necessária. Em alguns casos, o procedimento cirúrgico pode ser acompanhado de outros tratamentos, como a radioterapia e a quimioterapia. 

 

Como prevenir o câncer de mama?

 

A adoção de alguns hábitos saudáveis ajuda a reduzir as chances de câncer de mama. Entre eles, estão a prática regular de exercícios físicos, ter uma alimentação saudável, evitar o estresse e o consumo de bebidas alcoólicas e controlar o ganho de peso. A amamentação também contribui para a prevenção do câncer de mama, pois estimula as glândulas mamárias e diminui a quantidade de hormônios (como o estrogênio) na corrente sanguínea. 

 

Além disso, é importante manter um acompanhamento com o(a) ginecologista e fazer todos os exames necessários com a frequência indicada. E, é claro, realizar o autoexame das mamas com regularidade em casa. 

 

Como fazer o autoexame de mamas: passo a passo para fazer em casa 

 

  • Em pé

 

Passo 1) Em frente ao espelho, observe os seios com os braços em repouso;

 

Passo 2) Coloque as mãos atrás da cabeça e observe as características dos mamilos (tamanho, posição e formato);

 

Passo 3) Pressione levemente os mamilos para ver se há saída de secreção;

 

Passo 4) Levante o braço esquerdo e o apoie atrás da cabeça;

 

Passo 5) Com a mão direita, examine a mama esquerda;

 

Passo 6) Use a polpa dos dedos e, com movimentos circulares e de cima para baixo, avalie toda a mama;

 

Passo 7) Repita os mesmos passos com a outra mama;

 

Passo 8) Apalpe também as axilas;

 

  • Deitada

 

Passo 1) Quando for examinar a mama direita, coloque uma toalha de apoio sobre o ombro direito;

 

Passo 2) Repita o processo descrito anteriormente e sinta a mama com a polpa dos dedos;

 

Passo 3) Apalpe também as axilas;

semprelivre_bottom1_dance_new

  • VOCÊ SABIA?
    Ih, choveu! Veja ideias do que fazer para se divertir com as amigas mesmo dentro de casa
    Tem dias que a gente combina de sair com as amigas, mas a previsão do tempo não colabora..
  • VOCÊ SABIA?
    6 coisas que você precisa saber antes de viajar com seus amigos
    Fazer uma viagem acompanhada de amigos é uma das melhores coisas da vida! Se divertir, pa..
  • VOCÊ SABIA?
    4 coisas que passam pela sua cabeça antes de chegar ao primeiro encontro
    Por mais que a gente seja confiante, o primeiro encontro com o carinha interessante sempre..
  • VOCÊ SABIA?
    Vai passar o dia na praia? Veja o que levar na bolsa!
    No verão, tudo o que a gente mais quer é relaxar, se divertir e ficar com aquele bronzea..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • Quiz
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
    As ISTs são um grupo de infecções que têm como principal via de transmissão o sexo. Elas...
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
  • Quiz
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
    As ISTs são um grupo de infecções que têm como principal via de transmissão o sexo. Elas...
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
  • Menstruação
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
    A cólica é um sintoma que normalmente é associado à chegada da menstruação. No entanto,...
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
  • Menstruação
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
    A cólica é um sintoma que normalmente é associado à chegada da menstruação. No entanto,...
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
  • VER TODAS >