Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

Odor na vagina: veja o que o cheiro na região íntima pode indicar

Odor na vagina: veja o que o cheiro na região íntima pode indicar

Toda vagina tem um cheiro natural característico provocado pela liberação de secreções fisiológicas. Na maioria das vezes, ele é pouco perceptivo e não é um indício de que há algo de errado com a saúde íntima feminina. Porém, quando o cheiro é muito desagradável e não cessa mesmo após a higienização, ele pode ser um sinal de algum desequilíbrio na região íntima, principalmente quando acompanhado de outros sintomas, como corrimento com coloração atípica, coceira e ardência ao urinar. Nesse caso, o mau cheiro na vagina costuma ser provocado por infecções vaginais, como vaginose bacteriana e tricomoníase. Conheça as principais causas de odor na vagina e como solucionar o problema.

 

Veja também: Odor forte na vagina: o que pode ser e como evitar?

 

1. Higiene inadequada 

 

Sem uma higiene íntima adequada, a região pode sofrer com odores provocados pelo acúmulo de esmegma nos lábios da vulva e ao redor do clitóris, transpiração na virilha, secreções vaginais, e resíduos de urina. Portanto, uma medida importante para evitar o mau cheiro na vagina é fazer a limpeza correta no banho e utilizar o produto adequado. 

 

A higiene íntima deve ser feita com água e sabão diariamente no banho. O produto mais indicado é o sabonete líquido íntimo com pH neutro, que deve ser usado apenas na vulva (região externa do órgão feminino). Os sabonetes corporais não são indicados pois seus componentes químicos podem desregular o pH vaginal e provocar alergias e corrimentos. 

 

Veja também: Partes da vagina: saiba como fazer a higiene em cada região

 

2. Inflamações por alergia e irritação local 

 

A vulvovaginite é uma inflamação muito comum que ocorre na vulva e na vagina simultaneamente. A condição geralmente é provocada por alergia e irritação na região íntima causada por componentes químicos presentes em produtos como sabonete, papel higiênico, cremes, sabão usado para lavar as calcinhas, alergia ao material da camisinha e ficar muito tempo com o mesmo absorvente íntimo interno ou externo. Além disso, a inflamação também costuma surgir associada à infecções vaginais com cheiro forte e vermelhidão na vulva. 

 

Veja também: Vulvovaginite: o que é, causas e tratamento

 

3. Infecções vaginais 

 

Vaginose bacteriana: a causa mais comum para mau cheiro na vagina são infecções vaginais, como a vaginose bacteriana, infecção provocada pela proliferação da bactéria Gardnerella Vaginalis na flora vaginal. Seu principal sintoma é corrimento amarelo ou acinzentado acompanhado de odor forte semelhante a cheiro de peixe podre. A vaginose bacteriana também torna o pH da vagina menos ácido, o que contribui para o cheiro forte, principalmente durante a menstruação, pois nesse período a ação das bactérias aumenta.  

 

Candidíase: a infecção fúngica é outra infecção vaginal comum entre as mulheres e uma das principais causas de corrimento na vagina. No entanto, o corrimento decorrente da candidíase não costuma ter mau cheiro ou cheiro forte e, por isso, ela não é uma das principais suspeitas para quadros de mau cheiro na vagina. A  candidíase ocorre devido a proliferação desordenada do fungo Candida na flora vaginal. Seus sintomas são corrimento branco leitoso, ardor ao urinar e durante a relação sexual e coceira vaginal. 

 

Tricomoníase: o odor na vagina também pode ser provocado por Infecções Sexualmente Transmissíveis. Uma delas é a tricomoníase, uma infecção provocada pelo pelo parasita Trichomonas Vaginalis que pode ser assintomática ou apresentar sintomas como mau cheiro, corrimento amarelo-esverdeado com odor, coceira vaginal, ardência ao urinar ou durante o sexo.  Menos comumente, o mau cheiro vaginal também pode ser sintoma de outras ISTs como clamídia e gonorréia. 

 

Tratamento para mau cheiro na vagina é feito com medicamentos e mudança de hábitos 

 

Para eliminar o odor na vagina, primeiro é necessário descobrir a causa do problema. Para isso, a mulher deve ir ao ginecologista fazer o exame preventivo (papanicolau), onde o médico coleta uma amostra das células da região íntima para análise e confirma qual é o agente causador. Com a condição diagnosticada, o tratamento correto pode ser iniciado. 

 

A vaginose bacteriana é tratada com uso de antibiótico, enquanto o tratamento da candidíase é feito com remédio antifúngico. Em ambos os casos, a medicação pode ser receitada via oral ou com uso de cremes aplicados diretamente na vagina. A tricomoníase e outras ISTs são tratadas com antibióticos via oral. 

 

O  tratamento da vulvovaginite não infecciosa pode ser feito com uso de remédios corticoides ou cremes tópicos para aliviar os sintomas. É importante que a paciente evite usar os produtos causadores da irritação ou comece a usá-los de maneira adequada.   

 

Confira algumas dicas para evitar o odor vaginal forte:

 

  • Evitar o uso de roupas justas e apertadas que abafem a região íntima; 

 

  • Dê preferência por calcinhas de algodão; 

 

  • Evite passar muito tempo com biquíni e maiôs molhados; 

 

  • Não compartilhar toalhas e objetos íntimos; 

 

  • Controlar o consumo de açúcar e carboidrato; 

 

  • Usar camisinha em todas as relações sexuais.

SL_Arroba_turbante_Semprejunta

Symantic Display

  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    pH da vagina: 6 coisas que podem desregular a acidez da região íntima feminina
    pH da vagina: 6 coisas que podem desregular a acidez da região íntima feminina
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Mau cheiro na virilha e região íntima da mulher o que pode ser e como tratar?
    Mau cheiro na virilha e região íntima da mulher o que pode ser e como tratar?
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Odor forte na vagina: o que pode ser e como evitar?
    Odor forte na vagina: o que pode ser e como evitar?
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Mau cheiro na vagina: o que pode ser?
    Mau cheiro na vagina: o que pode ser?
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Espinhas na região íntima: entenda o que isso pode significar e o que fazer
    Espinhas na região íntima: entenda o que isso pode significar e o que fazer
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    7 sintomas que podem indicar problemas na sua saúde íntima
    7 sintomas que podem indicar problemas na sua saúde íntima
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Coceira na vagina? Entenda o que pode estar acontecendo com sua região íntima
    Coceira na vagina? Entenda o que pode estar acontecendo com sua região íntima
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • Menstruação
    Menstruação
    Menstruação com coágulos pode indicar alterações hormonais. Veja o que fazer
    Menstruação com coágulos pode indicar alterações hormonais. Veja o que fazer
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • VOCÊ SABIA?
    VOCÊ SABIA?
    Você sabe o que é empatia? Veja como ela pode melhorar seu relacionamento com as pessoas
    Você sabe o que é empatia? Veja como ela pode melhorar seu relacionamento com as pessoas
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • Menstruação
    Menstruação
    Pele sensível na região íntima? Sempre Livre Adapt Plus cobertura suave pode te ajudar
    Pele sensível na região íntima? Sempre Livre Adapt Plus cobertura suave pode te ajudar
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • semprelivre_bottom1_dance_new

  • Menstruação
    Posso ir à praia ou piscina menstruada? Saiba como curtir o verão sem neuras!
    Foi para um lugar de praia e ficou menstruada no meio da viagem? Não tem problema! Com a ..
  • Menstruação
    Veja 6 situações do dia a dia que quem sente muita cólica vai se identificar
    “Oi, sumida?!”. Todo mês as cólicas surgem de surpresa, como a mensagem daquele cari..
  • Menstruação
    Qual a diferença entre cobertura suave e seca? Saiba como escolher a ideal para você!
    Quem já se perguntou alguma vez por que existem taaaantas opções de absorventes diferen..
  • Menstruação
    Frescura? Sério? Pensamentos que passam pela sua cabeça quando alguém reclama da sua TPM
    Apesar da tensão pré-menstrual ser um momento só seu, todo mundo adora dar pitacos, né..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • SE CUIDA!
    Corrimento rosado: o que pode ser?
    O corrimento rosado geralmente é uma secreção vaginal acompanhada de sangue em quantidade...
    Corrimento rosado: o que pode ser?
  • Menstruação
    Como saber se vou menstruar ou se estou grávida?
    Alguns sintomas antes da menstruação descer, como sensibilidade mamária, inchaço e ganho...
    Como saber se vou menstruar ou se estou grávida?
  • Menstruação
    5 posições que podem ajudar a aliviar cólica menstrual
    A cólica menstrual é uma consequência das contrações que o útero faz para expelir a...
    5 posições que podem ajudar a aliviar cólica menstrual
  • Menstruação
    Menstruação com cheiro forte é normal?
    A menstruação com cheiro forte é sempre um sinal de alerta. Normalmente, ela está...
    Menstruação com cheiro forte é normal?
  • VER TODAS >