Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

Odor na vagina: veja o que o cheiro na região íntima pode indicar

Odor na vagina: veja o que o cheiro na região íntima pode indicar

Toda vagina tem um cheiro natural característico provocado pela liberação de secreções fisiológicas. Na maioria das vezes, ele é pouco perceptivo e não é um indício de que há algo de errado com a saúde íntima feminina. Porém, quando o cheiro é muito desagradável e não cessa mesmo após a higienização, ele pode ser um sinal de algum desequilíbrio na região íntima, principalmente quando acompanhado de outros sintomas, como corrimento com coloração atípica, coceira e ardência ao urinar. Nesse caso, o mau cheiro na vagina costuma ser provocado por infecções vaginais, como vaginose bacteriana e tricomoníase. Conheça as principais causas de odor na vagina e como solucionar o problema.

 

Veja também: Odor forte na vagina: o que pode ser e como evitar?

 

1. Higiene inadequada 

 

Sem uma higiene íntima adequada, a região pode sofrer com odores provocados pelo acúmulo de esmegma nos lábios da vulva e ao redor do clitóris, transpiração na virilha, secreções vaginais, e resíduos de urina. Portanto, uma medida importante para evitar o mau cheiro na vagina é fazer a limpeza correta no banho e utilizar o produto adequado. 

 

A higiene íntima deve ser feita com água e sabão diariamente no banho. O produto mais indicado é o sabonete líquido íntimo com pH neutro, que deve ser usado apenas na vulva (região externa do órgão feminino). Os sabonetes corporais não são indicados pois seus componentes químicos podem desregular o pH vaginal e provocar alergias e corrimentos. 

 

Veja também: Partes da vagina: saiba como fazer a higiene em cada região

 

2. Inflamações por alergia e irritação local 

 

A vulvovaginite é uma inflamação muito comum que ocorre na vulva e na vagina simultaneamente. A condição geralmente é provocada por alergia e irritação na região íntima causada por componentes químicos presentes em produtos como sabonete, papel higiênico, cremes, sabão usado para lavar as calcinhas, alergia ao material da camisinha e ficar muito tempo com o mesmo absorvente íntimo interno ou externo. Além disso, a inflamação também costuma surgir associada à infecções vaginais com cheiro forte e vermelhidão na vulva. 

 

Veja também: Vulvovaginite: o que é, causas e tratamento

 

3. Infecções vaginais 

 

Vaginose bacteriana: a causa mais comum para mau cheiro na vagina são infecções vaginais, como a vaginose bacteriana, infecção provocada pela proliferação da bactéria Gardnerella Vaginalis na flora vaginal. Seu principal sintoma é corrimento amarelo ou acinzentado acompanhado de odor forte semelhante a cheiro de peixe podre. A vaginose bacteriana também torna o pH da vagina menos ácido, o que contribui para o cheiro forte, principalmente durante a menstruação, pois nesse período a ação das bactérias aumenta.  

 

Candidíase: a infecção fúngica é outra infecção vaginal comum entre as mulheres e uma das principais causas de corrimento na vagina. No entanto, o corrimento decorrente da candidíase não costuma ter mau cheiro ou cheiro forte e, por isso, ela não é uma das principais suspeitas para quadros de mau cheiro na vagina. A  candidíase ocorre devido a proliferação desordenada do fungo Candida na flora vaginal. Seus sintomas são corrimento branco leitoso, ardor ao urinar e durante a relação sexual e coceira vaginal. 

 

Tricomoníase: o odor na vagina também pode ser provocado por Infecções Sexualmente Transmissíveis. Uma delas é a tricomoníase, uma infecção provocada pelo pelo parasita Trichomonas Vaginalis que pode ser assintomática ou apresentar sintomas como mau cheiro, corrimento amarelo-esverdeado com odor, coceira vaginal, ardência ao urinar ou durante o sexo.  Menos comumente, o mau cheiro vaginal também pode ser sintoma de outras ISTs como clamídia e gonorréia. 

 

Tratamento para mau cheiro na vagina é feito com medicamentos e mudança de hábitos 

 

Para eliminar o odor na vagina, primeiro é necessário descobrir a causa do problema. Para isso, a mulher deve ir ao ginecologista fazer o exame preventivo (papanicolau), onde o médico coleta uma amostra das células da região íntima para análise e confirma qual é o agente causador. Com a condição diagnosticada, o tratamento correto pode ser iniciado. 

 

A vaginose bacteriana é tratada com uso de antibiótico, enquanto o tratamento da candidíase é feito com remédio antifúngico. Em ambos os casos, a medicação pode ser receitada via oral ou com uso de cremes aplicados diretamente na vagina. A tricomoníase e outras ISTs são tratadas com antibióticos via oral. 

 

O  tratamento da vulvovaginite não infecciosa pode ser feito com uso de remédios corticoides ou cremes tópicos para aliviar os sintomas. É importante que a paciente evite usar os produtos causadores da irritação ou comece a usá-los de maneira adequada.   

 

Confira algumas dicas para evitar o odor vaginal forte:

 

  • Evitar o uso de roupas justas e apertadas que abafem a região íntima; 

 

  • Dê preferência por calcinhas de algodão; 

 

  • Evite passar muito tempo com biquíni e maiôs molhados; 

 

  • Não compartilhar toalhas e objetos íntimos; 

 

  • Controlar o consumo de açúcar e carboidrato; 

 

  • Usar camisinha em todas as relações sexuais.

SL_Arroba_turbante_Semprejunta

Symantic Display

  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    pH da vagina: 6 coisas que podem desregular a acidez da região íntima feminina
    pH da vagina: 6 coisas que podem desregular a acidez da região íntima feminina
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Mau cheiro na virilha e região íntima da mulher o que pode ser e como tratar?
    Mau cheiro na virilha e região íntima da mulher o que pode ser e como tratar?
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Coceira na vagina? Entenda o que pode estar acontecendo com sua região íntima
    Coceira na vagina? Entenda o que pode estar acontecendo com sua região íntima
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Odor forte na vagina: o que pode ser e como evitar?
    Odor forte na vagina: o que pode ser e como evitar?
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    7 sintomas que podem indicar problemas na sua saúde íntima
    7 sintomas que podem indicar problemas na sua saúde íntima
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • Menstruação
    Menstruação
    Menstruação com coágulos pode indicar alterações hormonais. Veja o que fazer
    Menstruação com coágulos pode indicar alterações hormonais. Veja o que fazer
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Espinhas na região íntima: entenda o que isso pode significar e o que fazer
    Espinhas na região íntima: entenda o que isso pode significar e o que fazer
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Mau cheiro na vagina: o que pode ser?
    Mau cheiro na vagina: o que pode ser?
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    coceira na vagina, o que pode ser? Veja causas e tratamentos
    coceira na vagina, o que pode ser? Veja causas e tratamentos
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Higiene íntima na medida: o que a falta ou excesso de limpeza pode causar
    Higiene íntima na medida: o que a falta ou excesso de limpeza pode causar
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • semprelivre_bottom1_dance_new

  • SEGREDINHOS DE MULHER
    Cravos no nariz: saiba como os pontinhos pretos aparecem na sua pele e como se livrar deles
    Sabe aqueles pontinhos escuros que vez ou outra surgem na nossa pele? Eles são chamados d..
  • SEGREDINHOS DE MULHER
    Aprenda 5 truques de maquiagem que vão levantar sua autoestima!
    Sabe aqueles dias que você não acorda muito satisfeita com o espelho? Ou quando você es..
  • SEGREDINHOS DE MULHER
    Confira 4 dicas para ter unhas fortes e saudáveis!
    Ter unhas bonitas não é uma tarefa tão simples como parece, né? Mas com cuidado a gent..
  • SEGREDINHOS DE MULHER
    Vai sair com um boy novo? Veja 8 dicas para um encontro perfeito!
    Pode ser aquela pessoa que pega o mesmo transporte que você todos os dias ou o garoto da ..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • SE CUIDA!
    Diafragma contraceptivo: como usar? Saiba mais sobre o método
    O diafragma contraceptivo é um método de barreira utilizado durante a relação sexual. O...
    Diafragma contraceptivo: como usar? Saiba mais sobre o método
  • SE CUIDA!
    Coceira dentro da vagina: o que pode ser?
    Coceira dentro da vagina, também chamada de prurido vaginal, é um incômodo que pode ter...
    Coceira dentro da vagina: o que pode ser?
  • SE CUIDA!
    Quantos dias depois da menstruação pode ter relação sexual?
    Transar menstruada ou nos dias seguintes à menstruação ainda é um assunto que gera...
    Quantos dias depois da menstruação pode ter relação sexual?
  • SE CUIDA!
    Retenção de líquido é uma das principais causas para dor nos seios. Saiba mais!
    É normal sentir os seios doloridos e inchados durante os períodos pré-menstrual e...
    Retenção de líquido é uma das principais causas para dor nos seios. Saiba mais!
  • VER TODAS >