Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

Odor forte na vagina: o que pode ser e como evitar?

Odor forte na vagina: o que pode ser e como evitar?

Odor na vagina pode ter muitas explicações. No entanto, é preciso lembrar que o órgão sexual feminino tem um cheiro característico, sim, e isso não é motivo para ter qualquer tipo de nojo ou vergonha. A região íntima também produz suor e gorduras, além de secreções naturais, por isso é comum apresentar um cheiro vaginal específico no final do dia. Mas, se você perceber um mau cheiro na vagina mais intenso do que o comum, fique de olho nos sintomas que podem vir em seguida, como corrimento, coceira e ardência. Nesse caso, o odor vaginal costuma ser um sinal de infecções vaginais, como candidíase, vaginose bacteriana, e inflamação na região íntima. O Só Delas conversou com o especialista Jorge Valente, vamos entender mais sobre as causas do odor vaginal e quando o problema deve ser levado ao médico.

Odor da vagina muito forte pode ser sinal de infecção vaginal. Saiba como identificar

 

Segundo o ginecologista, o odor forte na região íntima é sempre um sinal de alguma irregularidade no ambiente vaginal. Por isso, o médico ressalta que vale observar se ele vem acompanhado de coceira, vermelhidão e corrimento, sintomas comuns de problemas como infecção e inflamação vaginal. As causas mais recorrentes de mau cheiro na vagina candidíase, vaginose bacteriana, tricomoníase e vulvovaginite, esta última uma inflamação que ocorre na vulva e na vagina simultaneamente.  Em todo o caso, a qualquer sinal de odor vaginal, marque uma consulta com seu ginecologista para fazer um exame. Identificar problemas como esse logo no início facilita o tratamento e previne complicações. 

 

Candidíase e vaginose bacteriana: infecções vaginais são provocadas por desequilíbrio na flora vaginal e causam mau cheiro na vagina

 

A candidíase e a vaginose bacteriana são duas infecções vaginais provocadas por microorganismos que levam ao desequilíbrio na flora vaginal. A flora vaginal é composta por uma população de lactobacilos responsáveis pela manutenção da saúde da região íntima, formando uma barreira contra o crescimento e invasão de microorganismos infecciosos. Quando ocorre um desequilíbrio no ambiente natural da vagina, os lactobacilos se enfraquecem e tornam o ambiente mais vulnerável.

 Em ambos os casos, a mulher manifesta sintomas como corrimento de coloração e aspecto atípico, que pode vir ou não acompanhado de mau cheiro. A candidíase é provocada pelo fungo Candida, enquanto a vaginose bacteriana é provocada pela bactéria Gardnerella Vaginalis. 

 

Tanto a vaginose bacteriana como a candidíase precisam ser tratadas com uso de medicação, que pode ser oral ou local.

 

Tricomoníase: infecção é transmitida via sexual 

 

A  tricomoníase é uma infecção vaginal provocada pelo parasita Trichomonas vaginalis. Ela é transmitida via relações sexuais e, por este motivo, é considerada uma IST (Infecção Sexualmente Transmissível). A tricomoníase pode ser assintomática ou manifestar sintomas como corrimento, coceira vaginal, ardência ao urinar ou durante o sexo e mau cheiro na vagina. O tratamento de tricomoníase é feito com medicação antibiótico. Por ser transmitida sexualmente a melhor maneira de prevenir é o uso de camisinha em todas as relações sexuais. 


 

Infecções vaginais podem evoluir para quadro de vulvovaginite e provocar odor na vagina

 

A vulvovaginite é uma inflamação que ocorre na vulva e na vagina. Normalmente, ela é uma complicação de infecções já existentes, mas também pode ser causada por higiene inadequada, alergia a produtos químicos em contato com a região íntima, roupas muito apertadas e relações sexuais sem camisinha.  

De acordo com o médico, o tratamento normalmente é feito com antibióticos ou antifúngicos, dependendo do tipo de agente causador (fungo, bactéria, parasita ou vírus). Assim, os especialistas identificam na secreção vaginal da mulher a presença desses pequenos agentes após o resultado do exame preventivo. Por isso, não fique adiando a visita ao ginecologista e faça o papanicolau (preventivo) uma vez ao ano

 

Dicas de como evitar infecções vaginais que provocam odor vaginal

 

Para evitar o odor vaginal, é importante prestar atenção em alguns hábitos da sua rotina que podem estar provocando desequilíbrios na região íntima. Nós separamos algumas dicas para te ajudar a prevenir quadros de mau cheiro vaginal. 

 

Procure fazer a higiene íntima com sabonete íntimo líquido com pH neutro: o sabonete corporal não é indicado para fazer a higiene íntima, pois seus componentes químicos podem desregular o pH vaginal;

 

Evite compartilhar toalhas e roupas íntimas com outras pessoas: complartilhar roupas íntimas pode aumentar os riscos de contrair doenças e infecções vaginais; 

 

3  Dê preferência por calcinhas de algodão: o algodão é um tecido que permite melhor ventilação da região íntima;

 

4 Evite ficar o dia todo com o biquíni ou maiô molhado: manter a região íntima úmida por muito tempo favorece a proliferação de fungos e bactérias;

 

5 Use camisinha sempre: a camisinha é a principal forma de se proteger contra ISTs.

 

 

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Jorge de Aguiar Valente Filho - Ginecologista
CRM: 13476

SL_Arroba_turbante_Semprejunta

Symantic Display

  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Da coceira ao odor forte: saiba quais são os problemas vaginais comuns e que não podem ser ignorados
    Da coceira ao odor forte: saiba quais são os problemas vaginais comuns e que não podem ser ignorados
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • Menstruação
    Menstruação
    Menstruação e piscina não combinam. Quem disse? Veja como O.B.® pode ser seu aliado nessas horas
    Menstruação e piscina não combinam. Quem disse? Veja como O.B.® pode ser seu aliado nessas horas
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Mau cheiro na vagina: o que pode ser?
    Mau cheiro na vagina: o que pode ser?
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Mau cheiro na virilha e região íntima da mulher o que pode ser e como tratar?
    Mau cheiro na virilha e região íntima da mulher o que pode ser e como tratar?
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • Menstruação
    Menstruação
    Atraso na menstruação: o que pode ser e como ter o diagnóstico correto?
    Atraso na menstruação: o que pode ser e como ter o diagnóstico correto?
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Dor na vagina: 6 fatores que podem provocar o desconforto e como tratar
    Dor na vagina: 6 fatores que podem provocar o desconforto e como tratar
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Coceira na virilha: o que pode ser e como acabar com esse incômodo
    Coceira na virilha: o que pode ser e como acabar com esse incômodo
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Se proteger da candidíase pode ser mais simples do que você imagina. Saiba como!
    Se proteger da candidíase pode ser mais simples do que você imagina. Saiba como!
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    O que pode ser a ardência na vagina e como tratar?
    O que pode ser a ardência na vagina e como tratar?
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Tenho sentido um odor diferente na minha calcinha. O que pode ser?
    Tenho sentido um odor diferente na minha calcinha. O que pode ser?
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • semprelivre_bottom1_dance_new

  • SE CUIDA!
    Lavar a calcinha no box é ruim? Confira dicas para cuidar de suas roupas íntimas!
    Você costuma lavar a calcinha no box e nem sabe se isso faz mal? Então é bom ficar de o..
  • SE CUIDA!
    Conheça 6 hábitos que podem causar corrimento vaginal e você nem sabia
    Você sabe o que causa corrimento vaginal? Alguns costumes da nossa rotina podem ser os pr..
  • SE CUIDA!
    Marcou consulta com o ginecologista? Listamos 6 coisas que você deve saber antes de ir!
    Uma coisa é certa: ir ao ginecologista pelo menos duas vezes ao ano é fundamental para a..
  • SE CUIDA!
    Você sabe qual é a diferença entre CAREFREE® TodoDia Flexi e CAREFREE® Proteção? Descubra e use os produtos da forma certa!
    Atualmente é comum passarmos o dia todo fora, mas do trabalho até a volta para casa muit..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • PRIMEIRA VEZ
    Primeira menstruação: 11 fatos importantes para te ajudar a se preparar para a menarca
    A primeira menstruação, chamada de menarca pela ciência, marca o início da vida...
    Primeira menstruação: 11 fatos importantes para te ajudar a se preparar para a menarca
  • Menstruação
    Absorvente Sempre Livre Adapt Plus proporciona conforto flexibilidade e discrição. Confira!
    Toda mulher merece um absorvente que a deixe confortável e segura sem precisar abrir mão...
    Absorvente Sempre Livre Adapt Plus proporciona conforto flexibilidade e discrição. Confira!
  • Menstruação
    O.B.® Médio ProComfort é a melhor opção para fluxo moderado: conheça os benefícios
    A maneira ideal de escolher o absorvente interno é saber identificar qual é a intensidade...
    O.B.® Médio ProComfort é a melhor opção para fluxo moderado: conheça os benefícios
  • Menstruação
    Cor da menstruação: vermelha, marrom ou preta pode mudar com o tempo?
    Você já deve ter percebido que a cor da menstruação muda ao longo do período menstrual. A...
    Cor da menstruação: vermelha, marrom ou preta pode mudar com o tempo?
  • VER TODAS >