Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

O que é sífilis? Saiba quais são as causas, os sintomas e como é o tratamento da IST!

O que é sífilis? Saiba quais são as causas, os sintomas e como é o tratamento da IST!

A sífilis, com certeza, está entre as DST’s (Doenças Sexualmente Transmissíveis) mais popularmente conhecidas. Se você tem a vida sexual ativa, é bem provável que já tenha ouvido falar nesse transtorno. A doença é causada pela bactéria Treponema pallidum e, na maioria das vezes, é transmitida através do contato íntimo sem proteção. Para se proteger da condição, é importante estar ciente de suas causas, sintomas e, principalmente, formas de prevenção.Confira tudo a respeito da sífilis.

 

Sífilis: o que é? 

 

Assim como várias outras infecções sexualmente transmissíveis, a sífilis também é provocada por uma bactéria, que recebe o nome de Treponema pallidum. Essa contaminação, normalmente, é transmitida através de uma relação íntima sem o uso do preservativo.  

 

O diagnóstico da doença pode ser realizado de diversas maneiras. Nos casos mais simples, é necessário realizar a raspagem das feridas para avaliar a presença da bactéria. Esse método é mais usado nas fases iniciais da sífilis primária ou secundária, que ainda serão descritas mais à frente.  

 

Por outro lado, exames de sangue também podem ser uma boa alternativa para identificar a infecção, principalmente em quadros assintomáticos. Na pior das hipóteses, em caso de sífilis terciária, pode ser preciso coletar o líquido cefalorraquidiano, presente na medula espinhal, para reconhecer a doença no sistema nervoso.  

 

Como contrair sífilis? Sexo sem proteção é a principal causa

 

Boa parte da população já deve ter se conscientizado que a principal forma de transmissão da sífilis é através da relação sexual sem proteção. Porém, o que poucos sabem é que a doença também pode ser disseminada por meio de contatos mais superficiais, como boca ou pele. Isso acontece, principalmente, quando há a presença de lesões nesses locais. Em casos mais raros, a DST também pode ser propagada por transfusão de sangue e no compartilhamento de objetos contaminados, como uma agulha.  

 

Sífilis: como evitar? Camisinha sempre!

 

O uso do preservativo, também conhecido como camisinha (pode ser masculina ou feminina), é imprescindível na hora de se prevenir contra a sífilis! É importante utilizar a proteção em qualquer contato íntimo e não apenas quando há penetração. Pessoas que já contraíram a doença também devem evitar ter relações sexuais durante o tratamento.  

 

Sífilis: sintomas como lesões na pele são o primeiro indício da DST 

 

O principal sintoma associado à sífilis é o aparecimento de feridas indolores no pênis, no ânus e na vagina, no caso das mulheres. Essas lesões podem desaparecer espontaneamente, sem nenhum tipo de tratamento, e retornar algum tempo depois em um estágio mais avançado. Para entender melhor, conheça os três tipos de sífilis: primária, secundária e terciária.  

 

• Sífilis primária: essa é a primeira fase da infecção e surge aproximadamente três semanas após o contágio. Nesse caso, é provável que apareça um pequeno caroço, também conhecido como cancro duro. A lesão tem coloração avermelhada, com as bordas endurecidas e é coberta por uma secreção transparente. A boa notícia é que geralmente esse machucado, que costuma aparecer nos órgãos genitais, não provoca dor ao paciente.  

 

• Sífilis secundária: as lesões da sífilis primária desaparecem naturalmente e, cerca de 6 a 8 semanas depois, surgem os sintomas da sífilis secundária. Nesta fase, os sintomas podem afetar todo o corpo, gerando ínguas inflamadas, dor de cabeça, mal-estar, febre, perda de apetite e dores musculares.  

 

• Sífilis terciária: é o desenvolvimento de uma sífilis secundária não tratada. Esse estágio é o mais grave da doença e se caracteriza por lesões maiores na pele, boca e nariz. Problemas ainda mais sérios, como transtornos cardíacos, no sistema nervoso e nos ossos, também podem ocorrer. Entre os sintomas mais graves, estão: doenças psiquiátricas, alterações neurológicas e insuficiência do coração. Esses indícios podem demorar para aparecer, cerca de 10 a 30 anos após a infecção inicial.  

 

Sífilis: tratamento precisa ser indicado por especialista 

 

A sífilis tem cura! Porém, o tratamento vai depender do estágio em que a infecção se encontra. Na maioria das vezes, o caminho escolhido pelo médico é a utilização de injeções de penicilina, variando a dose e a duração de acordo com a necessidade do(a) paciente. O comportamento da pessoa infectada durante o tratamento também é muito relevante. No primeiro ano, é recomendado realizar exames de sangue a cada 3 meses. Já no segundo, essa frequência diminui para duas vezes ao ano.  

 

Possíveis complicações da sífilis: transmissão da doença durante a gravidez e problemas neurológicos

 

No caso das mulheres, uma das grandes preocupações pode ser a possível transmissão da doença durante a gravidez. Quando a infecção da mulher surge neste período, o feto pode acabar sendo infectado. Essa condição recebe o nome de sífilis congênita. A disseminação da DST acontece por meio da placenta e pode resultar em uma má formação do feto, aborto ou até a morte do bebê. 

 

A sífilis congênita pode ser confirmada através da presença da bactéria responsável pela doença nas lesões, líquidos corporais e/ou tecidos do bebê. É necessário iniciar o tratamento sempre que houver a suspeita de infecção.  

 

Outras possíveis complicações provocadas pela sífilis são: 

 

• Inchaços na pele, ossos, fígado e outros órgãos; 
 

• Problemas neurológicos; 
 

• Aneurisma e inflamação da aorta; 
 

• Maiores chances de contrair HIV. 

SL_Arroba_turbante_Semprejunta

Symantic Display

  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    O que é TPM? Saiba quais são os sintomas da tensão pré-menstrual e como aliviá-los
    O que é TPM? Saiba quais são os sintomas da tensão pré-menstrual e como aliviá-los
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Como identificar a Síndrome dos Ovários Policísticos: entenda o que é e quais são seus sintomas
    Como identificar a Síndrome dos Ovários Policísticos: entenda o que é e quais são seus sintomas
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • Menstruação
    Menstruação
    Quais são os sintomas da primeira menstruação? Saiba como identificar
    Quais são os sintomas da primeira menstruação? Saiba como identificar
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Hímen imperfurado: o que é, quais são os sintomas e como tratar
    Hímen imperfurado: o que é, quais são os sintomas e como tratar
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Endometriose profunda: veja quais são os sintomas e como tratar
    Endometriose profunda: veja quais são os sintomas e como tratar
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Gonorreia: o que é, quais são os sintomas e como tratar a IST
    Gonorreia: o que é, quais são os sintomas e como tratar a IST
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Prolactina alta: o que significa? Conheça causas, sintomas e possibilidades de tratamento
    Prolactina alta: o que significa? Conheça causas, sintomas e possibilidades de tratamento
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SEGREDINHOS DE...
    SEGREDINHOS DE...
    Você sabe o que é melasma? Entenda as causas, sintomas e tratamentos para as manchas na pele
    Você sabe o que é melasma? Entenda as causas, sintomas e tratamentos para as manchas na pele
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Da coceira ao odor forte: saiba quais são os problemas vaginais comuns e que não podem ser ignorados
    Da coceira ao odor forte: saiba quais são os problemas vaginais comuns e que não podem ser ignorados
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Miomas uterinos: o que são, quais seus sintomas e como diagnosticá-los?
    Miomas uterinos: o que são, quais seus sintomas e como diagnosticá-los?
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • semprelivre_bottom1_dance_new

  • Menstruação
    Posso ir à praia ou piscina menstruada? Saiba como curtir o verão sem neuras!
    Foi para um lugar de praia e ficou menstruada no meio da viagem? Não tem problema! Com a ..
  • Menstruação
    Veja 6 situações do dia a dia que quem sente muita cólica vai se identificar
    “Oi, sumida?!”. Todo mês as cólicas surgem de surpresa, como a mensagem daquele cari..
  • Menstruação
    Qual a diferença entre cobertura suave e seca? Saiba como escolher a ideal para você!
    Quem já se perguntou alguma vez por que existem taaaantas opções de absorventes diferen..
  • Menstruação
    Frescura? Sério? Pensamentos que passam pela sua cabeça quando alguém reclama da sua TPM
    Apesar da tensão pré-menstrual ser um momento só seu, todo mundo adora dar pitacos, né..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • Higiene íntima
    Higiene íntima feminina e prevenção de doenças infecciosas: o que você precisa saber
    A higiene íntima feminina é um cuidado indispensável para a saúde da mulher. Além de...
    Higiene íntima feminina e prevenção de doenças infecciosas: o que você precisa saber
  • Saúde da mulher
    INFOGRÁFICO: Sintomas da tpm x sintomas da gravidez
    Os dias que antecedem a chegada da menstruação podem causar um pouco de ansiedade para...
    INFOGRÁFICO: Sintomas da tpm x sintomas da gravidez
  • Menstruação
    Tipos de cólica menstrual: sintomas, como identificar e o que fazer para aliviar
    A cólica menstrual é um dos sintomas da menstruação mais comuns. Sua intensidade varia...
    Tipos de cólica menstrual: sintomas, como identificar e o que fazer para aliviar
  • SE CUIDA!
    10 sintomas de infecção urinária para ficar atenta e procurar um médico
    A infecção urinária geralmente é causada pela entrada de bactérias que se proliferam no...
    10 sintomas de infecção urinária para ficar atenta e procurar um médico
  • VER TODAS >