Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

Mudança de hábitos pode ser a principal prevenção de muitas doenças vaginais. Veja dicas!

Mudança de hábitos pode ser a principal prevenção de muitas doenças vaginais. Veja dicas!

Pequenos hábitos fazem toda a diferença no nosso cotidiano. Pode ser um sorriso de um estranho, um abraço apertado de um amigo e até aquela lambida do nosso cachorro! A verdade é que os hábitos definem nosso humor e, portanto, nossa saúde. Não poderia ser diferente com a saúde da vagina. Isso mesmo! Qualquer tipo de comportamento incomum é estranhado pelo órgão genital feminino, o que pode levar a uma série de doenças vaginais. Conversamos com o especialista Marcos Wengrover para tirar as dúvidas principais e juntamos algumas dicas para você evitar esses quadros.

 

O que pode causar doenças vaginais

 

Germes e fungos utilizam a vagina como porta de entrada para desenvolvimento de doenças. Entre elas, existem casos comuns e raros. “Candida sp., Gardnerella vaginalis, Trichomonas vaginalis, Neisseria gonorreae, Clamydia tracomatis, Ureaplasma urealiticum, Mycoplasma hominis e o vírus do HPV”, lista Marcos. Esses agentes podem causar a candidíase, vaginose, tricomoníase, gonorreia, clamídia, doenças inflamatórias pélvicas e infecções.

 

A maioria dessas doenças é resultada de alguma doença sexualmente transmissível. As DSTs são complicações graves e contagiosas que podem ser passadas por meio de relações sexuais, ou seja, o contato das regiões íntimas com qualquer objeto ou pessoa contaminados.

 

Como prevenir doenças sexualmente transmissíveis

 

A prevenção das DSTs envolve mudanças maiores no comportamento. “Em mulheres solteiras, a prevenção se dá pelo comportamento sexual adequado, como uso de preservativos em todas as relações sexuais. O número de parceiros sexuais também é determinante no risco de adquirir uma doença sexualmente transmissível”, comenta o especialista. Além dessas, fazer exames e tomar vacinas, como da hepatite B e da HPV, também são dicas eficientes.

 

Mudando de hábitos que fazem a diferença na saúde vaginal

 

Diferente das DSTs, as doenças fúngicas podem surgir sem que haja o contato com objetos ou pessoas infectadas. “A vagina pode conter a Cândia e a Gardnerella em pequena quantidade sem causar sintomas, entretanto, uma redução da quantidade de lactobacilos acidófilos pode alterar o pH da vagina e torná-la mais vulnerável ao desenvolvimento de vaginose e candidíase”, explica ele.

 

Para evitar que tal redução aconteça, as mulheres têm um importante papel na mudança de pequenos hábitos. Os cuidados podem começar durante a higiene, trocando o sabonete em barra por um líquido, pois este tem o pH mais próximo da vagina. Outras dicas são evitar o uso de roupas justas ou molhadas por longos períodos. Por fim, invista mais em calcinhas de algodão para permitir que a área seja melhor ventilada, já que o abafamento dessa região também pode ser um facilitador de infecções e alergias. Todos esses cuidados evitam a proliferação de germes e fungos indesejados.
 

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Dr. Marcos Wengrover Rosa, MD, PhD.
Chefe do Serviço de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital Moinhos de Vento
CRM: 12346

Bottom_OB_celebration

tag_sempre_banner tag_sempre_banner_mob

semprelivre_bottom1_dance_new

  • SE CUIDA!
    Lavar a calcinha no box é ruim? Confira dicas para cuidar de suas roupas íntimas!
    Você costuma lavar a calcinha no box e nem sabe se isso faz mal? Então é bom ficar de o..
  • SE CUIDA!
    Conheça 6 hábitos que podem causar corrimento vaginal e você nem sabia
    Você sabe o que causa corrimento vaginal? Alguns costumes da nossa rotina podem ser os pr..
  • SE CUIDA!
    Marcou consulta com o ginecologista? Listamos 6 coisas que você deve saber antes de ir!
    Uma coisa é certa: ir ao ginecologista pelo menos duas vezes ao ano é fundamental para a..
  • SE CUIDA!
    Você sabe qual é a diferença entre CAREFREE® TodoDia Flexi e CAREFREE® Proteção? Descubra e use os produtos da forma certa!
    Atualmente é comum passarmos o dia todo fora, mas do trabalho até a volta para casa muit..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • SE CUIDA!
    Assadura na virilha? Veja como prevenir e tratar o incômodo
    A assadura na virilha feminina pode coçar, arder, causar feridas na pele da região e...
    Assadura na virilha? Veja como prevenir e tratar o incômodo
  • SE CUIDA!
    A pílula do dia seguinte funciona no período fértil?
    A pílula do dia seguinte é um método de emergência que só deve ser utilizado em casos...
    A pílula do dia seguinte funciona no período fértil?
  • Menstruação
    Período fertil: sintomas emocionais podem estar associados à ovulação
    Você sabia que, assim como a TPM (Tensão Pré-Menstrual), o período fértil também provoca...
    Período fertil: sintomas emocionais podem estar associados à ovulação
  • SE CUIDA!
    O que pode causar escape menstrual?
    É normal ter escape menstrual em circunstâncias específicas, como quando a mulher é...
    O que pode causar escape menstrual?
  • VER TODAS >