Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

Miomas uterinos: causas, sintomas e tratamentos

Miomas uterinos: causas, sintomas e tratamentos

Principalmente após a primeira menstruação, as visitas ao ginecologista se tornam uma importante tarefa. Dessa maneira, o profissional pode avaliar sua região íntima e ajudar a manter sua saúde em dia. Além disso, as consultas contribuem para o diagnóstico precoce e, assim, dar logo início ao tratamento. Nesses casos, é possível destacar os quadros de miomas uterinos. Entenda o que caracteriza as pacientes com esse problema e como é possível tratar. Veja as explicações do Dr. Ricardo Barbosa Diniz.


Você conhece as causas dos miomas uterinos?

 

O mioma é a designação dada a uma tumoração benigna do útero. Ele também pode ser conhecido como fibroma ou leiomioma. “Atinge cerca de 50% das pacientes em idade entre 30 e 50 anos. Muito raramente estão associados com malignidade”, comenta o médico. Segundo o profissional, não existe um motivo exato para a causa desse quadro. Entretanto, alterações genéticas e fatores hormonais podem contribuir para o aparecimento dele. É possível também destacar a hereditariedade e raça. “Apesar das pesquisas, não existe evidências comprovadas de forma de prevenção”, destaca ele.

 

Saiba quais são os sintomas desse quadro

 

Em alguns pacientes o problema é caracterizado como assintomático, ou seja, não se queixam de incômodo algum. Por outro lado, há aqueles que sentem fraqueza, resultado da anemia por sangramentos excessivos. “Podemos ter diferentes localizações para o mioma uterino e esse é um dos motivos que propicia os diferentes sintomas”, esclarece Dr. Ricardo. Veja as classificações:

 

- Mioma submucoso: localiza-se dentro da cavidade uterina. “Costuma ser responsável por sangramentos intensos, em casos extremos pode ser expelido pelo organismo (mioma parido)”, caracteriza ele;
 

- Mioma intramural: quando está no miométrio, a musculatura uterina. Segundo o ginecologista, é o tipo mais frequente e pode ter relação com a sensação de peso, aumento do fluxo e volume uterino;
 

- Mioma subseroso: localizado na porção externa do útero, para dentro da cavidade abdominal. “Pode ser pediculado ou não e não costuma estar relacionado a grandes perdas de sangue”, completa.

 

Como é realizado o tratamento de miomas uterinos?

 

Assim como explica Dr. Ricardo, o diagnóstico é feito através da avaliação do quadro clínico, verificando os sinais, sintomas relatados e exame de ultrassonografia. “Em alguns casos precisa ser realizado complemento diagnóstico com ressonância nuclear magnética e/ou histeroscopia”, diz ele. Dessa maneira, o tratamento vai depender da idade, sintomas, localização e tamanho do mioma. “Pode ser tratado com anticoncepcional (preferencialmente a base de progesterona), DIU de progesterona, anti-inflamatórios, análogos (medicação que simula um quadro de menopausa) e cirurgicamente”, indica. Como nem sempre o útero poderá ser preservado, é importante conversar com a paciente e avaliar seu desejo de engravidar, o que também pode influenciar na escolha de como solucionar o problema.

 

Dr. Ricardo Barbosa Diniz – CRM: 83689| Diretor Clínico do Hospital América de Mauá

| Coordenador do serviço de Ginecologia e Obstetrícia

Arroba_OB

Symantic Display

  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Miomas uterinos: o que são, quais seus sintomas e como diagnosticá-los?
    Miomas uterinos: o que são, quais seus sintomas e como diagnosticá-los?
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SEGREDINHOS DE...
    SEGREDINHOS DE...
    Você sabe o que é melasma? Entenda as causas, sintomas e tratamentos para as manchas na pele
    Você sabe o que é melasma? Entenda as causas, sintomas e tratamentos para as manchas na pele
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Fluxo menstrual intenso: veja as causas, sintomas e como lidar com esse momento
    Fluxo menstrual intenso: veja as causas, sintomas e como lidar com esse momento
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Conheça os diferentes tipos de infecção urinária, sintomas e prevenção
    Conheça os diferentes tipos de infecção urinária, sintomas e prevenção
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Corrimento, coceira e mau odor: veja os principais sintomas de uma infecção vaginal
    Corrimento, coceira e mau odor: veja os principais sintomas de uma infecção vaginal
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    O período de ovulação apresenta sintomas? Veja como identificá-lo
    O período de ovulação apresenta sintomas? Veja como identificá-lo
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Existe cura para a tricomoníase? Entenda sintomas e riscos da doença
    Existe cura para a tricomoníase? Entenda sintomas e riscos da doença
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • Menstruação
    Menstruação
    O que é dismenorréia e o que fazer para melhorar os sintomas
    O que é dismenorréia e o que fazer para melhorar os sintomas
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • Menstruação
    Menstruação
    Frutas que ajudam a reduzir os sintomas da TPM
    Frutas que ajudam a reduzir os sintomas da TPM
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Candidíase vaginal: causa, sintomas, tratamento do corrimento e como evitar infecções
    Candidíase vaginal: causa, sintomas, tratamento do corrimento e como evitar infecções
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • Bottom_OB_celebration

    tag_sempre_banner tag_sempre_banner_mob

    semprelivre_bottom1_dance_new

  • SE CUIDA!
    Lavar a calcinha no box é ruim? Confira dicas para cuidar de suas roupas íntimas!
    Você costuma lavar a calcinha no box e nem sabe se isso faz mal? Então é bom ficar de o..
  • SE CUIDA!
    Conheça 6 hábitos que podem causar corrimento vaginal e você nem sabia
    Você sabe o que causa corrimento vaginal? Alguns costumes da nossa rotina podem ser os pr..
  • SE CUIDA!
    Marcou consulta com o ginecologista? Listamos 6 coisas que você deve saber antes de ir!
    Uma coisa é certa: ir ao ginecologista pelo menos duas vezes ao ano é fundamental para a..
  • SE CUIDA!
    Você sabe qual é a diferença entre CAREFREE® TodoDia Flexi e CAREFREE® Proteção? Descubra e use os produtos da forma certa!
    Atualmente é comum passarmos o dia todo fora, mas do trabalho até a volta para casa muit..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • Menstruação
    Pode fazer exame de urina menstruada?
    Pode fazer exame de urina menstruada? Essa é uma dúvida muito comum quando o pedido data...
    Pode fazer exame de urina menstruada?
  • PRIMEIRA VEZ
    Preciso ir ao ginecologista antes da primeira vez?
    Não é obrigatório ir ao ginecologista antes de ter a primeira relação sexual, mas é uma...
    Preciso ir ao ginecologista antes da primeira vez?
  • SE CUIDA!
    5 cuidados que você deve ter com a sua saúde íntima na praia
    O cuidado com a higiene íntima na praia é fundamental para manter o equilíbrio da saúde...
    5 cuidados que você deve ter com a sua saúde íntima na praia
  • SE CUIDA!
    Corrimento branco antes da menstruação é normal?
    Corrimento branco antes da menstruação é normal quando não está associado a outros...
    Corrimento branco antes da menstruação é normal?
  • VER TODAS >