Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

Meu fluxo menstrual aumentou, isso pode ser sinal de endometriose?

Meu fluxo menstrual aumentou, isso pode ser sinal de endometriose?

Cada mulher possui seu ciclo menstrual com fases e características bem definidas. Contudo, muitas vezes, ainda somos pegas de surpresa com algo fora do normal. Por conta de diversos fatores externos que acontecem ao longo do mês, é comum que aconteça variações em nosso período menstrual. Sejam elas mudanças de humor até mesmo aumentos consideráveis em nosso fluxo. Porém, será que o aumento contínuo desse fluxo pode significar algum problema mais sério? Conversamos com a ginecologista Fernanda Mauro que explica mais sobre o assunto.

 

Fatores que  podem aumentar o fluxo menstrual

 

Alguns fatores podem ser cruciais para influenciar na volumetria do nosso fluxo. “O aumento do fluxo menstrual de uma mulher pode estar relacionado com distúrbios hormonais e distúrbios da coagulação, que é a capacidade de conter o sangramento. Além disso, o uso de medicação ou doenças estruturais como mioma, pólipo e endometrite também podem ser indicadores desse quadro”, comenta a profissional.  

 

Como saber que o fluxo intenso é um sinal de problema?

 

A primeira coisa que devemos fazer é conhecer nosso corpo, então caso você perceba alguma espécie de alteração no padrão do seu fluxo menstrual é importante acender a luz vermelha e procurar um profissional especializado na área. A ginecologista comenta: “A alteração no padrão do fluxo menstrual é a informação mais importante para suspeitar de um problema. Um exemplo seria quando a paciente nota necessidade de aumentar o número de trocas de absorvente comparado aos ciclos anteriores”, comenta.  

 

A endometriose e seus principais sintomas  

 

A endometriose é uma doença que se caracteriza pelo crescimento do endométrio, que é o tecido que reveste o interior do nosso útero, fora da cavidade uterina, ou seja, quando ele começa a crescer em outras partes do nosso corpo, como nos ovários, nas trompas, e até mesmo em nosso intestino e bexiga, dá pra acreditar?

 

Geralmente, o aparecimento dessa doença acontece quando as mulheres chegam entre a fase dos 25 e 35 anos. Porém, caso essa mulher seja portadora da doença, assim que ela tiver a sua primeira menstruação, esse problema já começa a se desenvolver.  Os principais sintomas da endometriose estão associados com uma forte dor pélvica que acontece de forma crônica. Além disso, também é possível notar dor durante as relações sexuais, fadiga crônica e exaustão; e alterações intestinais ou urinárias durante a menstruação.

 

 

O aumento do fluxo pode ser sinal de endometriose?

 

Por mais que muitas meninas acreditem que o aumento de fluxo menstrual possa estar associado com essa doença, Fernanda faz uma ressalva: “A endometriose é uma doença que causa dor pélvica crônica, porém o aumento do fluxo menstrual não é um sintoma comum e esperado. Pacientes que possuem a doença costumam sentir uma cólica menstrual com piora progressiva”, diz.  

 

Como esse quadro pode ser solucionado?  

 

A primeira coisa que precisamos fazer é investigar a causa do problema. “Exames de sangue e de imagem, como a ultrassonografia ginecológica, podem auxiliar no diagnóstico”, comenta a profissional. O tratamento da endometriose será feito baseado na causa do aumento do fluxo, ou seja, controle hormonal e tratamento com medicação.
 

Dra. Fernanda Mauro, ginecologista e obstetra da Perinatal.  

CRM: 52-995185

Bottom_OB_celebration

tag_sempre_banner tag_sempre_banner_mob

semprelivre_bottom1_dance_new

  • SE CUIDA!
    Lavar a calcinha no box é ruim? Confira dicas para cuidar de suas roupas íntimas!
    Você costuma lavar a calcinha no box e nem sabe se isso faz mal? Então é bom ficar de o..
  • SE CUIDA!
    Conheça 6 hábitos que podem causar corrimento vaginal e você nem sabia
    Você sabe o que causa corrimento vaginal? Alguns costumes da nossa rotina podem ser os pr..
  • SE CUIDA!
    Marcou consulta com o ginecologista? Listamos 6 coisas que você deve saber antes de ir!
    Uma coisa é certa: ir ao ginecologista pelo menos duas vezes ao ano é fundamental para a..
  • SE CUIDA!
    Você sabe qual é a diferença entre CAREFREE® TodoDia Flexi e CAREFREE® Proteção? Descubra e use os produtos da forma certa!
    Atualmente é comum passarmos o dia todo fora, mas do trabalho até a volta para casa muit..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • Quiz
    Você sabe qual a diferença do período fértil e ovulação? Teste seus conhecimentos
    A ovulação e o período fértil são duas fases do ciclo menstrual em que a mulher tem mais...
    Você sabe qual a diferença do período fértil e ovulação?  Teste seus conhecimentos
  • Menstruação
    Menstruação preta: veja por que a menstruação escurece
    Na maioria das vezes, a menstruação preta é normal e não representa problemas de saúde....
    Menstruação preta: veja por que a menstruação escurece
  • Menstruação
    Quantos dias depois de acabar o anticoncepcional desce a menstruação? tire 4 dúvidas sobre anticoncepcional hormonal
    Muitas mulheres ficam em dúvida sobre quantos dias depois de acabar o anticoncepcional...
    Quantos dias depois de acabar o anticoncepcional desce a menstruação? tire 4 dúvidas sobre anticoncepcional hormonal
  • SE CUIDA!
    Primeira consulta com ginecologista: pode ser online?
    A primeira consulta com o ginecologista é um momento muito importante para esclarecer...
    Primeira consulta com ginecologista: pode ser online?
  • VER TODAS >