Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

Menstruação irregular: características, causas e o que fazer

Menstruação irregular: características, causas e o que fazer

A menstruação irregular é característica de um ciclo menstrual irregular, ou seja, quando não há uma frequência e duração pré-definidas, podendo ter duração inferior a 21 dias ou superior a 35 dias. É normal ter a menstruação irregular na adolescência ou próximo à menopausa. No entanto, em outras circunstâncias, a irregularidade menstrual pode ser indicativo de alterações hormonais ou até mesmo de complicações de saúde. A seguir, saiba mais detalhes sobre a menstruação irregular: o que pode ser, como reconhecer e como tratar.

 

Como saber se a minha menstruação é irregular? Conheça as características

 

É possível identificar a menstruação irregular a partir de determinadas características no padrão menstrual. Veja alguns sinais de que o seu ciclo menstrual não é regular: 

 

  • Em mulheres adultas, os ciclos irregulares tendem a ter duração inferior a 21 dias e superior a 35 dias;

  • Em adolescentes, os ciclos são considerados irregulares quando são inferiores a 21 dias e superiores a 45 dias;

  • Quando há ausência de menstruação por mais de 90 dias;

  • É possível observar alterações significativas no volume do fluxo menstrual;

  • A menstruação pode durar mais de 7 dias;

  • Cólicas mais fortes e duradouras;

  • Quando há ausência de menstruação mais de três vezes ao ano;

 

Causas para menstruação irregular podem ser naturais ou patológicas. Entenda!

 

Logo após a menarca (primeira menstruação), o eixo hipotálamo-hipófise-ovário (que é responsável pelo controle hormonal da mulher) ainda não está completamente maduro. Por isso, é normal ter oscilações hormonais e mudanças no padrão menstrual da adolescente nos dois primeiros anos após o início da vida reprodutiva. 

 

O mesmo pode ocorrer próximo ao climatério e à menopausa, que marca a interrupção do funcionamento dos ovários e o fim da vida fértil da mulher. Nestes momentos, a menstruação desregulada é considerada um efeito normal, assim como outros sintomas, incluindo ondas de calor, falta de lubrificação vaginal e mudanças de humor. 

 

Fora dessas circunstâncias, a menstruação irregular deve ser investigada. Confira possíveis causas:

 

1) Uso de métodos contraceptivos hormonais: principalmente nos primeiros meses de adaptação às doses hormonais do medicamento, é normal notar variações no padrão menstrual;

 

2) Perda ou ganho excessivos de peso: tanto a obesidade, quanto o emagrecimento excessivo e a atividade física intensa podem alterar o funcionamento do eixo hipotálamo-hipófise-ovário e causar o ciclo menstrual irregular;
 

3) Problemas emocionais: estresse e ansiedade também causam alterações hormonais capazes de provocar a menstruação irregular na mulher;

 

4) Distúrbios endócrinos: problemas como a Síndrome dos Ovários Policísticos e o hipertireoidismo interferem na produção hormonal do organismo feminino e têm como sintoma a menstruação irregular;
 

5) Problemas no útero: a presença de miomas, pólipos e aderências no útero pode desregular o ciclo menstrual e desencadear a menstruação irregular;
 

6) Amamentação: a menstruação irregular depois do parto é comum. Neste momento, os níveis hormonais da mulher ainda não estão normalizados e, por isso, é natural que o ciclo também não funcione como o habitual;
 

7) Endometriose: a doença é caracterizada pelo crescimento do endométrio (tecido uterino que se descama em forma de menstruação) fora do útero. Entre os seus sintomas, está a menstruação irregular;
 

8) Alterações hormonais: diversos fatores, desde uma alimentação inadequada até distúrbios de sono, podem causar desequilíbrios na produção hormonal da mulher e gerar a menstruação irregular;

 

Minha menstruação está irregular: o que devo fazer? 

 

Notar a menstruação irregular em um mês ou outro não é, necessariamente, um problema. Contudo, se o episódio se tornar frequente e vier acompanhado de outros sintomas, é importante agendar uma consulta com ginecologista. 

 

O ideal é já consultar o(a) médico(a) com algumas informações em mãos. Por isso, se possível, anote em um diário menstrual ou até mesmo em aplicativos de menstruação as características dos seus últimos períodos menstruais. Tais como a duração da menstruação e do ciclo menstrual, a intensidade do fluxo, o aspecto do sangue (cor e consistência) e quaisquer outras alterações percebidas.

 

Dessa forma, a avaliação do(a) ginecologista será direcionada e o diagnóstico será feito com mais facilidade. 

 

Como tratar a menstruação irregular? 

 

O tratamento para a menstruação irregular deverá ser definido pelo(a) médico(a) e irá depender da origem do problema. Caso o ciclo menstrual irregular esteja associado ao uso de métodos contraceptivos hormonais, talvez seja o caso de substituir o medicamento por outro tipo de contraceptivo. Mudanças no estilo de vida, como ajustes na alimentação e na prática de atividades físicas, também podem ser recomendadas. 

 

Se a menstruação irregular estiver relacionada a doenças ou distúrbios, como a SOP e a endometriose, por exemplo, o tratamento deverá ser direcionado para corrigir o transtorno em questão.  

 

Saiba como calcular próxima menstruação irregular

 

Para calcular menstruação irregular, é preciso criar uma média de duração do seu ciclo menstrual com base nos últimos 6 meses. Lembrando que o ciclo menstrual começa a ser contado no 1º dia da menstruação e termina no dia anterior à chegada da próxima. Para anotar essas datas, você pode usar um calendário menstrual ou app de menstruação. 

 

Vamos supor que os seus 6 últimos ciclos menstruais tenham durado, respectivamente, 20, 21, 25, 36, 36 e 38 dias. A conta para calcular a próxima menstruação seria assim: 20 + 21 + 25 + 36 + 35 + 37 = 174 / 6 = 29. O resultado significaria que o seu ciclo dura, em média, 29 dias. Portanto, sua menstruação viria no 29º dia do seu próximo ciclo menstrual. 

 

Vale ressaltar que essa estimativa é aproximada e não deve ser usada como método de prevenção de gravidez. Para uma noção mais exata do seu ciclo menstrual, vale consultar um(a) ginecologista. 

semprelivre_bottom1_dance_new

  • Menstruação
    Posso ir à praia ou piscina menstruada? Saiba como curtir o verão sem neuras!
    Foi para um lugar de praia e ficou menstruada no meio da viagem? Não tem problema! Com a ..
  • Menstruação
    Veja 6 situações do dia a dia que quem sente muita cólica vai se identificar
    “Oi, sumida?!”. Todo mês as cólicas surgem de surpresa, como a mensagem daquele cari..
  • Menstruação
    Qual a diferença entre cobertura suave e seca? Saiba como escolher a ideal para você!
    Quem já se perguntou alguma vez por que existem taaaantas opções de absorventes diferen..
  • Menstruação
    Frescura? Sério? Pensamentos que passam pela sua cabeça quando alguém reclama da sua TPM
    Apesar da tensão pré-menstrual ser um momento só seu, todo mundo adora dar pitacos, né..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • SE CUIDA!
    Adesivo anticoncepcional: 10 dúvidas sobre o método contraceptivo
    O adesivo anticoncepcional ou patch anticoncepcional é um método contraceptivo hormonal...
    Adesivo anticoncepcional: 10 dúvidas sobre o método contraceptivo
  • SE CUIDA!
    Pode usar pomada vaginal menstruada? Veja quais são os principais cuidados durante o tratamento ginecológico
    Embora boa parte das mulheres já saiba para que serve a pomada vaginal, ainda existem...
    Pode usar pomada vaginal menstruada? Veja quais são os principais cuidados durante o tratamento ginecológico
  • Menstruação
    "Como é o sangue da primeira menstruação?" Tire 8 dúvidas sobre a menarca
    A primeira menstruação (nome científico: menarca) marca o fim da puberdade e o início da...
    "Como é o sangue da primeira menstruação?" Tire 8 dúvidas sobre a menarca
  • SE CUIDA!
    Posso fazer transvaginal menstruada? Tire suas dúvidas sobre o exame ginecológico
    A ultrassonografia transvaginal (ou ultrassom transvaginal) é um exame de imagem usado...
    Posso fazer transvaginal menstruada? Tire suas dúvidas sobre o exame ginecológico
  • VER TODAS >