Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

Menstruação atrasada e teste de gravidez negativo. O que fazer?

Menstruação atrasada e teste de gravidez negativo. O que fazer?

Para mulheres com a vida sexual ativa, qualquer atraso na menstruação é o suficiente para gerar suspeita de gravidez. Por isso, elas recorrem ao teste de farmácia para tirar a dúvida. O exame de farmácia é capaz de detectar a presença do hormônio beta-HCG na urina e apresenta taxa de eficácia de 95% a 99% e, portanto, pode ser considerado confiável. Com a menstruação atrasada e o teste de gravidez negativo, muitas mulheres ficam preocupadas sem saber o que pode ter provocado o atraso menstrual. Conversamos com a ginecologista Carolina Ambrogini para entender o que o atraso no ciclo menstrual pode significar e como lidar com o problema.

 

Veja também: Teste de gravidez de farmácia é confiável?

 

Em caso de menstruação atrasada e teste de gravidez negativo, confirme o resultado com o exame de sangue

 

Mulheres que não fazem uso de nenhum tipo de método contraceptivo e costumam praticar relações sexuais sem proteção têm motivos de sobra para desconfiar de uma gravidez. Assim como as adeptas à pílula anticoncepcional que, de vez em quando, esquecem de tomar um dos comprimidos da cartela e, por isso, também estão sujeitas a esse tipo de surpresa. Dito isto, o que fazer com a suspeita quando o teste de gravidez de farmácia se mostra negativo? 

 

Segundo a Dra. Carolina, o indicado é confirmar o resultado com um exame de sangue ou repetir o próprio teste de farmácia 48 horas após a realização do primeiro. “Se continuarem negativos, [é recomendado] fazer uma consulta ginecológica para investigação, pois podem ser vários problemas”, alerta a profissional. Fatores como estresse e ansiedade, ausência de ovulação e, em casos mais sérios, doenças ginecológicas, como a endometriose e a Síndrome dos Ovários Policísticos, podem estar entre as justificativas para o atraso da menstruação não relacionado à gravidez. Para que não haja nenhum tipo de engano, é importante se certificar de que o teste de farmácia está sendo feito da forma correta.

 

O teste de gravidez de farmácia deve ser feito após 5 dias de menstruação atrasada 

 

O alerta em relação ao atraso da menstruação vai depender muito do ciclo menstrual de cada mulher. “Se ela é superregulada, atrasar um dia já é algo suspeito”, explica a especialista. O prazo estimado para que essa fertilização e, consequentemente, a liberação do hormônio HCG (indicador de gestação) ocorram é de 5 a 12 dias após a ovulação. Ou seja, para garantir a eficácia dos exames, eles devem ser feitos, no mínimo, 15 dias após o período ovulatório. Esse período costuma coincidir exatamente com o primeiro dia de atraso da menstruação, já que mulheres com o ciclo menstrual regular tendem a ovular 14 dias antes da próxima menstruação. Para garantir um resultado correto, a recomendação padrão dos médicos é realizar o exame de gravidez a partir do 3° ao 5° dia de atraso menstrual. 

 

Vale ressaltar que o teste de farmácia deve ser realizado com a primeira urina do dia, de preferência, no início da manhã. Caso não seja possível, utilize a próxima urina após um intervalo de, pelo menos, quatro horas em relação a anterior. Dessa forma, fica mais fácil detectar o HCG e obter um resultado mais preciso. 

 

No geral, tanto o teste de gravidez de farmácia quanto o exame de sangue realizado em hospitais são feitos a partir da análise da urina da mulher. A estratégia é avaliar as doses do HCG (Gonadotrofina Coriônica Humana) presentes no xixi da mulher para determinar ou não a gravidez. Esse hormônio é produzido pelo organismo feminino após a implantação do óvulo fecundado no endométrio (tecido que reveste a parede interna do útero). 

 

Menstruação atrasada nem sempre é gravidez! Veja outras possíveis causas

 

Repetiu o teste de farmácia, confirmou com um exame de sangue e, ainda assim, o resultado deu negativo para gravidez? Neste caso, o atraso da menstruação pode estar relacionado à complicações. “Disfunções tireoidianas, aumento de prolactina, Síndrome dos Ovários Policísticos [SOP], excesso de exercícios, alterações bruscas de peso, estresse, dentre outras causas” podem estar entre as origens do problema, segundo a Dra. Carolina. 

 

Veja possíveis motivos para a sua menstruação atrasar:


 

  • Problemas na tireoide: os hormônios tireoidianos têm influência direta sob os ovários. Por isso, qualquer alteração na tireoide pode desregular o ciclo menstrual. 

 

  • Aumento de prolactina: a presença excessiva de prolactina no organismo feminino pode levar a mulher à amenorreia (ausência da menstruação). A condição é capaz de inibir a ovulação e, consequentemente, também pode impedir a gravidez.

 

  • Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP): a SOP é caracterizada pela formação de pequenos cistos nos ovários, crescimento dos ovários e ausência de ovulação provocada por alterações hormonais. O aumento da produção de androgênios (hormônios masculinos), além de desregular a menstruação, aumenta a oleosidade da pele e provoca o crescimentos de pelos no rosto. 

 

  • Excesso de exercícios: mulheres que praticam treinos muito intensos, como em nível profissional, por exemplo, estão sujeitas a ter a menstruação desregulada.

 

  • Alterações bruscas de peso: as células de gordura influenciam a produção de estrogênio, hormônio feminino responsável pela maturação dos óvulos. Por isso, ganhar ou perder muito peso em um curto espaço de tempo pode atrasar a menstruação.

 

  • Estresse: fatores emocionais, como o estresse e ansiedade, provocam alterações na região do cérebro responsável pelo controle dos hormônios reguladores do ciclo menstrual. Por isso, tente relaxar!

 

  • Endometriose: a menstruação desregulada está entre os sintomas da endometriose, doença caracterizada pelo crescimento indevido do endométrio fora da cavidade uterina.
     

  • Chegada da menopausa: o atraso menstrual em mulheres entre 45 e 55 anos pode significar a chegada da menopausa. A menopausa precoce, em mulheres com menos de 40 anos, também é possível.
     

  • Uso incorreto ou interrupção do anticoncepcional: a administração incorreta ou a interrupção do anticoncepcional hormonal também é capaz de influenciar o ciclo menstrual.

 

Este artigo tem a contribuição dos especialistas:
Dra. Carolina Ambrogini - Ginecologista
CRM: 102706-SP

semprelivre_bottom1_dance_new

  • VOCÊ SABIA?
    Ih, choveu! Veja ideias do que fazer para se divertir com as amigas mesmo dentro de casa
    Tem dias que a gente combina de sair com as amigas, mas a previsão do tempo não colabora..
  • VOCÊ SABIA?
    6 coisas que você precisa saber antes de viajar com seus amigos
    Fazer uma viagem acompanhada de amigos é uma das melhores coisas da vida! Se divertir, pa..
  • VOCÊ SABIA?
    4 coisas que passam pela sua cabeça antes de chegar ao primeiro encontro
    Por mais que a gente seja confiante, o primeiro encontro com o carinha interessante sempre..
  • VOCÊ SABIA?
    Vai passar o dia na praia? Veja o que levar na bolsa!
    No verão, tudo o que a gente mais quer é relaxar, se divertir e ficar com aquele bronzea..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • Quiz
    Você sabe qual a diferença do período fértil e ovulação? Teste seus conhecimentos
    A ovulação e o período fértil são duas fases do ciclo menstrual em que a mulher tem mais...
    Você sabe qual a diferença do período fértil e ovulação?  Teste seus conhecimentos
  • Menstruação
    Menstruação preta: veja por que a menstruação escurece
    Na maioria das vezes, a menstruação preta é normal e não representa problemas de saúde....
    Menstruação preta: veja por que a menstruação escurece
  • Menstruação
    Quantos dias depois de acabar o anticoncepcional desce a menstruação? tire 4 dúvidas sobre anticoncepcional hormonal
    Muitas mulheres ficam em dúvida sobre quantos dias depois de acabar o anticoncepcional...
    Quantos dias depois de acabar o anticoncepcional desce a menstruação? tire 4 dúvidas sobre anticoncepcional hormonal
  • SE CUIDA!
    Primeira consulta com ginecologista: pode ser online?
    A primeira consulta com o ginecologista é um momento muito importante para esclarecer...
    Primeira consulta com ginecologista: pode ser online?
  • VER TODAS >