Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

Menstruação atrasada: 9 causas do atraso menstrual que não representam gravidez

Menstruação atrasada: 9 causas do atraso menstrual que não representam gravidez

Ao notar o atraso da menstruação, muitas mulheres em fase fértil e com a vida sexual ativa logo pensam que estão grávidas. Entretanto, a gravidez não é a única justificativa possível para a menstruação atrasada. Existem vários fatores que provocam atraso menstrual, como períodos de estresse ou próximos à menopausa, por exemplo, em que é normal atrasar a menstruação. Além disso, o atraso na menstruação pode indicar alterações hormonais e distúrbios endócrinos, como a Síndrome dos Ovários Policísticos e problemas da tireoide.

 

Veja também: A partir de quantos dias de atraso de menstruação é considerado preocupante? 

 

Sendo assim, em caso de teste de gravidez negativo e atraso menstrual, vale procurar um(a) ginecologista para investigar outras causas comuns para a menstruação atrasada. Veja a seguir 9 possibilidades!

 

  1. Menarca recente

 

É normal ter atraso de menstruação e outras irregularidades no ciclo menstrual durante os dois primeiros anos após a menarca (primeira menstruação). Isso acontece porque, no início da vida reprodutiva, o eixo hipotálamo-hipófise-ovariano (sistema responsável por controlar a produção hormonal da menina) ainda está imaturo. 

 

Como resultado, a ovulação pode não acontecer ou acontecer mais tarde em determinados meses. Somado a isso, os níveis do hormônio estrogênio (diretamente associados à descamação do endométrio em forma de menstruação) também variam bastante. Por esse conjunto de fatores, é natural ter o ciclo menstrual irregular e a menstruação atrasada na adolescência.

 

  1. Síndrome dos Ovários Policísticos

 

A Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP) é um distúrbio endócrino associado à formação de múltiplos pequenos cistos nos ovários da mulher. A condição também é conhecida como Síndrome da Anovulação Crônica e causa alterações na produção de hormônios do organismo feminino, podendo causar diversos efeitos colaterais. 

 

Entre eles, está a irregularidade no ciclo menstrual (o que inclui a menstruação prolongada, o atraso menstrual e até mesmo a ausência de menstruação). Outros sintomas da SOP são ganho de peso, aumento de pelos pelo corpo, aumento da oleosidade da pele e, em alguns casos, dificuldade para engravidar. 

 

  1. Problemas na tireoide

 

Distúrbios na tireoide (glândula reguladora de hormônios) podem causar alterações no ciclo menstrual da mulher. O principal problema tireoidiano associado ao atraso na menstruação é o hipertireoidismo, que gera um aumento dos hormônios secretados pela tireoide. 

 

Nestes casos, além da menstruação atrasada, a paciente pode observar sintomas como emagrecimento, palpitação, maior frequência das evacuações e, em quadros mais graves, uma condição chamada exoftalmia (que é quando os olhos saltam levemente para fora). 

 

  1. Ansiedade e estresse

 

É verdade que ansiedade atrasa menstruação, assim como o estresse, a depressão e outros problemas de cunho emocional. Tais condições têm a capacidade de alterar o funcionamento do eixo hormonal da mulher e, consequentemente, influenciam as fases do ciclo menstrual. 

 

Para contornar o problema, vale investir em atividades como yoga, meditação e a prática regular de exercícios físicos (que, de quebra, ainda ajudam a amenizar alguns sintomas da TPM, como a cólica menstrual e a retenção de líquidos). 

 

  1. Climatério e menopausa

 

Climatério é o nome dado ao período de transição entre a vida reprodutiva e não-reprodutiva da mulher, que termina com a chegada da menopausa (última menstruação). Um dos principais sinais de climatério é a irregularidade no ciclo menstrual. Nestas circunstâncias, é natural observar um intervalo de tempo maior entre uma menstruação e outra, até que, por fim, o fluxo menstrual para de descer. 

 

A menopausa é um reflexo da interrupção do funcionamento dos ovários (que param de produzir os hormônios estrogênio e progesterona) e ocorre, em média, entre os 45 e 55 anos de idade.  

 

  1. Mudanças bruscas de peso

 

Emagrecer ou engordar excessivamente é outro fator que pode interferir na produção hormonal do eixo hipotálamo-hipófise-ovário. O emagrecimento exagerado diminui as taxas de gordura corporal da mulher e compromete a formação de hormônios sexuais importantes para o funcionamento do ciclo menstrual, como o estrogênio. Já o ganho excessivo de peso, tende a inibir a produção dos estrogênios sexuais e pode levar à anovulação (ausência de ovulação). Por consequência, a chegada da menstruação também será influenciada.  

 

  1. Pílula do dia seguinte

 

Você já deve ter ouvido falar que a pílula do dia seguinte pode atrasar a menstruação e, de fato, isso é uma verdade. Esse método contraceptivo de urgência é tem doses altas de hormônios e, por isso, pode ocasionar uma série de efeitos colaterais no corpo da mulher. Um dos principais atingidos é o ciclo menstrual, que tende a ficar desregulado por um tempo até voltar ao normal. 

 

Por isso, não se desespere ao notar a menstruação atrasada após tomar a pílula do dia seguinte. Isso não quer dizer, necessariamente, que a pílula não funcionou e que você está grávida. Aguarde um tempinho e, caso a menstruação realmente não desça, vale fazer um teste de farmácia para confirmar ou descartar as suspeitas.

 

  1. Excesso de prolactina

 

A prolactina é o hormônio responsável pela produção do leite materno. Quando seus níveis estão altos, a menstruação é interrompida. É por isso que, mesmo após o parto, enquanto ainda estão amamentando os seus bebês, as mulheres continuam sem menstruar por um tempo.  

 

O problema é que outros fatores, além da gravidez, podem levar ao aumento da prolactina no organismo e, consequentemente, ao atraso (ou ausência) da menstruação. Entre eles, estão o estresse, a ansiedade e até situações mais graves, como tumores na hipófise. Ao desconfiar do transtorno, procure uma avaliação médica.

 

  1. Distúrbios de sono


A qualidade do seu sono pode influenciar diretamente na produção de hormônios do seu organismo. Geralmente, mulheres que dormem pouco ou dormem mal ficam mais estressadas e com níveis elevados dos hormônios cortisol e adrenalina. E, como já explicamos acima, o estresse atrasa menstruação ao interferir no funcionamento do eixo hipotálamo-hipófise-ovário.

semprelivre_bottom1_dance_new

  • Menstruação
    Posso ir à praia ou piscina menstruada? Saiba como curtir o verão sem neuras!
    Foi para um lugar de praia e ficou menstruada no meio da viagem? Não tem problema! Com a ..
  • Menstruação
    Veja 6 situações do dia a dia que quem sente muita cólica vai se identificar
    “Oi, sumida?!”. Todo mês as cólicas surgem de surpresa, como a mensagem daquele cari..
  • Menstruação
    Qual a diferença entre cobertura suave e seca? Saiba como escolher a ideal para você!
    Quem já se perguntou alguma vez por que existem taaaantas opções de absorventes diferen..
  • Menstruação
    Frescura? Sério? Pensamentos que passam pela sua cabeça quando alguém reclama da sua TPM
    Apesar da tensão pré-menstrual ser um momento só seu, todo mundo adora dar pitacos, né..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • SE CUIDA!
    Adesivo anticoncepcional: 10 dúvidas sobre o método contraceptivo
    O adesivo anticoncepcional ou patch anticoncepcional é um método contraceptivo hormonal...
    Adesivo anticoncepcional: 10 dúvidas sobre o método contraceptivo
  • SE CUIDA!
    Pode usar pomada vaginal menstruada? Veja quais são os principais cuidados durante o tratamento ginecológico
    Embora boa parte das mulheres já saiba para que serve a pomada vaginal, ainda existem...
    Pode usar pomada vaginal menstruada? Veja quais são os principais cuidados durante o tratamento ginecológico
  • Menstruação
    "Como é o sangue da primeira menstruação?" Tire 8 dúvidas sobre a menarca
    A primeira menstruação (nome científico: menarca) marca o fim da puberdade e o início da...
    "Como é o sangue da primeira menstruação?" Tire 8 dúvidas sobre a menarca
  • SE CUIDA!
    Posso fazer transvaginal menstruada? Tire suas dúvidas sobre o exame ginecológico
    A ultrassonografia transvaginal (ou ultrassom transvaginal) é um exame de imagem usado...
    Posso fazer transvaginal menstruada? Tire suas dúvidas sobre o exame ginecológico
  • VER TODAS >