Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

Menstruação: 11 alterações que podem ocorrer no ciclo menstrual, fluxo e duração

Menstruação: 11 alterações que podem ocorrer no ciclo menstrual, fluxo e duração

A menstruação saudável acontece uma vez por mês, com duração de até 7 dias. Alterações na menstruação podem ocorrer e merecem ser observadas para, se necessário, procurar um ginecologista e relatar o problema. Qualquer alteração investigada precocemente facilita o diagnóstico e o tratamento.

 

Veja também: A cor da minha menstruação pode mudar? Isso é normal?

 

As variações menstruais mais frequentes estão associadas à duração da menstruação, intensidade do fluxo e regularidade do ciclo. No entanto, outras características do período menstrual também podem sofrer modificações ao longo dos meses. Pensando nisso, preparamos uma listinha com 11 alterações no padrão menstrual que podem acontecer com mais frequência do que você imagina. Confira!

 

Veja também: Por que a barriga fica inchada e dura durante o período menstrual?

 

  1. Menstruação atrasada

 

Todo ciclo menstrual pode ter pequenas ou grandes alterações ao longo do mês, por isso, muitas vezes é normal a menstruação atrasar, principalmente em mulheres com o ciclo menstrual irregular. Nestes casos, a chegada do período menstrual varia de acordo com o mês e, por isso, a menstruação atrasada pode ser recorrente mesmo sem nenhuma complicação de saúde. Havendo essa irregularidade natural do ciclo, o ideal é aguardar um tempinho antes de suspeitar de gravidez. Ao notar a menstruação atrasada 7 dias, já é aconselhável fazer um teste de farmácia para verificar a possibilidade de estar grávida. 

 

Mulheres com o ciclo menstrual regular (com duração média de 28 a 30 dias), por outro lado, podem considerar a gravidez desde o primeiro dia de atraso menstrual. Após o resultado do exame de gravidez, será mais fácil entender o que está acontecendo. Com a menstruação atrasada e teste negativo, recomenda-se procurar uma avaliação médica para investigar possíveis causas patológicas para o problema. Fora a gravidez, as principais causas para o atraso da menstruação são: 

 

  • Síndrome dos Ovários Policísticos;

  • Problemas na tireóide;

  • Estresse e ansiedade;

  • Climatério e menopausa;

  • Alterações bruscas de peso;

  • Exercícios físicos em excesso;

  • Pílula do dia seguinte;

 

Veja também: Atraso na menstruação: o que pode ser e como fazer o diagnóstico correto?

 

  1. Menstruação adiantada

 

Ter a menstruação adiantada também não é, necessariamente, indicativo de problemas. Em muitos casos, a menstruação antecipada é apenas um sinal de que a ovulação aconteceu mais cedo naquele mês. O endométrio (tecido que reveste as paredes intrauterinas e prepara o útero para receber o embrião fertilizado) só é descamado e expelido como menstruação após a confirmação de que não haverá gravidez. Ou seja, quando o óvulo liberado na ovulação não é fecundado pelo espermatozóide. Por isso, o período menstrual e a fase ovulatória estão diretamente ligados.

 

Geralmente, em ciclos regulares (28 dias), a ovulação acontece por volta do 14º dia do ciclo (que começa a ser contado a partir do primeiro dia da última menstruação). Diversos fatores podem levar a ovulação a acontecer antes do esperado, incluindo estresse e outros problemas emocionais. No entanto, na maioria das vezes, a ovulação antecipada significa simplesmente que o óvulo maduro da mulher ficou pronto para ser liberado mais cedo. 

 

De qualquer forma, relate a menstruação adiantada ao(a) seu(a) ginecologista. Se o episódio se repetir por mais de três meses, pode ser sinal de alguma complicação. 

 

  1. Menstruação prolongada

 

Geralmente, a sua menstruação dura quantos dias? É muito importante observar as características do próprio padrão menstrual para conseguir identificar com clareza se a menstruação realmente aumentou. A duração normal do período menstrual varia entre 3 a 7 dias. Sendo assim, consideramos a menstruação prolongada quando a mulher menstrua por mais de uma semana. A partir de 8 dias menstruando sem parar, recomenda-se procurar um(a) médico(a).  

 

A menstruação muito longa pode ser provocada por alterações hormonais ou até mesmo por complicações mais graves, como a endometriose ou a presença de miomas uterinos. A endometriose é caracterizada pelo crescimento indevido do endométrio fora do útero. Enquanto o mioma uterino é um tumor benigno localizado no útero. Além disso, menstruar por muitos dias ainda pode gerar um quadro de anemia na mulher. Então, não hesite em buscar ajuda profissional!

 

  1. Menstruação de um dia

 

Antes de se perguntar se a menstruação de um dia é normal, aguarde um tempinho para ver se o resto do fluxo menstrual vai descer. O processo de expulsão do endométrio em forma de menstruação pode acontecer bem lentamente e, nestas circunstâncias, é natural que o sangramento desça em “parcelas”. 

 

Caso a menstruação realmente tenha duração de apenas um dia, é válido marcar uma consulta com o(a) ginecologista. Embora o episódio possa ser inofensivo, é melhor prevenir do que remediar. Mulheres que utilizam métodos contraceptivos hormonais, como a pílula anticoncepcional e o DIU com hormônios, por exemplo, estão mais propensas a apresentar a menstruação de um dia. Isso porque a ação hormonal do contraceptivo afina o endométrio e, consequentemente, também pode reduzir o fluxo. 

 

De todo modo, quaisquer alterações no padrão menstrual devem ser investigadas. 

 

  1. Menstruação com pouco fluxo

 

Para algumas mulheres, ter pouco fluxo menstrual é normal. Se a sua menstruação sempre foi mais levinha, não tem porquê se preocupar! No entanto, quando a menstruação fraca é novidade (ou seja, não representa o padrão menstrual da mulher), a diminuição do fluxo pode ser um sinal de alerta vermelho.  

 

Veja também: Meu fluxo menstrual diminuiu. O que pode ter acontecido?

 

Como explicamos acima, métodos contraceptivos hormonais afinam o endométrio e, por isso, podem reduzir o período menstrual (tanto em quantidade, quanto em duração). Se este não for o seu caso, é aconselhável fazer uma investigação mais aprofundada da menstruação com pouco fluxo. Diversos problemas, incluindo a Síndrome dos Ovários Policísticos e outras alterações hormonais, são capazes de provocar essa menstruação pouca. 

 

Veja também: Menstruação fraca pode ser sinal de algum problema? 

 

  1. Menstruação escura

 

A menstruação escura também é conhecida como menstruação tipo “borra de café”. Geralmente, essa menstruação marrom está associada a um fluxo menstrual fraco, que demora mais tempo para ser expelido pela vagina e acaba escurecendo no trajeto. O sangue ganha essa cor escura ao entrar em contato com o oxigênio e, como resultado, a famigerada menstruação “borra de café” pode se tornar marrom ou até mesmo preta.  

 

Veja também: Menstruação marrom é normal? Consultamos um ginecologista para tirar essa dúvida

 

O fluxo menstrual tende a ser mais fraco no início e no fim do período menstrual, por isso, a menstruação marrom é mais comum nestes dias. Notar a menstruação “borra de café” tomando anticoncepcional também é considerado normal, já que o método contraceptivo é capaz de reduzir o fluxo. 

 

No caso de menstruação escura e cólica (ou quaisquer outros sintomas), é preciso procurar um(a) especialista. Somada a outras alterações, como aumento do fluxo menstrual e mau cheiro na região íntima, por exemplo, a menstruação preta pode ser indicativo de doenças. 

 

  1. Menstruação com muito fluxo

 

O fluxo menstrual mais intenso do que o habitual não pode ser considerado uma característica normal da menstruação. Geralmente, esta alteração significa que algo não está funcionando corretamente. Diversos fatores podem gerar a menstruação muito forte, desde um simples desequilíbrio hormonal até complicações uterinas mais graves, como a endometriose ou a presença de miomas e pólipos no útero. Esse tipo de menstruação intensa ainda pode gerar um quadro de anemia na mulher e, também por isso, merece ser investigado por um(a) profissional). 

 

Veja também: Fluxo menstrual intenso: veja as causas, sintomas e como lidar com esse momento

 

Para reconhecer a menstruação forte anormal, procure pelas seguintes características: 

 

  • Trocas frequentes do absorvente (de hora em hora, por exemplo);

  • Presença de coágulos grandes no fluxo menstrual;

  • Interrupção das atividades cotidianas por conta da menstruação;

  • Cansaço, indisposição e outros sintomas de anemia;

 

  1. Menstruação com coágulos

 

Normalmente, a presença de coágulos no fluxo menstrual é um comportamento natural do organismo. Ainda não se sabe ao certo porque a menstruação coagulada acontece, entretanto, algumas teorias são mais populares que outras. 

 

Veja também: Menstruação com coágulos de sangue pode ser algum problema?

 

De acordo com informações do Centro de Saúde de Mulheres Jovens no Hospital Pediátrico de Boston (EUA), o corpo libera anticoagulantes para impedir a coagulação do sangue menstrual durante o seu trajeto até a vagina. Quando o volume desse fluxo é intenso, as substâncias anticoagulantes podem acabar não tendo tempo suficiente para fazer efeito em todo o sangramento. Por esse motivo, mulheres com o fluxo menstrual intenso estariam mais propensas à menstruação com coágulos. 

 

Outra justificativa aceita está relacionada à alterações hormonais do organismo feminino. Mais especificamente falando: ao aumento do hormônio estrogênio. A maior produção de estrogênio tornaria o processo de descamação do endométrio mais difícil e, por isso, os “pedaços” de menstruação seriam gerados. 

 

Os coágulos menstruais podem aparecer em diversos formatos e tamanhos. Se a menstruação com pedaços contiver coágulos muito grandes, maiores do que uma moeda, vale a pena agendar uma visitinha ao consultório ginecológico. Coágulos grandes e cinzas podem ser sintoma de um aborto espontâneo. Por esse e outros motivos, a avaliação do(a) profissional é imprescindível. 

 

  1. Menstruação dolorosa

 

Infelizmente, sentir cólica e outros desconfortos durante a menstruação é absolutamente natural. Entretanto, é preciso avaliar a intensidade da dor, que não pode atrapalhar ou impedir a mulher de fazer suas atividades habituais. A cólica menstrual é o principal sintoma da TPM, mas, muitas vezes, persiste por todo o período menstrual e só acaba junto com o fim da menstruação. 

 

Existem dois tipos de cólica: dismenorreia primária (normal e causada pela própria menstruação) e dismenorreia secundária (associada a problemas de saúde). Quando a menstruação é muito dolorosa, é bem provável que o quadro configure uma dismenorreia secundária. Doenças como miomas, endometriose e pólipos endometriais podem estar ocasionando a dor. Faça o diagnóstico com um(a) médico(a) especializado(a) e, após descobrir a origem do problema, dê início ao tratamento indicado. 

 

  1.  Menstruação duas vezes por mês

 

É normal a menstruação vir duas vezes no mês se a mulher tiver o ciclo menstrual regular ou curto. Caso você ainda fique um pouco confusa com esses conceitos, o Só Delas te explica agora! O ciclo menstrual regular tem duração média de 28 dias, enquanto o ciclo curto dura menos que 21 dias. Em ambos os casos, a mulher pode acabar menstruando duas vezes no mesmo mês: primeiro no início e depois no final. 

 

Em outras circunstâncias, a menstruação 2 vezes no mês pode ser consequência de alguma alteração hormonal capaz de estimular o endométrio (tecido que, após atingir a sua espessura máxima, é descamado e eliminado em forma de sangue menstrual). Na dúvida, consulte o(a) seu(a) ginecologista!

 

  1.  Menstruação rosa

 

A menstruação rosa nada mais é que uma mistura de sangue menstrual e outras secreções vaginais da mulher que, normalmente, são transparentes ou esbranquiçadas. Porém, certifique-se de que o sangramento realmente é a menstruação daquele mês! O que é interpretado por muitas mulheres como uma menstruação pouca e clara pode ser, na verdade, o sangramento de nidação. 

 

Veja também: Menstruação rosada e pouca é normal? 

 

Caso você não saiba, a nidação é caracterizada pela implantação do embrião fertilizado nas paredes do útero. Esse processo pode acarretar em um pequeno sangramento vaginal, cuja coloração varia entre marrom claro e, mais frequentemente, rosa. Dito isto, se a gestação for uma possibilidade, vale a pena fazer um teste de gravidez para confirmar ou descartar as suspeitas.

semprelivre_bottom1_dance_new

  • SE CUIDA!
    Lavar a calcinha no box é ruim? Confira dicas para cuidar de suas roupas íntimas!
    Você costuma lavar a calcinha no box e nem sabe se isso faz mal? Então é bom ficar de o..
  • SE CUIDA!
    Conheça 6 hábitos que podem causar corrimento vaginal e você nem sabia
    Você sabe o que causa corrimento vaginal? Alguns costumes da nossa rotina podem ser os pr..
  • SE CUIDA!
    Marcou consulta com o ginecologista? Listamos 6 coisas que você deve saber antes de ir!
    Uma coisa é certa: ir ao ginecologista pelo menos duas vezes ao ano é fundamental para a..
  • SE CUIDA!
    Você sabe qual é a diferença entre CAREFREE® TodoDia Flexi e CAREFREE® Proteção? Descubra e use os produtos da forma certa!
    Atualmente é comum passarmos o dia todo fora, mas do trabalho até a volta para casa muit..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • Quiz
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
    As ISTs são um grupo de infecções que têm como principal via de transmissão o sexo. Elas...
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
  • Quiz
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
    As ISTs são um grupo de infecções que têm como principal via de transmissão o sexo. Elas...
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
  • Menstruação
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
    A cólica é um sintoma que normalmente é associado à chegada da menstruação. No entanto,...
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
  • Menstruação
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
    A cólica é um sintoma que normalmente é associado à chegada da menstruação. No entanto,...
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
  • VER TODAS >