Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

Infecção urinária: conheça a causa, os sintomas e o tratamento adequado para o problema

Infecção urinária: conheça a causa, os sintomas e o tratamento adequado para o problema

A infecção urinária normalmente acontece quando uma bactéria nociva entra no sistema urinário através da uretra e se multiplicam na bexiga. Quando isso acontece, sintomas como dor ao urinar, freqüência alta e com pouca quantidade de urina, sensação de peso em baixo ventre tornam-se queixas comuns. As infecções urinárias são classificadas em três tipos: cistite (a mais comum, na bexiga), pielonefrite (nos rins) e uretrite (na uretra). É importante buscar ajuda médica ao perceber esses sintomas e, sobretudo, ter cuidado com alguns hábitos de rotina que podem ser responsáveis por agravar uma infecção, como uma higiene íntima precária, ter relação sexual desprotegida, segurar a urina por muito tempo e beber pouca água. Consultamos o ginecologista Alexandre Pupo Nogueira para saber mais sobre esse problema tão comum para mulheres.

 

Ao perceber os sintomas da infecção urinária, procure ajuda médica

 

Os principais sintomas de uma infecção urinária são desconforto ao urinar, necessidade de urinar toda hora, mesmo que você tenha acabado de voltar do banheiro, o xixi sai quase sempre em pouca quantidade e tende a ter uma cor mais turva e ainda é possível sentir um peso frequentemente na bexiga, como se ela estivesse cheia. Ao ter esses sinais, procure um ginecologista para que ele possa recomendar exames e o tratamento adequado ou, se os sintomas estiverem causando muita dor, procure a emergência hospitalar mais próxima.

 

Rins, bexiga e uretra: conheça os tipos de infecção urinária e os órgãos que elas podem afetar

 

Segundo o ginecologista, a bactéria mais comum é a Escherichia coli (bactéria do trato gastrointestinal), causadora da infecção na bexiga chamada de cistite. Esse tipo é muito comum em meninas, especialmente na infância, por conta da pequena distância da uretra ao ânus e o modo como as crianças se limpam após defecar. Outras menos frequentes como Klebsiella e Proteus também podem causar infecções.
 

A uretrite, outro tipo de infecção urinária, mas que acomete a uretra, também é causada por bactérias do trato intestinal, principalmente quando a pessoa é portadora de alguma infecção como gonorréia, herpes e clamídia. Por fim, temos a pielonefrite, infecção dos rins que normalmente começa pela uretra ou bexiga. Esse tipo é um pouco mais sério e merece uma atenção especial antes que o problema seja agravado.

 

O tratamento para infecção urinária é feito com antibiótico  


O tratamento para infecção urinária vai depender da região em que ela está localizada, seja na bexiga, na uretra ou nos rins. Normalmente o tratamento é feito com antibiótico, porém, quando acomete os rins pode ser necessário internação hospitalar. Além disso, o médico acrescenta que é recomendado ao paciente beber pelo menos 2 litros de água por dia e urinar sempre na primeira vontade. “O ideal é que uma mulher urine pelo menos a cada 4 horas durante o dia, pois a urina limpa o canal da uretra e mecanicamente expele as bactérias”, explica.

 

Higiene íntima incorreta pode facilitar a incidência de infecções urinárias


De acordo com o ginecologista, a uretra, a vagina e o ânus são órgãos muito próximos, o que constantemente pode fazer com que um contamine o outro: “Em especial contaminações de conteúdo anal pode levar a infecções urinárias mais graves”, diz Alexandre. Portanto, a higiene íntima diária feita com sabonetes neutros é fundamental para manter a região protegida de bactérias nocivas. A forma correta de se limpar, depois de urinar ou defecar, também é fundamental nessa prevenção. O papel deve ser passado sempre de frente para trás para evitar que as bactérias contidas nas fezes migrem para o canal vaginal.  

Infecções urinárias repetitivas devem ser observadas com cuidado

 

De acordo com o ginecologista, podemos considerar comum mulheres terem infecções urinárias até duas vezes por ano e isso ser considerado natural. “Classificamos como infecção de repetição quando se tem 3 ou mais infecções em até 6 meses”, diz Alexandre. Em casos de repetição deve-se procurar um médico para avaliação de possíveis causas para isso e ele definirá o melhor tratamento.

 

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Alexandre Pupo Nogueira - g
inecologista e obstetra membro do corpo clínico do Hospital Albert Einstein, é também mastologista e Membro Titular do Núcleo de Mastologia do Hospital Sírio Libanês
CRM-SP: 84.414

semprelivre_bottom1_dance_new

  • Menstruação
    Posso ir à praia ou piscina menstruada? Saiba como curtir o verão sem neuras!
    Foi para um lugar de praia e ficou menstruada no meio da viagem? Não tem problema! Com a ..
  • Menstruação
    Veja 6 situações do dia a dia que quem sente muita cólica vai se identificar
    “Oi, sumida?!”. Todo mês as cólicas surgem de surpresa, como a mensagem daquele cari..
  • Menstruação
    Qual a diferença entre cobertura suave e seca? Saiba como escolher a ideal para você!
    Quem já se perguntou alguma vez por que existem taaaantas opções de absorventes diferen..
  • Menstruação
    Frescura? Sério? Pensamentos que passam pela sua cabeça quando alguém reclama da sua TPM
    Apesar da tensão pré-menstrual ser um momento só seu, todo mundo adora dar pitacos, né..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • Quiz
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
    As ISTs são um grupo de infecções que têm como principal via de transmissão o sexo. Elas...
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
  • Quiz
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
    As ISTs são um grupo de infecções que têm como principal via de transmissão o sexo. Elas...
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
  • Menstruação
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
    A cólica é um sintoma que normalmente é associado à chegada da menstruação. No entanto,...
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
  • Menstruação
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
    A cólica é um sintoma que normalmente é associado à chegada da menstruação. No entanto,...
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
  • VER TODAS >