Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

Higiene íntima após fazer exercícios é fundamental para evitar infecções vaginais. Veja 4 dicas!

Higiene íntima após fazer exercícios é fundamental para evitar infecções vaginais. Veja 4 dicas!

Ao praticar exercícios físicos, é natural que a transpiração da região íntima da mulher aumente. Para evitar mau cheiro e doenças vaginais, o acúmulo do suor e da umidade das secreções vaginais na calcinha deve ser eliminado no banho ao chegar em casa. A higiene íntima feminina desempenha um papel fundamental na prevenção contra inflamações e infecções vaginais, como a candidíase e a vulvite. A falta desta higiene altera o pH vaginal e favorece a proliferação de fungos e bactérias causadores destas complicações. Por isso, a limpeza da vulva deve ser feita no chuveiro sempre após os exercícios, somente com água e sabonete íntimo.

 

Veja também: Partes da vagina: saiba como fazer a higiene em cada região

 

O Só Delas separou 4 dicas que vão te ajudar a manter a higiene íntima após a academia ou seu esporte favorito. Confira!

 

Dica 1) Se possível, faça a higiene íntima no banho logo após o treino

 

Tente ao máximo tomar banho logo após ou pouco tempo depois de praticar exercícios físicos. Se isso puder acontecer na própria academia ou no local de treino, melhor ainda para sua saúde vaginal. Caso não seja possível, dê prioridade ao banho e à limpeza da vulva com um sabonete íntimo líquido assim que chegar em casa. Desta forma, você consegue se livrar do suor acumulado e de qualquer tipo de secreção vaginal que possa ter se concentrado na calcinha ao longo das atividades. 

 

Dica 2) Prefira uma calcinha de algodão na hora de praticar exercícios físicos 

 

Calcinhas de algodão são as mais indicadas para manter a saúde vaginal em dia. A região íntima da mulher possui glândulas de suor e transpira, assim como outras partes do nosso corpo. Quando a mulher está praticando exercícios físicos, normalmente, a produção de suor se torna ainda mais abundante. Por essa razão, escolher peças íntimas feitas de um tecido natural como algodão, que absorve mais o suor e não abafa, é uma boa opção para proteger a saúde vaginal.  

 

Ambientes úmidos e quentes são um prato cheio para a proliferação de fungos e bactérias. Dito isto, fica fácil entender porque manter a vulva sempre seca e arejada é tão importante na prevenção contra doenças e infecções vaginais. Deixe as outras lingeries para ocasiões especiais! Atente-se também ao modelo da calcinha. Quando são muito pequenas, como a famosa “fio dental”, não proporcionam conforto e podem acabar incomodando e causando irritações na região íntima durante os exercícios.

 

Dica 3) Use um protetor de calcinha respirável para absorver a umidade na região íntima durante os exercícios

 

Além de optar por uma calcinha de algodão, você também pode apostar no protetor de calcinha respirável quando for praticar atividades físicas. O cuidado extra ajuda a evitar o acúmulo de umidade e calor na região íntima. CAREFREE® TodoDia é uma ótima opção para esses momentos. Respirável, o produto permite a circulação do ar na região íntima feminina. Basta colocar o protetor diário respirável antes de sair para fazer exercícios e, na volta, tirar o protetor da calcinha, descartar e fazer sua higiene íntima no banho com sabonete íntimo. 

 

Veja também: 5 hábitos que podem te prevenir da candidíase

 

Dica 4) Se for malhar menstruada, fique atenta à troca do absorvente externo ou interno

 

Algumas mulheres se perguntam se pode fazer exercício físico menstruada. A resposta para essa dúvida é: sim! Praticar atividades físicas libera endorfina (substância responsável pela sensação de prazer e bem-estar) e pode, inclusive, aliviar os sintomas característicos desta etapa do ciclo menstrual. A única orientação é pegar mais leve e não esquecer dos cuidados com a higiene íntima depois da atividade. Escolha o absorvente externo ou interno que melhor atenda às necessidades do seu padrão menstrual e efetue a troca com a frequência correta. 

 

Esse intervalo de tempo entre um absorvente e outro vai depender, principalmente, do seu fluxo menstrual, que pode ser leve, médio ou intenso. De qualquer forma, a troca do absorvente deve ser feita várias vezes ao dia.

 

Veja também: Exercícios físicos ajudam a aliviar a cólica menstrual; saiba tudo!

 

Saiba como fazer a higiene íntima correta no dia-a-dia

 

Além dos cuidados extras após os exercícios físicos, também é preciso fazer a higiene íntima correta diariamente. Normalmente, a limpeza da região externa do órgão genital (vulva, lábios, ao redor do clitóris e virilha) deve ser feita, no máximo, duas vezes ao dia. Isso porque o excesso de higienização pode destruir as barreiras de proteção naturais da região genital e, desta forma, propiciar a proliferação de fungos e bactérias causadores de doenças e infecções. Veja um passo a passo:

 

Passo 1) Escolha um sabonete íntimo líquido: recomenda-se o uso de um sabonete específico para a região íntima, já que esse produto apresenta um pH que respeita a acidez da vulva. Opte por uma versão líquida. Assim, não será necessário dividir a superfície do sabonete com outros moradores da casa e a contaminação por fungos e bactérias será ainda mais difícil. O ideal é deixar o sabonete íntimo líquido agir durante, aproximadamente, dois minutos no local. 

 

Passo 2) Higienize somente a área externa da vulva: o interior da vagina possui propriedades autolimpantes e, portanto, não precisa e nem deve ser higienizado. Concentre a limpeza da região íntima na parte externa, que inclui os grandes e pequenos lábios, a uretra, o clitóris e o períneo (aquele espaço entre a entrada da vagina e ânus). 

 

Passo 3) Faça movimentos circulares com os próprios dedos: não utilize esponjas ou outros apetrechos que possam causar lesões ou irritações na vagina, que é uma região sensível do corpo da mulher. Utilize os próprios dedos com cuidado e faça movimentos circulares para retirar sujeiras e possíveis resíduos acumulados, como o esmegma (substância de aparência branca e pastosa que costuma ser formada pelo conjunto de células mortas com a oleosidade natural da pele). 

 

Passo 4) Enxágue e seque bem a vagina: certifique-se de enxaguar bastante a região íntima para retirar todo e qualquer produto utilizado durante a limpeza. Após o banho, seque bem o local para evitar a umidade e uma possível proliferação de microorganismos.

semprelivre_bottom1_dance_new

  • Menstruação
    Posso ir à praia ou piscina menstruada? Saiba como curtir o verão sem neuras!
    Foi para um lugar de praia e ficou menstruada no meio da viagem? Não tem problema! Com a ..
  • Menstruação
    Veja 6 situações do dia a dia que quem sente muita cólica vai se identificar
    “Oi, sumida?!”. Todo mês as cólicas surgem de surpresa, como a mensagem daquele cari..
  • Menstruação
    Qual a diferença entre cobertura suave e seca? Saiba como escolher a ideal para você!
    Quem já se perguntou alguma vez por que existem taaaantas opções de absorventes diferen..
  • Menstruação
    Frescura? Sério? Pensamentos que passam pela sua cabeça quando alguém reclama da sua TPM
    Apesar da tensão pré-menstrual ser um momento só seu, todo mundo adora dar pitacos, né..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • Saúde da mulher
    SOP: sintomas e tratamentos da síndrome que atinge as mulheres
    A Síndrome do Ovário Policístico é uma disfunção hormonal que leva ao crescimento de...
    SOP: sintomas e tratamentos da síndrome que atinge as mulheres
  • SE CUIDA!
    5 tipos de depilação feminina: prós e contras de cada método
    A depilação íntima faz parte da vida de muitas mulheres. Para isso, é possível encontrar...
    5 tipos de depilação feminina: prós e contras de cada método
  • SE CUIDA!
    Corrimento ou lubrificação feminina? Saiba diferenciar as secreções vaginais
    Muitas pessoas ficam em dúvida sobre qual a diferença entre corrimento e secreção vaginal...
    Corrimento ou lubrificação feminina? Saiba diferenciar as secreções vaginais
  • SE CUIDA!
    Tabelinha: por que o método é falho e outras opções de anticoncepcionais com mais eficácia
    A tabelinha é um método contraceptivo natural baseado na análise do ciclo menstrual....
    Tabelinha: por que o método é falho e outras opções de anticoncepcionais com mais eficácia
  • VER TODAS >