Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

Ginecologista responde 3 dúvidas frequentes sobre escape menstrual

Ginecologista responde 3 dúvidas frequentes sobre escape menstrual

O escape menstrual, também conhecido como spotting, é caracterizado por um pequeno sangramento que ocorre fora do período da menstruação. O escape geralmente está associado ao uso de métodos contraceptivos de baixa dosagem como alguns tipos de pílula anticoncepcional e o DIU com hormônio. No entanto, o sangramento de escape pode ser um indício de possíveis irregularidades e patologias na região íntima e, por esse motivo, deve ser investigado e acompanhado por um médico ginecologista.

 

Confira 3 dúvidas mais frequentes sobre o que é sangramento de escape respondidas pela ginecologista e obstetra Paula Bortolai Martins Araújo.

 

 

1. É normal ter sangramento de escape? Conheça as principais causas 

 

 

  • Uso de contraceptivos hormonais de baixa dosagem 

 

 

O escape menstrual é um tipo de sangramento vaginal que não faz parte do processo da menstruação, ou seja, não está diretamente relacionado a descamação do endométrio no final do ciclo menstrual. Segundo a Dra. Paula Bortolai Martins Araújo, o escape pode estar relacionado a diversas causas dependendo da fase da vida em que a mulher se encontra. No entanto, uma das causas mais comum para o sangramento não menstrual é o uso de anticoncepcionais de progesterona isolada, como a minipílula e o DIU hormonal. “Estes métodos provocam uma atrofia do endométrio (que é a camada interna do útero) e, dessa forma, os vasos sanguíneos dessa região ficam mais expostos e fáceis de sangrar”, explica. 

 

A médica comenta que esse tipo de medicação também costuma ter um efeito de bloqueio da menstruação, fazendo com que o endométrio passe muito tempo sem descamar. Com o passar do tempo, ele tende a ficar um pouco mais espesso e, às vezes, pode sofrer pequenas rupturas e sangrar, o que é exteriorizado na forma de escape. 

 

Por essa razão, quem utiliza a pílula anticoncepcional há muito tempo está mais sujeita ao sangramento vaginal fora da menstruação, principalmente quando há o hábito de emendar as cartelas. Outra causa frequente de escape é quando ocorre o esquecimento de um ou mais comprimidos. O sangramento, então, acontece devido a baixa concentração hormonal na corrente sanguínea, fazendo com que o endométrio se desprenda. 

 

Por fim, mulheres que acabaram de iniciar o uso do método contraceptivo hormonal também podem apresentar escapes menstruais com mais frequência, especialmente durante os três primeiros meses de adaptação ao medicamento.

 

 

  • Escape menstrual pode ter relação com alterações no útero e distúrbios hormonais 

 

 

A presença de pólipos e miomas uterinos é outra possível causa para a ocorrência de escape. Os dois quadros são causados pelo crescimento de nódulos no tecido que reveste o útero internamente e podem levar ao aumento do fluxo menstrual e, eventualmente, sangramentos no intervalo entre as menstruações. Embora raramente apresentam suspeitas de malignidade, os miomas e pólipos devem ser investigados e tratados. 

 

Os escapes também podem ser causados por disfunções hormonais, principalmente os relacionados à tireoide. A glândula é responsável pela produção e regulação de diversos hormônios, inclusive os responsáveis pelo comando do ciclo menstrual. Quando há qualquer problema em seu funcionamento, o ciclo da mulher sofre alterações e pode manifestar algum tipo de irregularidade, como sangramentos fora do período menstrual. 

 

 

  • Sangramento de escape após o período fértil pode ser sinal de gravidez 

 

 

De acordo com a ginecologista, em alguns casos, o sangramento fora do período menstrual pode não tem relação nenhuma com escape, mas ser um dos primeiros indícios de que a mulher está grávida. Esse fenômeno recebe o nome de nidação e corresponde ao momento em que o embrião é implantado no colo do útero. Durante esse processo, alguns vasos sanguíneos do endométrio acabam se rompendo durante a fixação do embrião, dando origem a um leve sangramento semelhante a um escape. 

 

 

2. Sangramento de escape dura quantos dias? 

 

 

O sangramento de escape dura entre um a três dias e, normalmente, possui um volume bem menor se comparado com a menstruação. Por isso, muitas vezes, ele tem um tom mais escuro, meio amarronzado semelhante a borra de café. Em alguns casos, ele nem chega a aparecer na calcinha e só é possível perceber o borrão na hora de se limpar com o papel higiênico depois de urinar. 

 

 

3. O que fazer para parar o sangramento de escape? Ginecologista explica alternativas

 

 

A médica reforça que qualquer tipo de escape deve ser investigado por um ginecologista. O objetivo é identificar a real origem do sangramento e tratar possíveis quadros relacionados a patologias mais sérias. “Algumas mulheres têm um pequeno sangramento no período da ovulação ou durante o uso de anticoncepcionais de baixa dosagem ou DIU e, nestes casos, não precisamos nos preocupar, mas em algumas pacientes os escapes podem indicar alguma lesão anatômica do sistema reprodutor ou alguma infecção”, afirma. 

 

A forma de acabar com sangramento de escape varia de acordo com a causa. Quando ele é provocado por contraceptivos hormonais, os ginecologistas costumam sugerir modificar a medicação. Quando o problema é de origem física, como no caso de miomas e pólipos, o tratamento é direcionado a causa. Por isso a importância de sempre buscar uma avaliação médica para a realização de exames laboratoriais. Além disso, é importante avaliar se o spotting vem acompanhado de sintomas como cólicas, febre, dor na relação sexual e corrimento vaginal, ou quando for volumoso e frequente. 

 

Por fim, a ginecologista comenta que o escape não está restrito somente a mulheres em fase reprodutiva. Pelo contrário, o sangramento pode acontecer em qualquer idade, inclusive no período do climatério e menopausa. “Na menopausa os escapes devem sempre ser investigados com mais cautela, pois podem representar alterações anatômicas como pólipos, lesões no colo do útero e alterações do endométrio. 

 
 

 

 

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Dra. Paula Bortolai Martins Araujo, Ginecologista-obstetra do IPGO – Instituto Paulista de Ginecologia e Obstetrícia

CRM: 127.101

 

SL_Arroba_turbante_Semprejunta

Symantic Display

  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Injeção anticoncepcional trimestral: ginecologista responde dúvidas sobre o método
    Injeção anticoncepcional trimestral: ginecologista responde dúvidas sobre o método
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    O que é DIU de cobre e como usá-lo? Ginecologista responde as principais dúvidas sobre o método contraceptivo
    O que é DIU de cobre e como usá-lo? Ginecologista responde as principais dúvidas sobre o método contraceptivo
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • Menstruação
    Menstruação
    O que é menstruação? Tire suas dúvidas sobre o período menstrual
    O que é menstruação? Tire suas dúvidas sobre o período menstrual
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Conheça seu corpo: ginecologista fala sobre as alterações da secreção vaginal no ciclo menstrual
    Conheça seu corpo: ginecologista fala sobre as alterações da secreção vaginal no ciclo menstrual
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    5 dúvidas comuns sobre DIU hormonal respondidas por um ginecologista!
    5 dúvidas comuns sobre DIU hormonal respondidas por um ginecologista!
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    6 dúvidas sobre sexo respondidas por um ginecologista!
    6 dúvidas sobre sexo respondidas por um ginecologista!
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Candidíase é transmissível? Ginecologista tira dúvidas sobre a infecção vaginal
    Candidíase é transmissível? Ginecologista tira dúvidas sobre a infecção vaginal
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    As principais dúvidas sobre camisinha respondidas por um ginecologista!
    As principais dúvidas sobre camisinha respondidas por um ginecologista!
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    DIU de cobre engorda? Ginecologista esclarece dúvidas sobre o método contraceptivo
    DIU de cobre engorda? Ginecologista esclarece dúvidas sobre o método contraceptivo
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    12 dúvidas sobre pílula anticoncepcional, respondidas por uma ginecologista
    12 dúvidas sobre pílula anticoncepcional, respondidas por uma ginecologista
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • semprelivre_bottom1_dance_new

  • SE CUIDA!
    Lavar a calcinha no box é ruim? Confira dicas para cuidar de suas roupas íntimas!
    Você costuma lavar a calcinha no box e nem sabe se isso faz mal? Então é bom ficar de o..
  • SE CUIDA!
    Conheça 6 hábitos que podem causar corrimento vaginal e você nem sabia
    Você sabe o que causa corrimento vaginal? Alguns costumes da nossa rotina podem ser os pr..
  • SE CUIDA!
    Marcou consulta com o ginecologista? Listamos 6 coisas que você deve saber antes de ir!
    Uma coisa é certa: ir ao ginecologista pelo menos duas vezes ao ano é fundamental para a..
  • SE CUIDA!
    Você sabe qual é a diferença entre CAREFREE® TodoDia Flexi e CAREFREE® Proteção? Descubra e use os produtos da forma certa!
    Atualmente é comum passarmos o dia todo fora, mas do trabalho até a volta para casa muit..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • Menstruação
    Menstruar duas vezes no mês: quando devo me preocupar?
    Menstruar duas vezes no mês pode gerar uma certa preocupação, afinal, estamos acostumadas...
    Menstruar duas vezes no mês: quando devo me preocupar?
  • SE CUIDA!
    Toda mulher tem secreção vaginal. Entenda porque isso é normal!
    Se você é uma mulher em idade reprodutiva (ou seja, já teve a primeira menstruação e...
    Toda mulher tem secreção vaginal. Entenda porque isso é normal!
  • SE CUIDA!
    5 métodos contraceptivos que cortam a menstruação
    Todo método contraceptivo hormonal causa alguma interferência no padrão menstrual. Alguns...
    5 métodos contraceptivos que cortam a menstruação
  • Menstruação
    Diário da menstruação: 4 motivos para fazer o seu!
    Você já ouviu falar no diário de menstruação? Só pelo nome já dá para ter uma ideia do...
    Diário da menstruação: 4 motivos para fazer o seu!
  • VER TODAS >