Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

Foliculite na virilha: veja causas e tratamentos para esse problema

Foliculite na virilha: veja causas e tratamentos para esse problema

A foliculite (muitas vezes chamada de "espinhas na virilha") é um problema que incomoda muitas mulheres e surgem devido à inflamação nos folículos pilosos, causada pela obstrução dos poros pelos quais saem os pelos, dificultando a sua passagem. Como o processo de crescimento não para, a ponta do pelo se curva e continua crescendo por baixo da pele. Esse processo leva a um reação inflamatória, conhecida como foliculite, que se manifesta pelo aparecimento de bolinhas avermelhadas, com ou sem pus, que podem causar coceira, alergias e levar ao escurecimento da região.

 

Existem muitos fatores que levam ao desenvolvimento de foliculite. A mais comum é a depilação íntima, principalmente quando feita com lâmina. Por isso, alguns cuidados antes e depois de se depilar podem ajudar a evitar o problema. O Só Delas conversou com a dermatologista Carla Albuquerque para entender mais sobre a foliculite na virilha e quais medidas tomar para tratar a inflamação. 

 

Depilação íntima e pelos encravados são a principal causa da foliculite na virilha 

 

 De acordo com a Dra. Carla, a presença de bolinhas semelhantes a espinhas na virilha quase sempre representa um quadro de foliculite. Segundo a médica, a inflação acontece devido a ação de bactérias a partir de algum dano sofrido pela pele. “A invasão bacteriana pode ocorrer espontaneamente ou favorecida pelo excesso de umidade e suor, raspagem dos pêlos ou depilação com cera”.  

 

A inflamação dos folículos pilosos acaba levando ao acúmulo de células mortas nos poros e obstrui a passagem dos pelos. Por isso, as bolinhas inflamadas, na maioria das vezes, são pelos encravados que, ao tentar sair, acabam pressionando a pele causando uma inflamação. As causas para o problema vão desde alta oleosidade na região, falta de higiene e atrito provocado pelo uso de roupas apertadas. No entanto, erros na hora da depilação são os principais responsáveis dos pelos encravados.

 

A foliculite pode melhorar com cuidados durante a depilação e boa higiene

 

A foliculite na virilha não é um caso grave e pode ser tratada com acompanhamento dermatológico. No geral, o indicado é procurar rever a forma como a depilação está sendo feito ou considerar outra técnica que cause menos dano. Como a pele da virilha é mais fina e sensível ela está mais suscetível a irritação e alergias. 

 

Para tratar o problema, o profissional pode prescrever pomadas antibacterianas e sabonetes antisépticos. Nos casos de lesões inflamatórias mais severas nos grandes lábios, causando dor, inchaço e vermelhidão, procure um dermatologista. A inflamação pode se tornar uma infecção mais grave e necessitar de medicamentos como antibióticos tópicos e ou sistêmicos.

 

Confira os cuidados básicos para evitar o aparecimento de foliculite na virilha  

 

Para a Dra. Carla, a melhor maneira de evitar formação de pelos encravados e foliculite na virilha é investir em uma depilação a laser. “Ela que proporciona uma depilação permanente com resultados consistentes e baixíssima incidência de efeitos colaterais, desde que bem aplicados”, diz. 

 

No entanto, a depilação a laser ainda está longe da realidade de muitas mulheres. Por isso, nós separamos alguns cuidados básicos que podem ajudar a tratar e a evitar o aparecimento de novas bolinhas inflamadas na virilha. 

 

Esfoliar a pele: facilita a remoção de células mortas e outras impurezas que obstruem os poros e dificultam a passagem dos pelos. Você pode usar sabonetes esfoliantes aplicando em movimentos circulares, de maneira suave. No entanto, evite esfoliar quando já existem pelos encravados e inflamações na virilha, pois o procedimento acaba deixando a pele mais sensível. 

 

Não passar a lâmina com a pele seca: além de aumentar o risco de cortes e arranhões, aumenta a lesão nos folículos pilosos. O  ideal é que a região esteja umedecida com água e que o pelo seja raspado com o auxílio de um creme específico para depilação com lâmina. Assim ela desliza com mais facilidade e você não precisa passá-la novamente no mesmo lugar duas vezes. 

 

Trocar de lâmina regularmente: os cuidados com a lâmina usada são tão importantes como a forma que a raspagem é feita. Troque regularmente e procure mantê-la sempre limpa, retirando os pelos retidos na lâmina e lavando bem após o uso. Outra dica importante é evitar compartilha com outras pessoas. A lâmina ou qualquer outro aparelho depilatório deve ser de uso exclusivo de cada pessoa. 

 

Não usar sabonete comum: se você gosta de se depilar no banho, evite usar o sabonete em barra compartilhado com outras pessoas para amolecer os pelos. Esse tipo de sabonete resseca a pele e aumenta as chances de inflamações. O ideal é sempre utilizar um sabonete líquido, de preferência, que faça espuma.

 

Lave a virilha com água morna antes da depilação: a água aquecida ajuda a dilatar os poros e facilita a remoção dos pelos. No caso da depilação com cera, ela ainda ajuda a amenizar a dor. 

 

Por fim, mantenha a virilha sempre higienizada e evite manipular o local com mão suja. Outra dica é evitar usar roupas muito apertadas, principalmente calcinhas íntimas e calça jeans. Dê preferências por peças mais leves e feitas com tecidos mais leves e que não causem o abafamento da região.

 

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Carla Albuquerque - dermatologista de São Paulo e membro efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia e International Fellow da Academia Americana de Dermatologia
CRM - 95007 

semprelivre_bottom1_dance_new

  • Menstruação
    Posso ir à praia ou piscina menstruada? Saiba como curtir o verão sem neuras!
    Foi para um lugar de praia e ficou menstruada no meio da viagem? Não tem problema! Com a ..
  • Menstruação
    Veja 6 situações do dia a dia que quem sente muita cólica vai se identificar
    “Oi, sumida?!”. Todo mês as cólicas surgem de surpresa, como a mensagem daquele cari..
  • Menstruação
    Qual a diferença entre cobertura suave e seca? Saiba como escolher a ideal para você!
    Quem já se perguntou alguma vez por que existem taaaantas opções de absorventes diferen..
  • Menstruação
    Frescura? Sério? Pensamentos que passam pela sua cabeça quando alguém reclama da sua TPM
    Apesar da tensão pré-menstrual ser um momento só seu, todo mundo adora dar pitacos, né..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • Quiz
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
    As ISTs são um grupo de infecções que têm como principal via de transmissão o sexo. Elas...
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
  • Quiz
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
    As ISTs são um grupo de infecções que têm como principal via de transmissão o sexo. Elas...
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
  • Menstruação
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
    A cólica é um sintoma que normalmente é associado à chegada da menstruação. No entanto,...
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
  • Menstruação
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
    A cólica é um sintoma que normalmente é associado à chegada da menstruação. No entanto,...
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
  • VER TODAS >