Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

Existe cura para a tricomoníase? Entenda sintomas e riscos da doença

Existe cura para a tricomoníase? Entenda sintomas e riscos da doença

A tricomoníase tem cura se for tratada corretamente. Seu tratamento costuma ser feito com o uso de medicamentos antibióticos e deve ser estendido também ao(a) parceiro(a) sexual da pessoa infectada. A doença é provocada pelo protozoário Trichomonas vaginalis e transmitida por meio do contato sexual sem proteção. Em alguns casos, a DST pode ser assintomática, ou seja, não apresentar sintomas. Dito isto, vale ressaltar que é possível transmitir a tricomoníase mesmo sem manifestar quaisquer sinais no organismo. Quando os sintomas acontecem, os mais comuns são: corrimento amarelado ou esverdeado, ardência para urinar, coceira, inchaço e vermelhidão na vagina. Sem o tratamento adequado, a tricomoníase pode causar inflamação no colo do útero e favorecer a contaminação de outras DST's. Por essa e outras razões, é importante manter os exames ginecológicos sempre atualizados.

 

Conversamos com a ginecologista Bárbara Murayama para compreender melhor os sintomas e os fatores de risco da tricomoníase, assim como a forma de tratamento mais indicada para a DST. Confira!
 

A tricomoníase é uma DST que tem cura: tratamento é feito por meio de antibióticos

 

A boa notícia é que, sim, a tricomoníase tem cura! Com o tratamento correto, o protozoário Trichomonas vaginalis (agente causador da doença) pode ser completamente erradicado do organismo. Segundo a doutora Bárbara, o tratamento para a DST "inclui antibióticos por via oral e vaginal". Ainda de acordo com a médica, é imprescindível tratar também o(a) parceiro(a) da pessoa infectada. "Mesmo que ele(a) não tenha sintomas, pode transmitir [a doença]", explica a ginecologista. Portanto, o ideal é ter um acompanhamento médico constante e manter os exames ginecológicos sempre em dia para identificar essa e outras doenças íntimas e, a partir disto, dar início ao tratamento adequado.

 

Veja também: 4 DST's mais comuns nas mulheres. Veja como se prevenir e buscar ajuda!

 

Principais sintomas da tricomoníase incluem corrimento vaginal, coceira e irritação na região íntima

 

A tricomoníase é uma DST que pode permanecer assintomática. Segundo a doutora Bárbara, até metade das mulheres que contraem a tricomoníase não apresentam sintomas. "Quando presentes, os mais comuns são corrimento, que pode ser esverdeado [ou amarelado] e mal cheiroso, sintomas urinários, como urgência e ardência para urinar, dor pélvica, dor na relação sexual, além de coceira, inchaço e vermelhidão nos genitais", indica a especialista. Dito isto, ao notar alguma dessas alterações, procure um(a) ginecologista capacitado(a).

 

Veja também: Corrimento verde: causas e tratamentos

 

Quando não recebe o tratamento adequado, a tricomoníase pode provocar inflamação do colo do útero

 

Como explicamos anteriormente, a tricomoníase pode ser assintomática. Esta característica da DST tende a atrasar o diagnóstico e atrapalhar o tratamento, possibilitando a evolução da doença e o aparecimento de algumas complicações. "Ela [a tricomoníase] pode causar inflamação do colo do útero e também favorecer a contaminação de outras DST's", alerta a profissional. Para não correr riscos, não deixe de ir ao(a) ginecologista e realizar os exames de rotina, como o exame papanicolau, por exemplo. Esse acompanhamento é essencial para manter a sua saúde íntima.

 

Dra. Bárbara Murayama
Ginecologista

CRM: 112527

 

Matéria atualizada em: 08 de maio de 2020

Bottom_OB_celebration

tag_sempre_banner tag_sempre_banner_mob

semprelivre_bottom1_dance_new

  • VOCÊ SABIA?
    Ih, choveu! Veja ideias do que fazer para se divertir com as amigas mesmo dentro de casa
    Tem dias que a gente combina de sair com as amigas, mas a previsão do tempo não colabora..
  • VOCÊ SABIA?
    6 coisas que você precisa saber antes de viajar com seus amigos
    Fazer uma viagem acompanhada de amigos é uma das melhores coisas da vida! Se divertir, pa..
  • VOCÊ SABIA?
    4 coisas que passam pela sua cabeça antes de chegar ao primeiro encontro
    Por mais que a gente seja confiante, o primeiro encontro com o carinha interessante sempre..
  • VOCÊ SABIA?
    Vai passar o dia na praia? Veja o que levar na bolsa!
    No verão, tudo o que a gente mais quer é relaxar, se divertir e ficar com aquele bronzea..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • Quiz
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
    As ISTs são um grupo de infecções que têm como principal via de transmissão o sexo. Elas...
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
  • Quiz
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
    As ISTs são um grupo de infecções que têm como principal via de transmissão o sexo. Elas...
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
  • Menstruação
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
    A cólica é um sintoma que normalmente é associado à chegada da menstruação. No entanto,...
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
  • Menstruação
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
    A cólica é um sintoma que normalmente é associado à chegada da menstruação. No entanto,...
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
  • VER TODAS >