Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

Estou com um corrimento marrom: o que pode ser e como devo tratar?

Estou com um corrimento marrom: o que pode ser e como devo tratar?

Secreção vaginal ou corrimento? Eis a questão que deixa muitas meninas com dúvidas. Para esclarecer, o corrimento vaginal varia de cor conforme sua causa. Pode aparecer em diversas situações, como resultado de alguns descuidos na rotina, seja ficar muito tempo com o biquíni molhado ou alterações no ciclo menstrual. E ainda, junto a outros sintomas, como a coceira, deve ser um alerta de infecção. Você sabe o que provoca o corrimento marrom? Para compreender o que está acontecendo com o seu corpo, conversamos com os ginecologistas para saber o que esse quadro significa.


Saiba o que significa o corrimento marrom

 

De acordo com o médico, o corrimento marrom pode significar um quadro infeccioso ou não. “Às vezes, a mulher está com uma alteração menstrual”, comenta ele. Esse corrimento pode ser percebido em alguns momentos, como por exemplo, ao final da menstruação, quando ainda há resquícios de sangramento; depois da relação sexual, resultado de alguma irritação na parede vaginal e durante a gravidez. “Se for logo após o período menstrual, ou no meio da cartela em pacientes que fazem uso de contraceptivo, não há o por que se preocupar”, explica a médica.

 

Caso perceba o aparecimento desse tipo de corrimento, não deixe de marcar uma consulta com o ginecologista para verificar sua saúde vaginal. “Se acompanhado de odor fétido, também se faz necessária a sua investigação para descartar infecções”, ressalta Dra. Andréia. Além disso, assim como explica o profissional, o quadro pode indicar um risco de aumentar a contaminação do HIV e ser um meio de cultura para outras infecções, como a vaginose bacteriana.

 

Como tratar o corrimento marrom?

 

Como ressaltado acima, a presença de corrimento marrom pode ser um quadro de algo errado com o corpo ou não. Por isso, o ginecologista orienta que é preciso avaliar cada caso. “Se for uma infecção usamos pomadas, medicações orais, como antibióticos e antifúngicos”, explica Dr. Luis Renato. Já as pacientes que apresentam o quadro relacionado a sangramentos uterinos, o especialista faz uma avaliação para verificar as possíveis causas, como pólipos, miomas e tumores. “Em casos de feridas no colo do útero há a possibilidade de realizar uma cauterização, e se diagnosticado algum organismo patológico, deve ser iniciado o tratamento específico para tal”, esclarece a ginecologista.

 

Este artigo tem a contribuição dos especialistas:

Dr. Luis Renato Mancini de Castro - ginecologista do Instituto EndoVitta

CRM: 97755

 

Dra. Andréia Gozzi, ginecologista do Instituto Lerner
CRM: 153790

Bottom_OB_celebration

tag_sempre_banner tag_sempre_banner_mob

semprelivre_bottom1_dance_new

  • SE CUIDA!
    Lavar a calcinha no box é ruim? Confira dicas para cuidar de suas roupas íntimas!
    Você costuma lavar a calcinha no box e nem sabe se isso faz mal? Então é bom ficar de o..
  • SE CUIDA!
    Conheça 6 hábitos que podem causar corrimento vaginal e você nem sabia
    Você sabe o que causa corrimento vaginal? Alguns costumes da nossa rotina podem ser os pr..
  • SE CUIDA!
    Marcou consulta com o ginecologista? Listamos 6 coisas que você deve saber antes de ir!
    Uma coisa é certa: ir ao ginecologista pelo menos duas vezes ao ano é fundamental para a..
  • SE CUIDA!
    Você sabe qual é a diferença entre CAREFREE® TodoDia Flexi e CAREFREE® Proteção? Descubra e use os produtos da forma certa!
    Atualmente é comum passarmos o dia todo fora, mas do trabalho até a volta para casa muit..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • Quiz
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
    As ISTs são um grupo de infecções que têm como principal via de transmissão o sexo. Elas...
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
  • Quiz
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
    As ISTs são um grupo de infecções que têm como principal via de transmissão o sexo. Elas...
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
  • Menstruação
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
    A cólica é um sintoma que normalmente é associado à chegada da menstruação. No entanto,...
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
  • Menstruação
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
    A cólica é um sintoma que normalmente é associado à chegada da menstruação. No entanto,...
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
  • VER TODAS >