Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

É normal a pilula do dia seguinte causar sangramento?

É normal a pilula do dia seguinte causar sangramento?

Quem já precisou tomar a pílula do dia seguinte ou pesquisou sobre ela, deve ter percebido que sangramento é um dos efeitos colaterais mais comuns. Além disso, enjoo, mal estar, tontura e desregulação do ciclo menstrual podem ser sentidos pelas mulheres que optaram pelo método contraceptivo de emergência. Com a função de impedir a ovulação e diminuir as chances de gravidez nos casos de relações sexuais sem proteção ou com alguma falha, ele contém doses hormonais muito altas, o que intensifica os efeitos colaterais. Por isso, não deve ser usado como o principal método para evitar uma gravidez, além de não ser eficaz na prevenção de DSTs. Para esclarecer as principais dúvidas sobre a relação entre a pílula do dia seguinte e possíveis sangramentos, conversamos com a Dra. Paula Bortolai Martins Araújo.

 

 

Pílula do dia seguinte impede a ovulação, provoca alterações no endométrio e pode causar sangramento

 

 

A Dra Paula  Bortolai Martins Araujo afirma que é comum a ocorrência de sangramento após o uso da pílula do dia seguinte, dependendo do momento do ciclo em que ela é administrada. “A pílula do dia seguinte é constituída por uma dosagem alta de progestagênios, que tem como função retardar ou inibir a ovulação, alterar a receptividade do muco cervical e alterar a motilidade da tuba”, afirma a médica reforçando que, embora a ação da pílula também possa estimular a descamação do endométrio e alterar o ambiente do útero, esse não é o seu foco. “O efeito desejado da pílula não é sua ação no endométrio e, sim, sua ação na ovulação e motilidade da tuba”.  Nesses casos, tanto o fluxo quanto a duração costumam ser semelhantes ao da menstruação, mas há situações em que o sangramento é mais fraco e não tão vermelho, tipo borra de café. 

 

 

Não é necessário correr para o médico e nem ficar tão preocupada com o sangramento, mesmo que ele seja acompanhado por cólicas. No entanto, se continuar por mais dias e for intenso, é bom procurar um ginecologista. Além do sangramento, a pílula do dia seguinte também pode causar irregularidade menstrual e alterações no ciclo como um todo.  

 

 

Efeitos colaterais da pílula do dia seguinte são intensos e variam de mulher para mulher

 

 

Segundo a médica, os efeitos colaterais mais comuns após o uso da pílula do dia seguinte são tontura, fadiga, cólica, sensibilidade nos seios, cefaleia, diarreia, acne e sangramento. Esses sintomas podem variar de uma mulher para outra, mas é possível que algumas não sintam nada. É importante lembrar que a pílula não deve ser usada quando a mulher já faz o uso de outro método, como pílula anticoncepcional. 

 

 

A Dra Paula destaca que a pílula do dia seguinte não é um método de prevenção e sim emergencial, e que seu uso não protege a mulher das DST’s. Outra informação importante é que seu efeito não é cumulativo, ou seja, não tem validade nas relações sexuais posteriores ao seu uso. 

 

 

Veja também: Uso excessivo da pilula do dia seguinte aumenta as chances de falhas

 

 

Sangramento não é um indicativo de que a pílula do dia seguinte fez efeito 

 

 

Muitas pessoas acabam associando o sangramento da pílula como resposta positiva do corpo de que ela foi eficaz. Essa informação não é certa. O fluxo após o uso da pílula não é necessariamente equivalente à menstruação, e, na maioria das vezes, acontece por causa das altas doses de hormônios na sua composição. 

 

 

A pílula do dia seguinte deve ser tomada até 72 horas após a relação sexual e quanto mais cedo for ingerida, maiores as chances de sucesso. Mesmo assim, não é bom tomar com bastante frequência, justamente por conta da sua composição. A melhor coisa a se fazer é encontrar um método contraceptivo de prevenção que não seja tão intenso e que dê mais segurança. 

 

 

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Dra. Paula Bortolai Martins Araujo, Ginecologista-obstetra do IPGO – Instituto Paulista de Ginecologia e Obstetrícia

CRM: 127.101

SL_Arroba_turbante_Semprejunta

Symantic Display

  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    A pílula do dia seguinte pode causar irregularidade na menstruação?
    A pílula do dia seguinte pode causar irregularidade na menstruação?
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • Menstruação
    Menstruação
    Como calcular próxima menstruação após tomar a pílula do dia seguinte?
    Como calcular próxima menstruação após tomar a pílula do dia seguinte?
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Quanto tempo duram os efeitos colaterais da pílula do dia seguinte?
    Quanto tempo duram os efeitos colaterais da pílula do dia seguinte?
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    A menstruação pode desregular após a pílula do dia seguinte?
    A menstruação pode desregular após a pílula do dia seguinte?
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Pílula do dia seguinte: veja como tomar corretamente e os possíveis efeitos colaterais
    Pílula do dia seguinte: veja como tomar corretamente e os possíveis efeitos colaterais
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Pílula do dia seguinte: você sabe o que é e como ela deve ser usada?
    Pílula do dia seguinte: você sabe o que é e como ela deve ser usada?
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Para que serve a pílula do dia seguinte?
    Para que serve a pílula do dia seguinte?
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Uso excessivo da pílula do dia seguinte aumenta chances de falha. Entenda!
    Uso excessivo da pílula do dia seguinte aumenta chances de falha. Entenda!
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Efeitos colaterais comuns da pílula do dia seguinte
    Efeitos colaterais comuns da pílula do dia seguinte
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    4 erros que podem fazer a pílula do dia seguinte não funcionar
    4 erros que podem fazer a pílula do dia seguinte não funcionar
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • semprelivre_bottom1_dance_new

  • PODEROSAS
    Viajada: 7 dicas para quem quer viajar sozinha nessas férias!
    A gente sabe que as mulheres estão cada vez mais independentes, inclusive na hora de viaj..
  • PODEROSAS
    Férias em casa: 5 dicas de livros de autoras fortes para curtir o tempo livre
    Em meio a tantos best-sellers com protagonistas homens, existe um universo de autoras mulh..
  • PODEROSAS
    10 segredos para você se sentir mais confiante sem mudar o visual
    Às vezes tudo o que a gente precisa para se achar mais confiante é inserir pequenos háb..
  • PODEROSAS
    Girl power! Listamos 9 filmes para assistir com mulheres empoderadas como protagonistas
    Uma das melhores formas de descontrair e buscar se empoderar é conhecendo e se inspirando..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • Menstruação
    Como calcular próxima menstruação após tomar a pílula do dia seguinte?
    Você já deve ter ouvido falar que a pílula do dia seguinte desregula a menstruação. Isso...
    Como calcular próxima menstruação após tomar a pílula do dia seguinte?
  • SE CUIDA!
    Cólica menstrual forte ou endometriose? Saiba quando procurar um médico
    A endometriose é uma doença inflamatória causada pelo crescimento do endométrio (tecido...
    Cólica menstrual forte ou endometriose? Saiba quando procurar um médico
  • Menstruação
    Menstruação atrasada? Saiba o dia ideal para fazer o teste de gravidez!
    Menstruação atrasada é o principal motivo para as mulheres buscarem o teste de gravidez....
    Menstruação atrasada? Saiba o dia ideal para fazer o teste de gravidez!
  • SE CUIDA!
    Gonorreia: o que é, quais são os sintomas e como tratar a IST
    A gonorréia é uma doença sexualmente transmissível provocada por uma bactéria, que pode...
    Gonorreia: o que é, quais são os sintomas e como tratar a IST
  • VER TODAS >