Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

DSTs: saiba quais são doenças as sexualmente transmissíveis em alta e como evitar!

DSTs: saiba quais são doenças as sexualmente transmissíveis em alta e como evitar!

Toda mulher com vida sexual ativa precisa estar com os exames ginecológicos em dia e se prevenir na hora do sexo usando camisinha. Segundo o Ministério da Saúde, desde 2017, Doenças Sexualmente Transmissíveis como sífilis, HPV e herpes genital estão em alta entre jovens de 15 a 24 anos. Para evitar DSTs, é preciso aumentar a conscientização sobre estas infecções e o uso da camisinha em todas as relações sexuais. A seguir, saiba quais as principais doenças transmitidas através da relação sem proteção, sintomas, tratamento e como evitá-las.

 

Veja também: As DSTs só são transmitidas com penetração? Uma ginecologista responde essa dúvida!

 

HPV pode causar câncer de colo de útero

 

O HPV, ou Papilomavírus Humano, pode chegar a ter 200 variações e atinge diversas áreas do corpo, como a boca ou a garganta, além da região genital, onde apresenta verrugas e lesões. Sua transmissão é pelo contato entre mucosas, portanto, pode ser passado pelo sexo oral, vaginal ou anal sem camisinha. 

 

O HPV pode ser assintomático ou provocar desconforto, mas o mais preocupante é que cerca de 14 tipos de HPV podem ser a causa do câncer de colo de útero, doença grave que em alguns casos pode exigir tratamento com quimio e radioterapia. O HPV pode ser diagnosticado com um exame ginecológico preventivo

 

A camisinha é um método eficaz para prevenir a doença sexualmente transmissível. Além disso, é importante saber que o vírus pode ser transmitido sem penetração, pelo sexo oral. O HPV não tem cura, o tratamento visa controlar os sintomas. A boa notícia é que a vacina de prevenção do HPV é oferecida  gratuitamente pelo SUS (Sistema Único de Saúde). 

 

Sífilis: além da relação sexual, doença pode ser transmitida da gestante para o bebê

 

Causada pela bactéria Treponema pallidum, a sífilis possui três estágios. No estágio inicial, o principal sintoma é o surgimento de feridas na região íntima, quase sempre indolores, que somem naturalmente. No estágio secundário, começam os sintomas mais incômodos da doença, como ínguas inflamadas na pele de todo o corpo, febre, dor no corpo e mal-estar. Na terceira e última fase da doença, essas lesões se espalham ainda mais pelo corpo e a doença pode atingir os ossos, o sistema nervoso e cardiovascular, podendo ser letal. 

 

A boa notícia é que a sífilis tem cura e o tratamento pode ser gratuito pelo SUS, com antibióticos à base de penicilina. A sífilis é transmitida não só na relação sexual, mas também da grávida para o filho, a chamada sífilis congênita, e precisa de atenção máxima. Para evitá-la? Camisinha em todas os tipos de relações sexuais, sempre!

 

Gonorreia pode ser assintomática e causa corrimento amarelado

 

Outra DST bem famosa é a gonorreia, que é caracterizada por apresentar um corrimento amarelado devido a presença de pus, ardência para urinar, irritação e coceira, dor na relação sexual e ardência para urinar. Esse último sintoma ocorre pois a uretra é diretamente afetada e obstruída, causando forte incômodo. 

 

A infecção, causada pela bactéria Neisseria gonorrhoeae, é transmitida pelo sexo desprotegido e também de mãe para filho durante a gestação. O tratamento é feito através de antibióticos que devem ser tomados não só pela mulher, mas pelo parceiro também. 

 

Herpes genital não tem cura e pode causar feridas dolorosas na região íntima 

 

Uma das ISTs mais comuns é a herpes genital. Causada pelo HSV, o vírus do herpes simples, seu sintoma mais característico são as feridas dolorosas que surgem na região da vagina e ânus, mas podem incluir febre, mal-estar, dor de cabeça, fraqueza, corrimento fora do comum entre outros. A herpes genital não tem cura e é altamente transmissível.

 

A doença pode se manifestar em crises ao longo da vida, desencadeadas por vários fatores, como alterações hormonais, exposição ao sol, uso de medicamentos e outros. A pessoa com herpes pode se manter assintomática durante muito tempo e, por isso, esta pode ser considerada silenciosa. Para prevenir, o uso do preservativo é essencial. 

 

Hepatite B e C também pode ser transmitida pelo sexo sem camisinha

 

A hepatite é a inflamação do fígado através de uma infecção viral. Ela pode ser contraída não só por transfusão de sangue ou uso de seringas compartilhadas, mas também por contato sexual sem proteção. A hepatite B é a mais comum e transmissível, mas a tipo C, embora rara, também pode ser contraída através do sexo. 

 

A hepatite é uma doença grave e há vacina oferecida pelo SUS gratuitamente para prevenir a doença. Os sintomas da hepatite são raros e costumam, assim como a herpes, permanecer latentes. Por isso, é importante fazer exames de rotina. 

 

HIV: a Aids ainda é perigosa

 

De todas as DSTs, a mais famosa e também mais temida é a AIDS, ou Síndrome da Imunodeficiência adquirida, causada pelo vírus HIV. A contaminação por HIV faz com que, se não tratada, a Aids surja, causando o enfraquecimento do sistema imunológico e deixando o corpo vulnerável a doenças perigosas, como pneumonia e câncer. Apesar de não ter cura, o HIV é controlável e o SUS fornece tratamento gratuito. Entretanto, o sexo sem proteção ainda é a maior forma de contaminação do vírus. Previna-se!

PRODUTOS
Relacionado

CAREFREE® TodoDia
CAREFREE® TodoDia

semprelivre_bottom1_dance_new

  • SE CUIDA!
    Lavar a calcinha no box é ruim? Confira dicas para cuidar de suas roupas íntimas!
    Você costuma lavar a calcinha no box e nem sabe se isso faz mal? Então é bom ficar de o..
  • SE CUIDA!
    Conheça 6 hábitos que podem causar corrimento vaginal e você nem sabia
    Você sabe o que causa corrimento vaginal? Alguns costumes da nossa rotina podem ser os pr..
  • SE CUIDA!
    Marcou consulta com o ginecologista? Listamos 6 coisas que você deve saber antes de ir!
    Uma coisa é certa: ir ao ginecologista pelo menos duas vezes ao ano é fundamental para a..
  • SE CUIDA!
    Você sabe qual é a diferença entre CAREFREE® TodoDia Flexi e CAREFREE® Proteção? Descubra e use os produtos da forma certa!
    Atualmente é comum passarmos o dia todo fora, mas do trabalho até a volta para casa muit..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • SE CUIDA!
    Adesivo anticoncepcional: 10 dúvidas sobre o método contraceptivo
    O adesivo anticoncepcional ou patch anticoncepcional é um método contraceptivo hormonal...
    Adesivo anticoncepcional: 10 dúvidas sobre o método contraceptivo
  • SE CUIDA!
    Pode usar pomada vaginal menstruada? Veja quais são os principais cuidados durante o tratamento ginecológico
    Embora boa parte das mulheres já saiba para que serve a pomada vaginal, ainda existem...
    Pode usar pomada vaginal menstruada? Veja quais são os principais cuidados durante o tratamento ginecológico
  • Menstruação
    "Como é o sangue da primeira menstruação?" Tire 8 dúvidas sobre a menarca
    A primeira menstruação (nome científico: menarca) marca o fim da puberdade e o início da...
    "Como é o sangue da primeira menstruação?" Tire 8 dúvidas sobre a menarca
  • SE CUIDA!
    Posso fazer transvaginal menstruada? Tire suas dúvidas sobre o exame ginecológico
    A ultrassonografia transvaginal (ou ultrassom transvaginal) é um exame de imagem usado...
    Posso fazer transvaginal menstruada? Tire suas dúvidas sobre o exame ginecológico
  • VER TODAS >