Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

DIU de cobre ou hormonal: saiba quais são as diferenças entre os métodos contraceptivos

DIU de cobre ou hormonal: saiba quais são as diferenças entre os métodos contraceptivos

DIU de cobre ou hormonal? Para quem busca um método contraceptivo prático e de longa duração, os Dispositivos Intrauterinos (DIU) estão entre os mais utilizados hoje em dia. Para quem ainda não conhece, o DIU é um pequeno dispositivo em formato de "T" que é inserido no útero da mulher para atuar como contraceptivo. O objeto impede a chegada dos espermatozoides ao óvulo e, consequentemente, não deixa acontecer a fecundação. Conversamos com a ginecologista Rachele Santoro para conhecer mais cada tipo de DIU e avaliar as diferenças entre eles.

 

DIU de cobre não contém liberação de hormônios

 

O diferencial do DIU de cobre é não ter hormônios, por isso, muitas vezes é a alternativa buscada por mulheres que desejam parar de tomar pílulas anticoncepcionais.  “O DIU de cobre possui apenas o efeito mecânico, ou seja, não tem depósito de hormônio, como o hormonal”, diz a médica. Não ter que se preocupar com o fator esquecimento, tão comum para quem toma pílula, também é vantagem para quem escolhe o dispositivo intrauterino de cobre, além de sua longa duração(até 10 anos de uso). Mas, como todos os métodos contraceptivos, o DIU de cobre também possui efeitos colaterais: para mulheres que sofrem com cólicas e fluxo intenso mensalmente, ele pode intensificar o problema.

 

Além disso, é importante lembrar que a versão não-hormonal pode precisar de mais atenção que o DIU hormonal no início. “Ele tem que estar bem localizado. Se ele sair do lugar, por alguma ressonância ou por um mecanismo intrínseco da própria paciente, pode ser expulso”, alerta a ginecologista.

 

DIU hormonal ajuda a reduzir o fluxo menstrual

 

O SIU (Sistema Intrauterino, outro nome para o DIU) é a versão hormonal do dispositivo intrauterino. Ele é um pouco mais caro comparado ao de cobre, mas atua bloqueando a menstruação ao longo dos meses, o que é uma vantagem para quem deseja reduzir ou até cessar o fluxo menstrual intenso. A duração do DIU hormonal é de 5 anos, sendo necessário retirar e colocar um novo, assim como o de cobre.

 

Sobre os prós e contras desse método contraceptivo, a ginecologista pondera: “Podem ocorrer alguns efeitos secundários, como acne, irregularidade menstrual (com um sangramento até cessar) e em algumas pacientes pode acontcer algum aumento de peso. Mas, a menstruação irá cessar e durante 5 anos essa paciente teoricamente não vai mais menstruar”, diz Rachele. O hormonal pode estar em qualquer posição que estará atuando normalmente por ser um endoceptivo, ou seja, tem liberação de hormônio gradual.  De acordo com a médica, ambos os DIUs recomenda-se colocar atualmente em centro cirúrgico, mas alguns ginecologistas têm todo o aparato necessário no consultório.

 

Vantagens do DIU: o que levar em conta?  

 

Para a ginecologista, o DIU é um método contraceptivo prático, eficaz e econômico se levarmos em conta os gastos mensais da pílula: “O DIU inicialmente parece ser mais caro, mas se contabilizarmos o número de anticoncepcionais comprados ao longo de um ano, ele acaba sendo mais econômico. Além disso, não existe a preocupação de tomar diariamente”, diz. Para pacientes que têm predisposição à trombose também é um método bom. “Tanto um com o outro, podem ser colocado sem risco nesses casos”, diz.

 

Este artigo tem a contribuição da especialista:
Dra. Rachele Santoro  -  Ginecologista com especialidade em mastologia e radioncologia, médica do HUCFF (Hospital do Fundão) e INCA
CRM: 5247926-8 - RJ

SL_Arroba_turbante_Semprejunta

Symantic Display

  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Quais são os efeitos colaterais do DIU de cobre?
    Quais são os efeitos colaterais do DIU de cobre?
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Saiba quais são os primeiros sintomas de DST na mulher e como se prevenir
    Saiba quais são os primeiros sintomas de DST na mulher e como se prevenir
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Da coceira ao odor forte: saiba quais são os problemas vaginais comuns e que não podem ser ignorados
    Da coceira ao odor forte: saiba quais são os problemas vaginais comuns e que não podem ser ignorados
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Métodos contraceptivos sem estrogênio: quais são as alternativas para quem tem restrição?
    Métodos contraceptivos sem estrogênio: quais são as alternativas para quem tem restrição?
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Saiba quais são os tipos de pílulas anticoncepcionais mais utilizados no Brasil
    Saiba quais são os tipos de pílulas anticoncepcionais mais utilizados no Brasil
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Métodos contraceptivos sem estrogênio: quais são as opções e para quem eles são indicados
    Métodos contraceptivos sem estrogênio: quais são as opções e para quem eles são indicados
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SEGREDINHOS DE...
    SEGREDINHOS DE...
    #ElasRespondem: vocês perguntaram e a Thássia Naves contou para a gente quais são seus segredinhos
    #ElasRespondem: vocês perguntaram e a Thássia Naves contou para a gente quais são seus segredinhos
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Quais são os sintomas do período fértil? Saiba identificar!
    Quais são os sintomas do período fértil? Saiba identificar!
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Injeção, adesivo e pílula anticoncepcional: saiba a diferença entre estes métodos contraceptivos
    Injeção, adesivo e pílula anticoncepcional: saiba a diferença entre estes métodos contraceptivos
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SEGREDINHOS DE...
    SEGREDINHOS DE...
    Óculos escuros: veja quais são os modelos que estão fazendo o maior sucesso entre as fashionistas!
    Óculos escuros: veja quais são os modelos que estão fazendo o maior sucesso entre as fashionistas!
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • semprelivre_bottom1_dance_new

  • SE CUIDA!
    Lavar a calcinha no box é ruim? Confira dicas para cuidar de suas roupas íntimas!
    Você costuma lavar a calcinha no box e nem sabe se isso faz mal? Então é bom ficar de o..
  • SE CUIDA!
    Conheça 6 hábitos que podem causar corrimento vaginal e você nem sabia
    Você sabe o que causa corrimento vaginal? Alguns costumes da nossa rotina podem ser os pr..
  • SE CUIDA!
    Marcou consulta com o ginecologista? Listamos 6 coisas que você deve saber antes de ir!
    Uma coisa é certa: ir ao ginecologista pelo menos duas vezes ao ano é fundamental para a..
  • SE CUIDA!
    Você sabe qual é a diferença entre CAREFREE® TodoDia Flexi e CAREFREE® Proteção? Descubra e use os produtos da forma certa!
    Atualmente é comum passarmos o dia todo fora, mas do trabalho até a volta para casa muit..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • Menstruação
    Como calcular próxima menstruação após tomar a pílula do dia seguinte?
    Você já deve ter ouvido falar que a pílula do dia seguinte desregula a menstruação. Isso...
    Como calcular próxima menstruação após tomar a pílula do dia seguinte?
  • SE CUIDA!
    Cólica menstrual forte ou endometriose? Saiba quando procurar um médico
    A endometriose é uma doença inflamatória causada pelo crescimento do endométrio (tecido...
    Cólica menstrual forte ou endometriose? Saiba quando procurar um médico
  • Menstruação
    Menstruação atrasada? Saiba o dia ideal para fazer o teste de gravidez!
    Menstruação atrasada é o principal motivo para as mulheres buscarem o teste de gravidez....
    Menstruação atrasada? Saiba o dia ideal para fazer o teste de gravidez!
  • SE CUIDA!
    Gonorreia: o que é, quais são os sintomas e como tratar a IST
    A gonorréia é uma doença sexualmente transmissível provocada por uma bactéria, que pode...
    Gonorreia: o que é, quais são os sintomas e como tratar a IST
  • VER TODAS >