Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

Depilação íntima com cera quente ou fria: prós e contras

Depilação íntima com cera quente ou fria: prós e contras

A depilação íntima faz parte do ritual de beleza de muitas mulheres, principalmente no verão, quando a tentação de frequentar praias e piscinas é irresistível. Entre as técnicas mais populares, está a depilação com cera quente ou fria. Ambas removem os pelos desde a raíz e têm duração de, aproximadamente, 20 dias. Sendo assim, como escolher entre os dois métodos?

 

Confira as particularidades da depilação íntima com cera quente e da depilação íntima com cera fria e escolha a mais adequada para as suas necessidades! 

 

Veja também: Depilação íntima total pode prejudicar a saúde? Veja mitos e verdades sobre a prática

 

Depilação com cera quente: benefícios incluem propriedades hidratantes e relaxantes

 

O produto utilizado na depilação íntima com cera quente pode conter substâncias com diversos benefícios para a pele, como propriedades hidratantes e relaxantes. Ao contrário do que muitos acreditam, a técnica é uma boa pedida para pessoas que têm a pele clarinha, pois não apresenta tendência a manchas. 

 

A cera deve ser aquecida a, aproximadamente, 38 graus. Ainda assim, é importante confirmar que o material utilizado é descartável, caso a depilação íntima seja feita fora de casa, em algum estabelecimento especializado. Mesmo que o produto seja fervido, a reutilização favorece a proliferação e transmissão de bactérias. Portanto, deve ser evitada. 

 

Contraindicações: a cera quente dilata os vasos sanguíneos. Por isso, mulheres com varizes ou problemas de circulação devem evitar a depilação com cera quente. Aquelas com maior tendência a desenvolver pelos encravados também não são boas candidatas à depilação íntima com cera quente, porque a alta temperatura característica da técnica pode sensibilizar demais a pele e favorecer o problema. 

 

Dicas: se você for fazer a depilação íntima com cera quente em casa, se certifique de que a temperatura do material está adequada e não vai te queimar. Lavar a região com água morna durante o banho e fazer uma esfoliação leve horas antes ajuda a abrir ainda mais os poros do local. Na hora da depilação, se possível, deixe um ventilador por perto. O truque fará com que a cera seque mais rápido e também pode dar uma sensação de alívio a dor. 

 

Depilação íntima com cera fria: praticidade é a principal vantagem

 

A grande vantagem da depilação íntima com cera fria é a praticidade de poder usar o produto em qualquer lugar, seja em casa ou em viagens. Como o produto é aplicado em temperatura ambiente, não é necessário utilizar nenhum tipo de aparelho ou apetrecho para esquentar a cera (como é o caso da cera quente). A depilação com cera fria funciona como se fosse uma fita adesiva: basta aplicar no pelo, que deve estar relativamente comprido, e puxar logo depois. Se a retirada não for bem feita, os pelos podem partir e não serem removidos por completo. Por isso, é preciso realizar a técnica corretamente. 

 

Outra parte boa da cera fria é que o material dura muito mais que a cera quente, ou seja, é mais econômico. O método também é mais indicado para mulheres que sofrem com varizes ou que têm sensibilidade ao calor. 

 

Contraindicações: a cera fria não é recomendada para pessoas com muita sensibilidade a dor ou a mulheres que não conseguem deixar os pelos crescerem o suficiente. Nestes casos, talvez seja melhor optar pela depilação íntima com cera quente ou até mesmo por outra forma de retirar os pelos

 

Dicas: se for se depilar em casa, sempre siga as instruções do fabricante! O ideal é esperar os pelos alcançarem, aproximadamente, 5 milímetros de comprimento. Outra dica salvadora é usar cubinhos de gelo como uma espécie de anestesia, passando na pele minutos antes da depilação. Porém, não se esqueça: é preciso secar bastante para que a técnica funcione. 

 

Cera quente ou fria: qual dói mais?

 

A depilação com cera fria dói mais do que a depilação com cera quente, que dilata os poros e facilita a retirada dos pelos pela raiz. Isso é um fato confirmado! A temperatura ambiente da cera fria é mais agressiva para a pele, já que não causa nenhum tipo de efeito relaxante (proporcionado pela cera quente, em contrapartida). Portanto, se a dor é um fator decisivo para você, já sabe qual técnica deve escolher, né? 

 

Cuidados antes e depois da depilação íntima com cera quente ou fria

 

Invista em hidratações antes e depois da depilação com cera, seja a quente ou a fria. Uma pele hidratada corre menos risco de queimaduras e lesões! A esfoliação também é importante e deve ser feita dias antes da depilação, o cuidado vai deixar a superfície lisinha e com menos chances de encravar os pelos. Além disso, dê preferência a roupas larguinhas e frescas, que permitam a circulação do ar na área e não causem nenhum tipo de atrito na pele depilada. 


Veja também: Cuidados antes da depilação: saiba como preparar a sua pele e evitar pelos encravados

semprelivre_bottom1_dance_new

  • SE CUIDA!
    Lavar a calcinha no box é ruim? Confira dicas para cuidar de suas roupas íntimas!
    Você costuma lavar a calcinha no box e nem sabe se isso faz mal? Então é bom ficar de o..
  • SE CUIDA!
    Conheça 6 hábitos que podem causar corrimento vaginal e você nem sabia
    Você sabe o que causa corrimento vaginal? Alguns costumes da nossa rotina podem ser os pr..
  • SE CUIDA!
    Marcou consulta com o ginecologista? Listamos 6 coisas que você deve saber antes de ir!
    Uma coisa é certa: ir ao ginecologista pelo menos duas vezes ao ano é fundamental para a..
  • SE CUIDA!
    Você sabe qual é a diferença entre CAREFREE® TodoDia Flexi e CAREFREE® Proteção? Descubra e use os produtos da forma certa!
    Atualmente é comum passarmos o dia todo fora, mas do trabalho até a volta para casa muit..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • Quiz
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
    As ISTs são um grupo de infecções que têm como principal via de transmissão o sexo. Elas...
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
  • Quiz
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
    As ISTs são um grupo de infecções que têm como principal via de transmissão o sexo. Elas...
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
  • Menstruação
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
    A cólica é um sintoma que normalmente é associado à chegada da menstruação. No entanto,...
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
  • Menstruação
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
    A cólica é um sintoma que normalmente é associado à chegada da menstruação. No entanto,...
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
  • VER TODAS >