Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

Corrimento branco grosso: o que pode ser?

Corrimento branco grosso: o que pode ser?

O corrimento branco e grosso é um sintoma comum da candidíase, uma infecção provocada pela proliferação do fungo Cândida na flora vaginal. O problema ocorre quando há um desequilíbrio do pH (acidez da vagina) que pode ser ocasionado por diversos fatores. Além do corrimento branco, a candidíase também pode desencadear coceira, vermelhidão na região genital e ardência ao urinar.

 

Por isso, ao perceber a presença de corrimento esbranquiçado na calcinha, é importante marcar uma consulta com um(a) ginecologista. Somente um médico especializado será capaz de confirmar a origem do problema e indicar o tratamento adequado. 

 

Confira, a seguir, o que causa corrimento branco espesso e como tratar a candidíase. 

 

Saiba o que pode provocar o corrimento branco grosso da candidíase

 

A candidíase é uma infecção vaginal causada pelo aumento da população do fungo Candida albicans na flora vaginal. O microrganismo habita naturalmente a região íntima feminina, mas fatores como baixa imunidade e higiene inadequada podem provocar um desequilíbrio do pH vaginal, que passa a ficar menos ácido. Como efeito, ocorre uma proliferação descontrolada do fungo na flora vaginal, que passa a manifestar sintomas como corrimento branco espesso, quase sempre acompanhado de coceira e vermelhidão. Em alguns casos, a candidíase também pode causar ardência ao urinar e durante a relação sexual. 

 

Além das causas citadas anteriormente, outros fatores também podem favorecer quadros de candidíase vaginal. São eles:

 

  • Tratamento prolongado com antibióticos; 

  • Usar de roupas apertadas e manter região íntima abafada; 

  • Ficar com biquíni, maiô ou peças íntimas molhadas por muito tempo;

  • Não fazer a troca de absorvente com intervalos mais curtos; 

  • Utilizar itens como chuveirinho, lenços umedecidos e duchas vaginais; 

  • Uso de sabonetes corporal na região íntima ou produtos com substâncias alergênicas, como papel higiênico com cor e fragrância; 

 

Vale reforçar que a candidíase não é considerada uma IST (Infecção Sexualmente Transmissível), mas o sexo desprotegido também pode facilitar o contágio entre parceiros(as). Por esse motivo, o uso da camisinha é indispensável. 

 

Como acabar com o corrimento branco: tratamento da candidíase é feito com medicação antifúngica

 

O tratamento da candidíase é feito com medicação antifúngica, que pode ser receitada via oral ou local. Seu tempo de duração costuma ser, em média, de 7 dias, em que se deve evitar a prática de relações sexuais sem proteção e consumo de bebidas alcoólicas. Quando a irritação é muito acentuada, o médico também pode prescrever um medicamento corticóide para aliviar sintomas como coceira e vermelhidão. Casos em que a presença de corrimento branco espesso é recorrente, são um indicativo de baixa imunidade, pois a candidíase é uma doença oportunista. 

 

Além do uso de medicação antifúngica, a candidíase também exige um reforço nos cuidados íntimos como forma de tratamento e prevenção. Confira abaixo algumas dicas de como evitar corrimento branco: 

 

Dica 1: Fazer higiene íntima com uso de sabonete íntimo com pH neutro 

 

Manter uma boa higiene íntima é um cuidado importante na prevenção ao corrimento branco de candidíase. A limpeza deve ser feita todos os dias durante o banho, com água e sabonete íntimo líquido. A lavagem deve se concentrar apenas na área externa, ou seja, na vulva, virilha, dobrinhas e os grandes e pequenos lábios.

 

Dica 2: Não fazer uso de duchas vaginais, chuveirinhos ou lenços umedecidos 

 

Lavar a área interna da vagina é um hábito que não reforça os cuidados com a região íntima, pelo contrário, pode até prejudicá-la. A prática leva ao desequilíbrio do pH e da flora vaginal, tornando a área mais vulnerável a proliferação de fungos e bactérias nocivas. Por isso, não use duchas vaginais, chuveirinhos ou outros objetos que façam a higienização interna. 

 

Dica 3: Evite manter a região íntima úmida e abafada por muito tempo

 

Ambientes úmidos e abafados são mais ideais para a proliferação de microorganismos infecciosos que podem provocar desequilíbrios na flora vaginal. O ideal é que você mantenha a região íntima sempre arejada e evite ficar muito tempo com peças molhadas, como calcinha, biquíni e maiôs. Outro cuidado importante é secar bem toda a área íntima após o banho, incluindo todas as dobras e virilha. 

 

Dica 4: Dê preferência a calcinhas de algodão e roupas leves 

 

As calcinhas de algodão permitem uma maior ventilação na região íntima e evitam que a área fique abafada. Além disso, elas são mais confortáveis. O mesmo cuidado vale para as peças justas e apertadas como a calça jeans e legging. Procure vestir roupas mais soltas como saias, vestidos ou calças e short com tecidos mais leves e frescos, principalmente em dias quentes.

 

Dica 5: Use camisinha em todas as relações sexuais

 

A candidíase não é considerada uma Infecção Sexualmente Transmissível, mas pode ser transmitida durante as relações sexuais sem proteção. O sexo sem camisinha também deixa a região íntima mais exposta a outros tipos de microorganismos que podem provocar desequilíbrios e infecções com presença de corrimento. Por isso, use preservativo em todas as relações sexuais e não se esqueça de urinar após o sexo e higienizar a região íntima ao finalizar. 

 

Dica 6: Evite o consumo exagerado de doces e carboidratos 

 

O consumo excessivo de açúcar e carboidratos aumenta a produção de ácido lático pelos lactobacilos na flora vaginal. Quando produzido em maior quantidade, o pH da  vagina passa a ficar mais ácido, o que facilita a proliferação de fungos que provocam corrimento branco. 

 

Dica 7: Consulte um ginecologista regularmente 

 

Mesmo sem a presença de corrimento branco ou qualquer outra alteração no ambiente natural da vagina, não deixe de fazer acompanhamento ginecológico regular. Essa é a melhor forma de se prevenir não apenas de corrimentos, mas de qualquer outro desequilíbrio que possa comprometer a sua saúde íntima. 

SL_Arroba_turbante_Semprejunta

Symantic Display

  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Corrimento branco com mau cheiro: o que pode ser?
    Corrimento branco com mau cheiro: o que pode ser?
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Corrimento branco pastoso antes da menstruação: o que pode ser?
    Corrimento branco pastoso antes da menstruação: o que pode ser?
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Estou com corrimento branco. O que pode ser?
    Estou com corrimento branco. O que pode ser?
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Corrimento branco: o que pode ser? Veja possíveis causas e tratamentos
    Corrimento branco: o que pode ser? Veja possíveis causas e tratamentos
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Corrimento branco, leitoso e com mau cheiro: o que pode ser?
    Corrimento branco, leitoso e com mau cheiro: o que pode ser?
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • Menstruação
    Menstruação
    Corrimento marrom escuro: o que pode ser? Conheça as possíveis causas
    Corrimento marrom escuro: o que pode ser? Conheça as possíveis causas
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Corrimento transparente com sangue: o que pode ser?
    Corrimento transparente com sangue: o que pode ser?
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Corrimento escuro: o que pode ser?
    Corrimento escuro: o que pode ser?
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Cólica e corrimento marrom: o que pode ser?
    Cólica e corrimento marrom: o que pode ser?
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Corrimento amarelo: o que pode ser?
    Corrimento amarelo: o que pode ser?
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • semprelivre_bottom1_dance_new

  • SE CUIDA!
    Lavar a calcinha no box é ruim? Confira dicas para cuidar de suas roupas íntimas!
    Você costuma lavar a calcinha no box e nem sabe se isso faz mal? Então é bom ficar de o..
  • SE CUIDA!
    Conheça 6 hábitos que podem causar corrimento vaginal e você nem sabia
    Você sabe o que causa corrimento vaginal? Alguns costumes da nossa rotina podem ser os pr..
  • SE CUIDA!
    Marcou consulta com o ginecologista? Listamos 6 coisas que você deve saber antes de ir!
    Uma coisa é certa: ir ao ginecologista pelo menos duas vezes ao ano é fundamental para a..
  • SE CUIDA!
    Você sabe qual é a diferença entre CAREFREE® TodoDia Flexi e CAREFREE® Proteção? Descubra e use os produtos da forma certa!
    Atualmente é comum passarmos o dia todo fora, mas do trabalho até a volta para casa muit..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • Menstruação
    Menstruação com cheiro forte é normal?
    A menstruação com cheiro forte é sempre um sinal de alerta. Normalmente, ela está...
    Menstruação com cheiro forte é normal?
  • Menstruação
    Infográfico mostra como acontece a menstruação
    O período menstrual é um processo conhecido por todas as mulheres em idade fértil, ou...
    Infográfico mostra como acontece a menstruação
  • Menstruação
    Menstruação irregular tomando anticoncepcional: o que pode ser?
    A pílula anticoncepcional interrompe a produção hormonal natural da mulher e passa a...
    Menstruação irregular tomando anticoncepcional: o que pode ser?
  • Menstruação
    Sempre Livre com cobertura suave ou seca, qual devo escolher?
    O absorvente externo SEMPRE LIVRE® é um verdadeiro companheiro das mulheres durante a...
    Sempre Livre com cobertura suave ou seca, qual devo escolher?
  • VER TODAS >