Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

Corrimento anormal: saiba quando é necessário procurar um ginecologista

Corrimento anormal: saiba quando é necessário procurar um ginecologista

O corrimento anormal ocorre quando há um desequilíbrio na flora vaginal, que pode ser causado por diversos agentes como fungos, bactérias e protozoários. A presença dessa secreção se diferencia pela cor, consistência, volume e mau cheiro. Além disso, os corrimentos patológicos podem vir acompanhados de outros sintomas como coceira, ardência vaginal e vermelhidão na vulva. Por isso, o quadro precisa ser investigado por um ginecologista para ter um diagnóstico correto e um tratamento adequado. Saiba como identificar um corrimento de origem patológica, quais as principais causas e como tratar.

 

Características de um corrimento anormal

 

Toda mulher produz uma secreção vaginal fisiológica, que varia em volume e aspecto de acordo com a época do ciclo menstrual. A secreção natural da vagina é é transparente ou levemente esbranquiçada, tem uma aparência semelhante à clara de ovo e costuma ser fluida no dia a dia e um pouco mais gelatinosa nos dias férteis. Além disso, a secreção fisiológica não possui cheiro e não provoca ardência ou coceira na região íntima. 

 

o corrimento anormal tem origem patológica. Isso significa que ele sempre está relacionado com uma infecção vaginal, indicando que há um desequilíbrio no ambiente natural da vagina provocado pelo crescimento de bactérias, fungos ou protozoários. Ao notar qualquer alteração, marque uma consulta com seu ginecologista para que ele possa avaliar o quadro e orientá-la sobre o tratamento indicado. 


 

Coloração e aspecto do corrimento variam de acordo com a causa. Confira os principais tipos de corrimento vaginal 

 

O corrimento branco leitoso acompanhado de coceira intensa é o principal sintoma de candidíase. A infecção é causada pelo fungo Candida Albicans e além do corrimento manifesta sintomas como vermelhidão na vulva, ardor e dor ao urinar ou durante a relação sexual. 

 

Além da candidíase, outra infecção vaginal que também causa corrimento anormal é a vaginose bacteriana. Seu principal sintoma é o corrimento com odor forte semelhante a peixe podre, que pode ser amarelado ou cinza. 

 

O corrimento provocado por infecção vaginal pode ser causado por diversos fatores. Os mais frequentes são baixa imunidade e higiene íntima inadequada. Alguns hábitos também aumentam a recorrência de infecções, como manter a região íntima úmida e abafada, vestir roupas muito apertadas, fazer uso de duchas vaginais e ficar com biquínis e maiôs molhados por muito tempo. 


 

Infecções transmitida por via sexual podem causar corrimento vaginal 

 

Algumas Infecções Sexualmente Transmissíveis também podem provocar corrimento vaginal anormal. Uma delas é a tricomoníase, causada pelo protozoário Trichomonas vaginalis. A infecção pode ser assintomática ou manifestar sintomas como corrimento esverdeado com odor, coceira, dor ou ardor ao urinar e aumento da frequência urinária. 

 

Além da tricomoníase, outras duas ISTs também causam corrimento amarelado. É o caso da clamídia e da gonorréia. A clamídia manifesta um corrimento amarelo claro, normalmente sem cheiro. Já o corrimento da gonorréria é amarelo e abundante e com um cheiro mais forte. 

 

Corrimento anormal é tratado com medicação antifúngica e antibióticos. Veja como tratar corrimento e como se prevenir

 

O corrimentos patológicos têm tratamento específico de acordo com o agente causador. A candidíase é tratada com medicação antifúngica, enquanto o tratamento da vaginose é feito com antibióticos. As ISTs também são tratadas com uso de antibiótico e é fundamental que o parceiro também seja incluído no tratamento para evitar futuras contaminações. Vale ressaltar que a medicação é um tratamento pontual e não tem validade como método de prevenção. Para se prevenir de corrimento causado por infecção vaginal, vale a pena repensar certos hábitos que possam prejudicar a sua saúde íntima.

 

Confira alguns cuidados que ajudam a reduzir os riscos de corrimento e são eficazes para manter a flora e o pH vaginal em equilíbrio

 

  • Utilizar sabonete íntimo líquido com pH neutro durante a higienização; 

  • Evitar usar roupas apertadas e abafadas, principalmente em dias quentes; 

  • Não ficar com biquíni e maiô molhados por muito tempo; 

  • Dar preferência a calcinhas de algodão; 

  • Fazer a higiene íntima apenas na área externa; 

  • Lavar calcinha com sabão neutro e deixar a peça secar em um ambiente seco e arejado; 

  • Usa camisinha em todas as relações sexuais; 

  • Após evacuar, se limpar sempre de frente para trás; 

  • Não ficar com o mesmo absorvente por mais de 4 horas; 

  • Evitar uma dieta com excesso de açúcar e carboidratos. 

 

Já para as ISTs, a melhor prevenção das DSTs sempre será o uso da camisinha em todas as relações sexuais. 

semprelivre_bottom1_dance_new

  • Menstruação
    Posso ir à praia ou piscina menstruada? Saiba como curtir o verão sem neuras!
    Foi para um lugar de praia e ficou menstruada no meio da viagem? Não tem problema! Com a ..
  • Menstruação
    Veja 6 situações do dia a dia que quem sente muita cólica vai se identificar
    “Oi, sumida?!”. Todo mês as cólicas surgem de surpresa, como a mensagem daquele cari..
  • Menstruação
    Qual a diferença entre cobertura suave e seca? Saiba como escolher a ideal para você!
    Quem já se perguntou alguma vez por que existem taaaantas opções de absorventes diferen..
  • Menstruação
    Frescura? Sério? Pensamentos que passam pela sua cabeça quando alguém reclama da sua TPM
    Apesar da tensão pré-menstrual ser um momento só seu, todo mundo adora dar pitacos, né..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • SE CUIDA!
    Adesivo anticoncepcional: 10 dúvidas sobre o método contraceptivo
    O adesivo anticoncepcional ou patch anticoncepcional é um método contraceptivo hormonal...
    Adesivo anticoncepcional: 10 dúvidas sobre o método contraceptivo
  • SE CUIDA!
    Pode usar pomada vaginal menstruada? Veja quais são os principais cuidados durante o tratamento ginecológico
    Embora boa parte das mulheres já saiba para que serve a pomada vaginal, ainda existem...
    Pode usar pomada vaginal menstruada? Veja quais são os principais cuidados durante o tratamento ginecológico
  • Menstruação
    "Como é o sangue da primeira menstruação?" Tire 8 dúvidas sobre a menarca
    A primeira menstruação (nome científico: menarca) marca o fim da puberdade e o início da...
    "Como é o sangue da primeira menstruação?" Tire 8 dúvidas sobre a menarca
  • SE CUIDA!
    Posso fazer transvaginal menstruada? Tire suas dúvidas sobre o exame ginecológico
    A ultrassonografia transvaginal (ou ultrassom transvaginal) é um exame de imagem usado...
    Posso fazer transvaginal menstruada? Tire suas dúvidas sobre o exame ginecológico
  • VER TODAS >