Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

Conheça os tipos de pílula anticoncepcional que existem no mercado

Conheça os tipos de pílula anticoncepcional que existem no mercado

Antes de escolher a pílula anticoncepcional mais adequada para as suas necessidades, saiba que existem três principais tipos de anticoncepcional: pílula combinada (ou monofásica), pílula multifásica e minipílula. Essas pílulas são diferenciadas, principalmente, por sua composição hormonal. A pílula monofásica é composta por estrogênio e progesterona, enquanto a multifásica (que tenta reproduzir as mudanças hormonais do ciclo reprodutivo da mulher) conta com diversos hormônios em sua composição. A minipílula, por fim, é constituída apenas pela progesterona (não por acaso, este tipo de anticoncepcional também é conhecido como "pílula de progesterona").

 

Converse com o(a) seu(a) ginecologista para chegar à opção que melhor se adequará as suas particularidades. Lembre-se: a orientação médica é essencial para administrar qualquer medicamento, incluindo a pílula anticoncepcional. Dito isto, veja a seguir mais detalhes sobre cada tipo de anticoncepcional!

 

Pílula monofásica ou combinada é composta por estrogênio e progesterona

 

A pílula combinada ou monofásica é constituída por dosagens iguais dos hormônios estrogênio e progesterona e, até hoje, é bastante popular entre as mulheres. A combinação hormonal do método contraceptivo impede a gravidez ao bloquear a ovulação e dificultar a mobilidade do espermatozóide no sistema reprodutivo feminino. Além disso, a pílula anticoncepcional combinada também pode ser utilizada (sob indicação médica) para outras finalidades, como, por exemplo, no tratamento da acne e na redução da cólica menstrual.

 

Veja também: Parar de tomar pílula anticoncepcional pode trazer as espinhas de volta?

 

Mesmo com todas as vantagens, a pílula anticoncepcional combinada não é para todas. Mulheres com contraindicações ao uso de estrogênio devem evitar este tipo de pílula e investir em outros anticoncepcionais com composições diferentes. Fazem parte deste grupo de risco: fumantes, hipertensas, diabéticas, mulheres com mais de 40 anos de idade e pacientes com histórico de trombose, derrame ou infarto.

 

Os principais efeitos colaterais da pílula anticoncepcional combinada, que tendem a desaparecer após os três primeiros meses de adaptação ao uso, são: sensibilidade mamária, náusea, dor de cabeça, alterações na libido e ocorrência de escapes menstruais.

 

Veja também: Sangramento de escape por causa do anticoncepcional: como parar?

 

Pílula multifásica visa reproduzir as alterações hormonais naturais da mulher

 

A pílula anticoncepcional multifásica possui uma combinação de diversos hormônios, incluindo o estrogênio e a progesterona. Este tipo de pílula visa reproduzir as mudanças hormonais que acontecem naturalmente ao longo do ciclo menstrual e, por isso, suas dosagens hormonais também vão variar de acordo com o momento do mês. Para garantir a eficácia do método contraceptivo, é importante seguir a ordem indicada pela cartela, que apresenta cores diferentes para cada um dos 24 comprimidos. Os efeitos colaterais da pílula multifásica são significativamente reduzidos quando comparados com os sintomas provocados pela pílula combinada tradicional.

 

Veja também: As diferentes fases do ciclo menstrual que você tem que lidar todo mês

 

 

Minipílula ou pílula de progesterona é uma alternativa para mulheres com restrição ao estrogênio 

 

Diferente de outras pílulas do mercado, que possuem combinações de progesterona e estrogênio, a minipílula possui apenas o hormônio progesterona em sua composição. Este tipo de pílula é indicado, principalmente, para mulheres com restrições ao estrogênio. Como exemplo, podemos citar mulheres que estão amamentando, fumantes e pacientes com diabetes controlada ou com hipertensão arterial. 

 

A minipílula apresenta carga hormonal baixa e, por isso, sua administração deve ser feita com disciplina e responsabilidade. Qualquer esquecimento, mesmo que por poucas horas, pode comprometer a eficácia do método contraceptivo. Sendo assim, lembre-se: os comprimidos da cartela da minipílula devem ser ingeridos sempre no mesmo horário. Também vale ressaltar que a minipílula não tem pausa e, portanto, não provoca o sangramento característico do intervalo entre as cartelas. Essa característica é responsável por reduzir consideravelmente o fluxo menstrual e pode, inclusive, gerar um quadro de amenorreia (ausência de menstruação). Outros possíveis efeitos colaterais da pílula de progesterona incluem o aparecimento de escapes e a retenção de líquidos.

 

Veja também: Como tomar anticoncepcional: um guia com tudo o que você precisa saber

 

Pronto! Agora que você já conhece os principais tipos de pílula anticoncepcional, resta fazer uma avaliação individualizada com o(a) seu(a) ginecologista para saber qual método contraceptivo é o mais indicado para as suas necessidades.

 

Matéria atualizada em: 09 de junho de 2020

semprelivre_bottom1_dance_new

  • Menstruação
    Posso ir à praia ou piscina menstruada? Saiba como curtir o verão sem neuras!
    Foi para um lugar de praia e ficou menstruada no meio da viagem? Não tem problema! Com a ..
  • Menstruação
    Veja 6 situações do dia a dia que quem sente muita cólica vai se identificar
    “Oi, sumida?!”. Todo mês as cólicas surgem de surpresa, como a mensagem daquele cari..
  • Menstruação
    Qual a diferença entre cobertura suave e seca? Saiba como escolher a ideal para você!
    Quem já se perguntou alguma vez por que existem taaaantas opções de absorventes diferen..
  • Menstruação
    Frescura? Sério? Pensamentos que passam pela sua cabeça quando alguém reclama da sua TPM
    Apesar da tensão pré-menstrual ser um momento só seu, todo mundo adora dar pitacos, né..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • Saúde da mulher
    SOP: sintomas e tratamentos da síndrome que atinge as mulheres
    A Síndrome do Ovário Policístico é uma disfunção hormonal que leva ao crescimento de...
    SOP: sintomas e tratamentos da síndrome que atinge as mulheres
  • SE CUIDA!
    5 tipos de depilação feminina: prós e contras de cada método
    A depilação íntima faz parte da vida de muitas mulheres. Para isso, é possível encontrar...
    5 tipos de depilação feminina: prós e contras de cada método
  • SE CUIDA!
    Corrimento ou lubrificação feminina? Saiba diferenciar as secreções vaginais
    Muitas pessoas ficam em dúvida sobre qual a diferença entre corrimento e secreção vaginal...
    Corrimento ou lubrificação feminina? Saiba diferenciar as secreções vaginais
  • SE CUIDA!
    Tabelinha: por que o método é falho e outras opções de anticoncepcionais com mais eficácia
    A tabelinha é um método contraceptivo natural baseado na análise do ciclo menstrual....
    Tabelinha: por que o método é falho e outras opções de anticoncepcionais com mais eficácia
  • VER TODAS >