Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

Conheça as doenças vaginais mais comuns e saiba como evitá-las

Conheça as doenças vaginais mais comuns e saiba como evitá-las

Um dos maiores motivos que levam as mulheres a procurarem o ginecologista com urgência são os corrimentos vaginais. Apesar deles serem muito comuns, a avaliação médica e o exame clínico são importantes para saber se a secreção é fisiológica (natural) ou se tem rolado por conta de algum probleminha com a sua saúde vaginal. Para você ficar por dentro do assunto, o Só Delas conversou com o ginecologista Vamberto Maia Filho sobre as doenças vaginais mais comuns e como evitá-las. Confira!

 

Saiba quais são as doenças vaginais mais comuns e como elas surgem
 

De acordo com o médico, o corrimento é consequência de uma irritação da mucosa, que escoa pela vagina, mas só quando suja a calcinha com cor e odor que chama a atenção. “Os corrimentos mais conhecidos são a candidíase, tricomoníase e vaginose bacteriana”, comenta. A boa notícia é que elas não são consideradas doenças de sério risco e o tratamento costuma ser bem tranquilo. Saiba um pouco mais sobre cada uma citada:

 

- Candidíase vaginal: é causada por fungos (de várias espécies) e é o corrimento mais comum da mulher. Apesar de ser possível o contágio pelo sexo, a candidíase não é uma doença sexualmente transmissível (DST). “Alguns estudos indicam que o fungo pode estar na flora vaginal e, quando a resistência do organismo cai ou quando a resistência vaginal está baixa, pode ocorrer a multiplicação do fungo e a manifestação dos sintomas”, afirma o médico;

 

- Vaginose bacteriana: é uma infecção genital causada por bactérias, principalmente pela gardnerella vaginalis. “Assim como a candidíase, também não é uma DST, pois está habitualmente na vagina, mas pode ser compartilhada pelo sexo e é a segunda causa de corrimento genital mais comum”, comentou;

 

- Tricomoníase: é uma infecção causada pelo trichomonas vaginalis, transmitida via relação sexual. Pode permanecer assintomática no homem e na mulher, principalmente, após a menopausa. Na mulher, pode acometer a vulva, a vagina e colo do útero.

 

Como diagnosticar cada uma?
 

De acordo com o médico, o principal sintoma de todas elas é o corrimento. “No caso da candidíase teremos um corrimento espesso, granuloso e esbranquiçado, acompanhado geralmente de irritação no local. Já a vaginose causa um odor forte, porque a ação das bactérias aumenta. A tricomoníase tem um corrimento abundante, amarelado ou amarelo esverdeado, bolhoso, além de irritação na vulva e vermelhidão na mucosa vaginal”, explicou. Se você perceber que alguns desses sintomas tem rolado com você, não adie mais tempo e procure seu ginecologista, tá?

 

O tratamento indicado para cada doença
 

Apesar dos tratamentos parecidos, cada doença é tratada individualmente com antibióticos e cremes vaginais - que tratam e também aliviam os sintomas - próprios para combater cada fungo ou bactéria.

 

Confira dicas do médico para evitar o contágio
 

No caso da candidíase, o ginecologista explicou que o melhor é a prevenção: “Evitar roupas íntimas de tecidos sintéticos e biquínis molhados o dia todo, diminuir o consumo de alimentos ricos em açúcares, jamais compartilhar calcinhas, e usar preservativos podem diminuir suas chances de contágio, mas não evitar!”, diz. Para todos os demais corrimentos, a recomendação do profissional é o uso indispensável da camisinha durante as relações sexuais.

 

Dr. Vamberto Maia Filho - Ginecologista
CRM: SP 118.29

Carefree_Lingerie_327_520

Symantic Display

  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Candidíase vaginal recorrente: saiba como se proteger de infecções vaginais
    Candidíase vaginal recorrente: saiba como se proteger de infecções vaginais
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Da coceira ao odor forte: saiba quais são os problemas vaginais comuns e que não podem ser ignorados
    Da coceira ao odor forte: saiba quais são os problemas vaginais comuns e que não podem ser ignorados
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SEGREDINHOS DE...
    SEGREDINHOS DE...
    Sutiã para todas: conheça diferentes modelos e saiba como escolher o ideal para você
    Sutiã para todas: conheça diferentes modelos e saiba como escolher o ideal para você
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Saiba quais são os erros mais comuns que as mulheres cometem ao usar pílula anticoncepcional
    Saiba quais são os erros mais comuns que as mulheres cometem ao usar pílula anticoncepcional
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Candidíase é mais comum no verão. Saiba como se prevenir e manter a saúde íntima em dia
    Candidíase é mais comum no verão. Saiba como se prevenir e manter a saúde íntima em dia
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    DST: ginecologista comenta quais são as doenças mais perigosas e como se prevenir
    DST: ginecologista comenta quais são as doenças mais perigosas e como se prevenir
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    4 DSTs mais comuns nas mulheres. Veja como se prevenir e buscar ajuda!
    4 DSTs mais comuns nas mulheres. Veja como se prevenir e buscar ajuda!
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Se proteger da candidíase pode ser mais simples do que você imagina. Saiba como!
    Se proteger da candidíase pode ser mais simples do que você imagina. Saiba como!
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Assaduras são mais comuns no verão. Entenda as causas e como se prevenir
    Assaduras são mais comuns no verão. Entenda as causas e como se prevenir
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    HPV: Saiba quais são as causas e como evitar essa doença sexualmente transmissível
    HPV: Saiba quais são as causas e como evitar essa doença sexualmente transmissível
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • bottom1_batom_Carefree

    tag_sempre_banner tag_sempre_banner_mob

    semprelivre_bottom1_dance_new

  • SEGREDINHOS DE MULHER
    Cravos no nariz: saiba como os pontinhos pretos aparecem na sua pele e como se livrar deles
    Sabe aqueles pontinhos escuros que vez ou outra surgem na nossa pele? Eles são chamados d..
  • SEGREDINHOS DE MULHER
    Aprenda 5 truques de maquiagem que vão levantar sua autoestima!
    Sabe aqueles dias que você não acorda muito satisfeita com o espelho? Ou quando você es..
  • SEGREDINHOS DE MULHER
    Confira 4 dicas para ter unhas fortes e saudáveis!
    Ter unhas bonitas não é uma tarefa tão simples como parece, né? Mas com cuidado a gent..
  • SEGREDINHOS DE MULHER
    Vai sair com um boy novo? Veja 8 dicas para um encontro perfeito!
    Pode ser aquela pessoa que pega o mesmo transporte que você todos os dias ou o garoto da ..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • Menstruação
    Menstruação marrom: 5 possíveis causas
    A menstruação marrom é motivo de preocupação para muitas mulheres, afinal, no nosso...
    Menstruação marrom: 5 possíveis causas
  • Menstruação
    Sempre Livre Adapt Plus com cobertura seca: vantagens de usar o absorvente
    Você costuma se sentir insegura quando está menstruada? Quando estamos naqueles dias,...
    Sempre Livre Adapt Plus com cobertura seca: vantagens de usar o absorvente
  • Enquetes
    Você usa protetor diário? Responda a enquete!
    O protetor diário proporciona sensação de calcinha nova para as mulheres que utilizam o...
    Você usa protetor diário? Responda a enquete!
  • Menstruação
    4 motivos para usar Sempre Livre Adapt Plus Ultraflexível
    Cansada de testar absorventes diferentes e só encontrar modelos grandes e incômodos até...
    4 motivos para usar Sempre Livre Adapt Plus Ultraflexível
  • VER TODAS >