Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

Como tomar anticoncepcional: um guia com tudo o que você precisa saber

Como tomar anticoncepcional: um guia com tudo o que você precisa saber

Para evitar a gravidez, muitas mulheres buscam um método contraceptivo quando iniciam a vida sexual. A pílula anticoncepcional é um dos mais utilizados, já que possui um custo menor do que outros métodos, como DIU e injeção anticoncepcional. Para conseguir um efeito contraceptivo eficaz, antes mesmo de começar a cartela, é preciso saber como tomar anticoncepcional corretamente.

 

De modo geral, a recomendação é tomar um comprimido por dia até o final da cartela, sempre no mesmo horário. No entanto, há variações de anticoncepcionais no que se refere à quantidade de comprimidos e tempo de pausa. A pílula precisa ser prescrita por um ginecologista, que também irá orientar sobre o modo de uso. Para ajudar, o Só Delas preparou uma lista com tudo o que você precisa saber como tomar o anticoncepcional.

 

Conheça os tipos de pílula anticoncepcional mais utilizados:

 

Dentre os tipos de contraceptivo oral, os mais receitados por médicos são:

 

  • Pílula combinada: Esse é o tipo de pílula mais usado. Sua fórmula possui a combinação de hormônios estrogênio e progesterona. Além de prevenir a gravidez, a pílula combinada também é indicada para ajudar a regular o ciclo menstrual, diminuir cólicas e o fluxo menstrual intenso;

 

  • Minipílula: Também é conhecida como pílula de progesterona por conter somente um hormônio. É mais indicada para pacientes que apresentam efeitos colaterais de outras pílulas contraceptivas (restrição ao estrogênio), como tabagistas, hipertensas e mulheres que estejam amamentando.  

 

  • Pílula Multifásica: A pílula multifásica vem com uma dosagem hormonal que varia de acordo com cada fase do ciclo menstrual. Essa distinção busca reproduzir a produção hormonal que acontece naturalmente no organismo. A cartela possui 24 comprimidos em cores diferentes. É importante que a ordem seja respeitada, caso contrário, o anticoncepcional perde a eficácia. 

 

Anticoncepcional: como tomar pela primeira vez?

 

Para descobrir como começar a tomar anticoncepcional, a primeira recomendação é buscar acompanhamento de um médico especialista em ginecologia. Além de receitar o contraceptivo mais adequado, o ginecologista vai orientar sobre o uso, possíveis efeitos colaterais e explicar como o remédio vai agir no organismo. O remédio anticoncepcional pode ser comprado na farmácia com a apresentação da receita médica. 

 

Com o anticoncepcional certo comprado, o próximo passo é esperar a menstruação chegar. A primeira pílula deve ser ingerida no primeiro dia da menstruação, que é o início do ciclo menstrual. Em seguida, deve continuar a tomar um comprimido por dia  até o fim da cartela, sempre no mesmo horário. As pílulas podem ser 21, 24 ou 28 dias, dependendo da quantidade de comprimidos. A diferença está na dosagem hormonal e no tempo de pausa do anticoncepcional, o que determina ocorrência ou não de período menstrual. Veja como tomar o anticoncepcional de cada tipo: 

 

  • Como tomar o anticoncepcional de 21 dias:

 

O anticoncepcional de 21 dias vem com uma combinação de estrogênio e progesterona. No final da cartela,  é necessário fazer uma pequena pausa de 7 dias para que a menstruação desça e, em seguida, começar a próxima cartela.

 

  • Como tomar o anticoncepcional de 24 dias:

 

O anticoncepcional de 24 dias funciona da mesma maneira que a cartela de 21. A diferença é que a pausa é de apenas 4 dias. 

 

  • Como tomar o anticoncepcional de 28 dias:

 

O anticoncepcional de 28 dias não possui tempo de pausa. Quando uma cartela termina, deve-se iniciar a próxima no dia seguinte. Por esse motivo, quem faz uso da pílula contínua não possui período menstrual, mas pode ter pequenos sangramentos de escapes ao longo do mês. Se eles forem frequentes, procure um ginecologista para avaliar o caso. 

 

Que horas tomar o anticoncepcional? Coloque no despertador para não esquecer!

 

A pílula anticoncepcional deve ser tomada todos os dias, sempre no mesmo horário. Essa regra serve tanto para estabelecer uma rotina, mas também para que os hormônios sejam absorvidos no organismo de forma regular. Por isso, é preciso tomar um comprimido a cada 24 horas. Caso contrário, a medicação corre o risco de perder a eficácia. 

 

Uma dica para não esquecer de tomar o anticoncepcional é associar a pílula à um hábito diário, como almoçar ou jantar. Assim, sempre que estiver no hora de fazer a refeição, você lembrará de tomar o comprimido. Outra dica é colocar um despertador para tocar todo dia no mesmo horário para ajudar a lembrar. Além disso, procure deixar a pílula no seu necessaire de remédios na bolsa, para evitar esquecer em casa e passar do horário. Procure evitar ingerir a pílula em jejum, para não causar irritação no estômago. 

 

 

Pílula anticoncepcional: dúvidas comuns sobre o contraceptivo oral

 

Dúvida 1) Quem pode tomar anticoncepcional?

 

A pílula anticoncepcional pode ser usada por mulheres sexualmente ativas ou em tratamento hormonal desde a adolescência até a menopausa, desde que tenha acompanhamento de um ginecologista. Sua principal função é prevenir a gravidez indesejada, mas a pílula anticoncepcional também é utilizada para regular o ciclo hormonal feminino, controlar o fluxo menstrual, diminuir a cólica menstrual e outros sintomas da TPM, além de melhorar o surgimento de acne e pelos excessivos no corpo para mulheres que possuem a Síndrome de Ovários Policísticos. 

 

Dúvida 2) Quais são os possíveis efeitos colaterais do uso da pílula anticoncepcional?

 

Assim como qualquer medicamento, a pílula anticoncepcional pode causar efeitos colaterais. Enjoo, dor de cabeça, episódios de vômito, tontura, inchaço, mudanças de humor e uma diminuição da libido são os mais comuns. Em casos extremos, também pode ocorrer o surgimento varizes e trombose. Por isso, o anticoncepcional só deve ser escolhido com recomendação médica. Cada organismo possui uma necessidade diferente e tomar um medicamento que não é indicado para você pode trazer prejuízos à saúde. 

 

Dúvida 3) Em quais situações é contraindicado o uso de pílula anticoncepcional?

 

O anticoncepcional combinado é contraindicado em casos que aumentam o risco de trombose: histórico de câncer de mama, histórico de trombose, pressão alta não controlada, doença vascular, diabetes não controlada, enxaqueca com aura, histórico de hepatite e tabagismo. Para esses casos, o ginecologista pode indicar um anticoncepcional sem estrogênio na composição, como a minipílula, ou recomendar um método contraceptivo sem hormônio, como o DIU de cobre. 

 

Dúvida 4) O que fazer quando esquecer de tomar o anticoncepcional na hora certa?

 

A pílula anticoncepcional deve ser tomada todos os dias, sempre no mesmo horário, até o fim da cartela. Se houver esquecimentos, o atraso deve ser recuperado o mais rápido possível. Em casos de atraso de menos de 12 horas, a recomendação é tomar o comprimido assim que lembrar. Por mais de 12 horas, você pode tomar 2 comprimidos de uma só vez no horário correto no dia seguinte. Em caso de dúvidas, consulte a bula do medicamento. Quando os esquecimentos se tornam frequentes, a eficácia do método diminui e é recomendado utilizar camisinha durante as relações sexuais para ter mais segurança. 

 

Dúvida 5) Diarreia corta o efeito do anticoncepcional?

 

Ter episódios de vômito ou diarreia ou após a ingestão do anticoncepcional pode cortar o efeito do medicamento. A evacuação constante interfere na absorção dos hormônios na corrente sanguínea. Se o problema ocorrer dentro de 2 a 4 horas após a ingestão, você pode tomar um novo comprimido para não perder a eficácia. No entanto, se a diarreia for frequente ou acontecer menos de 1 hora depois de ingerir a pílula, talvez ela possa ser um efeito colateral. O ideal é procurar um ginecologista para investigar o que pode estar causando o mal-estar. 

 

Dúvida 6) Esqueci de tomar o anticoncepcional e tive relação. Vou engravidar?

 

Esquecer de tomar a pílula anticoncepcional frequentemente aumenta a chance de uma gravidez, caso haja uma relação sexual desprotegida ou o preservativo seja danificado durante o ato sexual. Quanto mais falhas houver na administração do método, menor é sua ação preventiva. Sendo assim, o uso da camisinha nas relações sexuais se torna indispensável até a próxima cartela de anticoncepcional. 

 

Dúvida 7) Emendar cartela de anticoncepcional faz mal?

 

Emendar a cartela de anticoncepcional não faz mal. A única diferença é que você deixará de menstruar. O uso contínuo geralmente é indicado como tratamento para endometriose ou para quem sofre com TPM severa. 

 

Informações adicionais sobre o método contraceptivo oral:

 

- Pílula do dia seguinte não deve ser usada como anticoncepcional 

 

A pílula do dia seguinte deve ser usada apenas em casos emergenciais. Ela tem uma alta dosagem hormonal e isso pode desregular o ciclo menstrual. Além disso, pode trazer efeitos imediatos como vômito, vertigem, dor de cabeça, dor e inchaço nas mamas. Um risco que está bastante associado ao uso da pílula do dia seguinte é a gravidez ectópica. - quando ocorre nas trompas. Acontece porque a pílula do dia seguinte diminui o movimento das trompas e, assim, um possível óvulo fecundado pode ficar parado e acaba se desenvolvendo no local errado,. Ao crescer, pode romper a trompa, causando hemorragia interna, levando a mulher a correr risco de vida. 

 

- A pílula anticoncepcional não protege contra DSTs

 

É importante ressaltar que a pílula anticoncepcional - minipílula ou combinada - não protege contra doenças sexualmente transmissíveis. O único método contraceptivo que previne DSTs (ou ISTs) de doenças é a camisinha masculina ou feminina. 

semprelivre_bottom1_dance_new

  • Menstruação
    Posso ir à praia ou piscina menstruada? Saiba como curtir o verão sem neuras!
    Foi para um lugar de praia e ficou menstruada no meio da viagem? Não tem problema! Com a ..
  • Menstruação
    Veja 6 situações do dia a dia que quem sente muita cólica vai se identificar
    “Oi, sumida?!”. Todo mês as cólicas surgem de surpresa, como a mensagem daquele cari..
  • Menstruação
    Qual a diferença entre cobertura suave e seca? Saiba como escolher a ideal para você!
    Quem já se perguntou alguma vez por que existem taaaantas opções de absorventes diferen..
  • Menstruação
    Frescura? Sério? Pensamentos que passam pela sua cabeça quando alguém reclama da sua TPM
    Apesar da tensão pré-menstrual ser um momento só seu, todo mundo adora dar pitacos, né..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • Quiz
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
    As ISTs são um grupo de infecções que têm como principal via de transmissão o sexo. Elas...
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
  • Quiz
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
    As ISTs são um grupo de infecções que têm como principal via de transmissão o sexo. Elas...
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
  • Menstruação
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
    A cólica é um sintoma que normalmente é associado à chegada da menstruação. No entanto,...
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
  • Menstruação
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
    A cólica é um sintoma que normalmente é associado à chegada da menstruação. No entanto,...
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
  • VER TODAS >