Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

Candidíase de repetição: como evitar que isso aconteça

Candidíase de repetição: como evitar que isso aconteça

Candidíase de repetição é um problema que toda mulher quer evitar. Quando os fatores que causam a infecção fúngica não são monitorados na rotina, o corrimento branco acompanhado de coceira e inflamação pode voltar a aparecer. Para evitar a recaída da doença ginecológica, é necessário mudar alguns hábitos de rotina que incluem a alimentação e o tipo de calcinha usada no dia a dia. Conversamos com a ginecologista Fernanda Torras sobre esse tema.

 

O que pode causar repetição da candidíase
 

De acordo com a ginecologista, os fatores que causam a candidíase, quando não controlados após um tratamento, podem levar aos quadros de repetição da infecção. Entre eles, a médica destaca:

 

  • Ingestão de açúcar e carboidratos em excesso;

  • Imunidade baixa por estresse ou doenças;

  • Intolerância à glicose;

  • Uso de biquínis molhados com frequência;

  • Uso de calcinhas sintéticas e calças apertadas;

  • Uso de antibióticos por tempo prolongado.

 

Veja quais são os tratamentos para candidíase de repetição 

 

Para a médica, em casos de candidíase de repetição - onde ocorrem quatro ou mais episódios no ano - é necessário a terapia medicamentosa, natural e comportamental. “É preciso reduzir os fatores desencadeantes citados acima, pesquisar fatores orgânicos, como glicemia e imunidade e pesquisar sobre a Candida resistente por meio de cultura fúngica da secreção vaginal”, explica Fernanda.

 

- Antifúngico oral combinado com o creme vaginal tópico

 

A primeira medida, segundo a ginecologista, é prolongar o tempo de tratamento com antifúngico via oral. “Até a supressão do quadro e após, muitas vezes será necessário fazer manutenção. Uso de antifúngicos via vaginal combinado, por meio de cremes também se faz necessário em muitos casos”, diz. Apesar de não ser considerada uma doença sexualmente transmissível, há colonização fúngica no parceiro também, então, é  justificado o tratamento do parceiro em casos de recidivas (recaída da doença).

 

- Banho de assento com bicarbonato é um tratamento alternativo 

 

Segundo a médica, banho de assento com bicarbonato de sódio pode ser usado como manutenção para alcalinizar o pH vaginal e evitar recidivas.

 

- Tratamento com Lactobacillus via oral e vaginal 

 

Outra opção é o tratamento com lactobacillus via oral e vaginal: “Também tem evidências de sucesso no tratamento dos casos recidivantes (repetições da candidíase)”, comenta Fernanda. Além disso, ela diz que é fundamental reavaliar a alimentação, anticoncepcionais, comportamento sexual e hábitos de rotina para evitar a repetição da infecção. 

 

Veja também: 6 dúvidas sobre candidíase que toda mulher tem

 

Como evitar a candidíase de repetição: alguns hábitos devem ser mudados 

 

Segundo a especialista, para evitar o problema é necessário reavaliar hábitos pessoais e evitar os que são prejudiciais para a saúde íntima. Veja quais são os cuidados necessários:

 

  • Equilibrar a alimentação e evitar doces e carboidratos;

  • Evitar usar calça jeans todos os dias para não abafar a região íntima;

  • Fazer a higiene íntima corretamente pelo menos 1x ao dia com sabonete líquido íntimo;

  • Dar preferência por calcinhas de algodão;

  • Evitar passar muito tempo com biquínis molhados;

  • Evitar estresse e procurar atividades que proporcionem relaxamento;

  • Não abrir mão de camisinha em todas as relações sexuais, principalmente com parceiros diferentes;

  • Não deixar calcinha úmida secando no banheiro (para evitar a proliferação de fungos).

 

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Fernanda Torras -
Médica Ginecologista, Obstetra e Mastologista referência em saúde feminina
CRM: 130.332
https://drafernandatorras.com.br/

semprelivre_bottom1_dance_new

  • PRIMEIRA VEZ
    Medo de ir ao ginecologista? Não precisa! Saiba o que esperar de uma primeira consulta
    A primeira ida ao ginecologista gera um certo receio em muitas garotas, mas não há motiv..
  • PRIMEIRA VEZ
    1º dia de aula na faculdade: a blogueira Natalia Salvador contou como encarou o medo e deu dicas de como lidar com essa mudança
    Uma das maiores mudanças do início da nossa vida adulta é a entrada para a universidade..
  • PRIMEIRA VEZ
    5 coisas que ninguém te contou sobre sua primeira menstruação
    A primeira menstruação acontece de forma inesperada, já que, na maioria das vezes a gen..
  • PRIMEIRA VEZ
    Intercâmbio: blogueira Paola Piola conta sobre a 1ª vez que lidou com a independência em outro país
    Fazer intercâmbio é o sonho de muitas adolescentes, principalmente depois dos 18 anos, q..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • Menstruação
    Corrimento marrom depois da menstruação com cólicas pode ser gravidez?
    O corrimento marrom depois da menstruação com cólicas pode ser considerado normal....
    Corrimento marrom depois da menstruação com cólicas pode ser gravidez?
  • SE CUIDA!
    Enquete: Você usa protetor diário?
    Conte para o Só Delas se você usa o protetor diário todos os dias!
    Enquete: Você usa protetor diário?
  • SE CUIDA!
    5 coisas que toda mulher precisa saber sobre pílula do dia seguinte
    Muitas já ouviram falar, mas entender como a pílula do dia seguinte funciona é...
    5 coisas que toda mulher precisa saber sobre pílula do dia seguinte
  • SE CUIDA!
    Como tratar infecção urinária? Ginecologista explica como prevenir e tratar a doença
    A infecção urinária acontece quando bactérias invadem o trato urinário e se multiplicam...
    Como tratar infecção urinária? Ginecologista explica como prevenir e tratar a doença
  • VER TODAS >