Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

Calendário menstrual é a mesma coisa que tabelinha? Veja as diferenças

Calendário menstrual é a mesma coisa que tabelinha? Veja as diferenças

Pode parecer que calendário menstrual e tabelinha são a mesma coisa, mas eles têm uma diferença muito grande! O calendário ajuda as mulheres a calcular o ciclo menstrual, entendendo em que fase do ciclo estão, se sua ovulação já aconteceu e se a menstruação está para chegar. Já a tabelinha é uma forma de se prevenir da gravidez, mas para usar esse método contraceptivo corretamente deve-se entender muito bem como funciona o ciclo. Acontece que alguns dias de algumas das fases são inférteis, ou seja, caso a mulher transe, as chances de engravidar são bem pequenas. Ficou interessada no tema? Confira mais sobre ambos esses processos.

 

Calendário menstrual: o que é e como fazer

 

A função do calendário menstrual é permitir que a mulher tenha maior controle sobre as diferentes fases de seu ciclo, que são conhecidas por folicular, a que inicia com a menstruação; a fase ovulatória, quando o organismo libera o óvulo para as tubas uterinas; e, por fim, a fase lútea, quando o corpo se prepara para a menstruação, passando pelos sintomas da TPM. Com um calendário menstrual é possível calcular em qual dessas fases você está. O primeiro dia do período menstrual é quando inicia o ciclo. Desta data até o 12° dia estima-se que a mulher esteja na fase folicular. Do 12° ao 16° dia acontece a fase ovulatória. E do 16° até o fim do ciclo, ou seja, até a próxima menstruação, é a fase lútea. 

 

Para fazer esse cálculo corretamente, você pode usar um calendário para marcar nele todas as datas. Outra possibilidade é utilizar aplicativos de calendários menstruais no próprio celular. Já demos dicas de vários deles nessa e nessa lista. A partir dessas marcações, você deve calcular também quanto dura o seu ciclo, isto é, quantos dias há de intervalo entre uma menstruação e outra. Para isso, basta marcar o primeiro dia em que teve uma menstruação com a coloração viva e, assim, contar quantos dias se passaram até o período menstrual seguinte. Dessa forma também é possível “prever” quando será o próximo sangramento menstrual. Lembre-se, porém, que essa é apenas uma média, nem sempre é possível ter precisão. 

 

A tabelinha de menstruação é um recurso usado para prevenir a gravidez

 

A tabelinha funciona da mesma forma que o calendário menstrual, mas a diferença está no fato de a tabelinha ser um método contraceptivo, ou seja, uma forma de evitar a gravidez. A gestação acontece quando um espermatozóide masculino fecunda um óvulo produzido pelo ovário feminino. Assim, eles se juntam e iniciam o processo da gravidez. Tudo isso, no entanto, depende da presença de um óvulo nas tubas uterinas. A tabelinha, portanto, indica quais dias que, provavelmente, o óvulo ainda não foi liberado ou está para ser descartado pelo organismo, em outras palavras, os dias em que a mulher não está fértil.

 

Dessa forma, a mulher que usa a tabelinha da menstruação deve manter um calendário menstrual muito bem atualizado para entender quais dias seu corpo estará com a fertilidade baixa. Normalmente, isso acontece nos primeiros 7 dias do ciclo, durante a menstruação e nos dias finais, cerca de 21 dias após o período menstrual, quando o corpo está se preparando para mais um sangramento. 

 

Embora a tabelinha pareça ser um modo fácil, seu uso não é recomendado pelos ginecologistas como prevenção da gravidez. O método é conhecido por ser falho, já que muitas mulheres têm o ciclo menstrual irregular, ou seja, que duram menos de 21 dias ou mais de 35, e não conseguem realizar essa conta corretamente. Por isso, a eficácia é bem baixa comparada a outras formas de contracepção

 

Conheça outros métodos contraceptivos para prevenir a gravidez

 

Há outras alternativas de contraceptivos que possuem maior eficácia do que a tabelinha. Além da pílula anticoncepcional e outros métodos hormonais, também é possível apostar em formas de contracepção que não possuem a liberação de hormônios. Conheça algumas: 

 

DIU de cobre

 

O dispositivo intra-uterino é um contraceptivo que deve ser inserido dentro da vagina para prevenir a gravidez. Por conta da presença do cobre, o DIU age bloqueando a fecundação e, assim, impede uma possível gestação. Um benefício do método é ser de longa duração, podendo durar até 10 anos no organismo com eficácia. Ele deve ser inserido na vagina por uma ginecologista e uma vez ao ano é importante acompanhar por exames de imagem para chegar se ele está no local correto.

 

Diafragma

 

O diafragma é um objeto de silicone que deve ser inserido na vagina 30 minutos antes de ter a relação sexual. Ele funciona como uma barreira, impedindo a passagem do espermatozóide. Depois do sexo, é muito importante mantê-lo no local por até 10 horas para garantir que a gravidez não aconteça. Afinal, o esperma pode durar mais de 1 dia dentro do organismo sem ser fecundado. As falhas desse contraceptivo estão diretamente ligadas à colocação incorreta ou à retirada antes do tempo determinado. Por isso, atente-se a esses detalhes. 

 

Camisinha

 

A camisinha é a contracepção mais comum e com alta eficácia. Assim como o diafragma, ele atua como barreira e impede que o espermatozóide chegue ao útero. Independente da forma contraceptiva escolhida, usá-la é fundamental para prevenir doenças sexualmente transmissíveis - as DSTs. Essas patologias podem ser disseminadas por meio do contato sexual e o preservativo é o método mais seguro para garantir uma boa saúde íntima.

SL_Arroba_turbante_Semprejunta

Symantic Display

  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    5 coisas que seu ciclo menstrual pode dizer sobre a sua saúde íntima
    5 coisas que seu ciclo menstrual pode dizer sobre a sua saúde íntima
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • Menstruação
    Menstruação
    O que é um ciclo menstrual curto? Isso é considerado um problema de saúde? Veja as respostas
    O que é um ciclo menstrual curto? Isso é considerado um problema de saúde? Veja as respostas
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • Menstruação
    Menstruação
    Além da TPM: veja as sensações e sentimentos que mulheres relatam no período menstrual
    Além da TPM: veja as sensações e sentimentos que mulheres relatam no período menstrual
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • Menstruação
    Menstruação
    Período fértil e ovulação são a mesma coisa? Entenda cada fase do seu ciclo menstrual
    Período fértil e ovulação são a mesma coisa? Entenda cada fase do seu ciclo menstrual
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Chocolate? Pode! Veja os principais cuidados para ter com você mesma naqueles dias
    Chocolate? Pode! Veja os principais cuidados para ter com você mesma naqueles dias
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • Menstruação
    Menstruação
    Fluxo menstrual muito intenso pode não ser normal. Veja o que dizem especialistas
    Fluxo menstrual muito intenso pode não ser normal. Veja o que dizem especialistas
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • PODEROSAS
    PODEROSAS
    Sororidade entre mulheres no período menstrual: veja que cuidados você pode ter com uma amiga nesses dias
    Sororidade entre mulheres no período menstrual: veja que cuidados você pode ter com uma amiga nesses dias
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • Menstruação
    Menstruação
    Aprenda a calcular seu ciclo menstrual em 3 passos. Veja no infográfico que preparamos para você
    Aprenda a calcular seu ciclo menstrual em 3 passos. Veja no infográfico que preparamos para você
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • Menstruação
    Menstruação
    5 coisas que o seu ciclo menstrual diz sobre você
    5 coisas que o seu ciclo menstrual diz sobre você
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Protetor diário e absorvente são a mesma coisa? Entenda as diferenças e saiba quando usar cada produto
    Protetor diário e absorvente são a mesma coisa? Entenda as diferenças e saiba quando usar cada produto
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • semprelivre_bottom1_dance_new

  • SEGREDINHOS DE MULHER
    Cravos no nariz: saiba como os pontinhos pretos aparecem na sua pele e como se livrar deles
    Sabe aqueles pontinhos escuros que vez ou outra surgem na nossa pele? Eles são chamados d..
  • SEGREDINHOS DE MULHER
    Aprenda 5 truques de maquiagem que vão levantar sua autoestima!
    Sabe aqueles dias que você não acorda muito satisfeita com o espelho? Ou quando você es..
  • SEGREDINHOS DE MULHER
    Confira 4 dicas para ter unhas fortes e saudáveis!
    Ter unhas bonitas não é uma tarefa tão simples como parece, né? Mas com cuidado a gent..
  • SEGREDINHOS DE MULHER
    Vai sair com um boy novo? Veja 8 dicas para um encontro perfeito!
    Pode ser aquela pessoa que pega o mesmo transporte que você todos os dias ou o garoto da ..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • Menstruação
    Menstruação marrom: 5 possíveis causas
    A menstruação marrom é motivo de preocupação para muitas mulheres, afinal, no nosso...
    Menstruação marrom: 5 possíveis causas
  • Menstruação
    Sempre Livre Adapt Plus com cobertura seca: vantagens de usar o absorvente
    Você costuma se sentir insegura quando está menstruada? Quando estamos naqueles dias,...
    Sempre Livre Adapt Plus com cobertura seca: vantagens de usar o absorvente
  • Enquetes
    Você usa protetor diário? Responda a enquete!
    O protetor diário proporciona sensação de calcinha nova para as mulheres que utilizam o...
    Você usa protetor diário? Responda a enquete!
  • Menstruação
    4 motivos para usar Sempre Livre Adapt Plus Ultraflexível
    Cansada de testar absorventes diferentes e só encontrar modelos grandes e incômodos até...
    4 motivos para usar Sempre Livre Adapt Plus Ultraflexível
  • VER TODAS >