Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

Anticoncepcional injetável: entenda mais sobre esse método

Anticoncepcional injetável: entenda mais sobre esse método

Para evitar uma gravidez, a pílula anticoncepcional é comumente o método mais procurado pelas mulheres e recomendado pelos ginecologistas. Contudo, ela não é a única forma de prevenção. Uma opção não tão conhecida é o anticoncepcional injetável. Você sabe como funciona? Se te interessou, confira o papo que tivemos com a ginecologista Carolina Ambrogini para esclarecer todas as dúvidas sobre esse tema.


Como é o anticoncepcional injetável?

 

O anticoncepcional injetável é uma alternativa à pílula e pode ser encontrado em dois tipos. “Existe o método mensal que é feito de estrogênio e progesterona e deve ser aplicado uma vez ao mês, e o trimestral, que é feito apenas de progesterona e deve ser aplicado de três em três meses”, comenta a profissional.  Assim como a pílula, esse tipo de medicamento impede que o corpo libere os óvulos e torna mais espesso o muco do colo do útero. É muito importante ressaltar que a injeção, assim como a pílula anticoncepcional, deve ser receitada por um profissional especializado na área.

 

Carolina completa que para todo os métodos contraceptivos hormonais existem contraindicações e orienta: “Por conta disto, a paciente deve passar por uma consulta médica para ser avaliado o risco e os benefícios do método para ela”, diz.

 

Os benefícios do anticoncepcional injetável

 

Algumas são as comodidades que esse medicamento pode trazer para as mulheres. A principal delas é que as injeções são mensais e funcionam como a pílula, que devemos tomar todos os dias. Por conta dele ser injetável e durar aproximadamente 3 meses, não há o risco de esquecermos de tomar ou atrasar o medicamento, trazendo uma preocupação a menos para quem o usa.  

 

A profissional completa: “A comodidade é de fato um benefício para a paciente. O anticoncepcional mensal funciona como se fosse uma pílula e a paciente tem o seu ciclo preservado. Já o medicamento trimestral tende a interromper as menstruações e tem um retorno à fertilidade mais lento que o mensal”, explica Carolina.  

 

Há contraindicações para o seu uso?
 

Todos os métodos, independentemente de quais sejam, possuem algum tipo de contraindicação. Por ser considerado um assunto complexo, a ginecologista faz alguns alertas: “Basicamente, as restrições para os dois tipos de anticoncepcionais são as mesmas. Os principais riscos estão associados à trombose, doenças cardiovasculares, amamentação, alterações hepáticas e renais e câncer”, comenta a profissional.  


Já os anticoncepcionais injetáveis trimestrais podem ser usados na amamentação e não oferecem risco de trombose, mas não devem ser usados em alta doses, podendo causar problemas hepáticos e renais ou casos de câncer ginecológico. Por isso, no momento de decidir qual anticoncepcional mais se adequa ao seu corpo, é muito importante que você consulte sua ginecologista, ok?

 

Dra. Carolina Ambrogini - Ginecologista
CRM: 102706-SP

Arroba - Carefree Batom

Arroba_OB

Bottom_OB_celebration

tag_sempre_banner tag_sempre_banner_mob

semprelivre_bottom1_dance_new

  • Menstruação
    Posso ir à praia ou piscina menstruada? Saiba como curtir o verão sem neuras!
    Foi para um lugar de praia e ficou menstruada no meio da viagem? Não tem problema! Com a ..
  • Menstruação
    Veja 6 situações do dia a dia que quem sente muita cólica vai se identificar
    “Oi, sumida?!”. Todo mês as cólicas surgem de surpresa, como a mensagem daquele cari..
  • Menstruação
    Qual a diferença entre cobertura suave e seca? Saiba como escolher a ideal para você!
    Quem já se perguntou alguma vez por que existem taaaantas opções de absorventes diferen..
  • Menstruação
    Frescura? Sério? Pensamentos que passam pela sua cabeça quando alguém reclama da sua TPM
    Apesar da tensão pré-menstrual ser um momento só seu, todo mundo adora dar pitacos, né..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • Saúde da mulher
    SOP: sintomas e tratamentos da síndrome que atinge as mulheres
    A Síndrome do Ovário Policístico é uma disfunção hormonal que leva ao crescimento de...
    SOP: sintomas e tratamentos da síndrome que atinge as mulheres
  • SE CUIDA!
    5 tipos de depilação feminina: prós e contras de cada método
    A depilação íntima faz parte da vida de muitas mulheres. Para isso, é possível encontrar...
    5 tipos de depilação feminina: prós e contras de cada método
  • SE CUIDA!
    Corrimento ou lubrificação feminina? Saiba diferenciar as secreções vaginais
    Muitas pessoas ficam em dúvida sobre qual a diferença entre corrimento e secreção vaginal...
    Corrimento ou lubrificação feminina? Saiba diferenciar as secreções vaginais
  • SE CUIDA!
    Tabelinha: por que o método é falho e outras opções de anticoncepcionais com mais eficácia
    A tabelinha é um método contraceptivo natural baseado na análise do ciclo menstrual....
    Tabelinha: por que o método é falho e outras opções de anticoncepcionais com mais eficácia
  • VER TODAS >