Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

7 perguntas para fazer sobre sexo no ginecologista que podem ser esclarecedoras

7 perguntas para fazer sobre sexo no ginecologista que podem ser esclarecedoras

Mesmo que não seja a primeira vez no ginecologista, algumas mulheres podem se sentir constrangidas e até mesmo envergonhadas ao abordar determinados temas durante a consulta. Principalmente, quando o assunto é sexo! Porém, é importante entender que questões relacionadas à vida sexual são absolutamente normais e fazem parte da natureza de qualquer pessoa. Fazer perguntas sobre sexo no ginecologista pode ajudar e muito a esclarecer diversas dúvidas bastante comuns entre as mulheres.

 

Veja também: 6 dicas para você seguir antes da consulta ginecológica

 

Por essa razão, separamos 7 questionamentos sobre sexo que talvez você (ainda) não tenha tido coragem de perguntar na consulta com ginecologista. Conversamos com a ginecologista e obstetra Mariana Conforto para entender melhor essa e outras questões. Confira!

 

1) Posso estar excitada e não ter lubrificação vaginal? 

 

Segundo a médica, “na maioria das vezes, a lubrificação acompanha a excitação”. A vagina da mulher tende a ficar lubrificada com o objetivo de facilitar a relação sexual e torná-la mais prazerosa. “Quanto mais excitada, mais lubrificada a paciente fica”, aponta a especialista. 

 

Porém, alguns fatores podem levar à lubrificação inadequada ou até mesmo à ausência de lubrificação. “Menopausa e o uso de anticoncepcionais podem levar a um ressecamento vaginal, mesmo com excitação”, exemplifica. Nestes casos, uma terapia hormonal pode ser o suficiente para contornar o problema. 

 

Em outras circunstâncias, quando a mulher não apresenta nenhum tipo de transtorno, a solução para aumentar a lubrificação é melhorar a excitação. Invista nas preliminares e converse com o(a) parceiro(a) a respeito. O uso de lubrificantes artificiais também é uma opção! Dê preferência aos produtos à base d’água, já que esses oferecem menos chances de alergias e irritações. 

 

2. Sinto dor durante o sexo. Devo me preocupar?

 

De acordo com a ginecologista, sentir dor durante o ato sexual não é normal. “Deve-se perceber se há alguma secreção anormal ou se há algum ponto doloroso. A dor no ato sexual deve ser sempre pesquisada para uma avaliação correta e melhora na qualidade de vida”, orienta. 

 

O desconforto ao praticar relações sexuais pode ser ocasionado por diversas condições, incluindo lesões na região íntima e doenças mais sérias, como o vaginismo (contração involuntária dos músculos da vagina) e a endometriose (crescimento indevido do endométrio fora do útero). A falta de lubrificação e o nervosismo durante o sexo também são justificativas possíveis para a dor. 

 

3. É verdade que a vagina pode ficar mais “larga” devido às relações sexuais? 

 

Algumas mulheres acreditam que a abertura da vagina pode ficar mais larga com o tempo, especialmente após muitas relações sexuais. Porém, isso não é verdade. “O canal vaginal é complacente [flexível], mas não fica alargado com o uso”, esclarece a médica. 

 

4. O sangramento após o sexo pode ser considerado normal?

 

Assim como a dor ao praticar relações sexuais pode ser indício de algum problema, o sangramento após o sexo também deve ser investigado. “Sangramento pós sexo não é normal. É mandatório investigar o colo uterino e avaliar se o preventivo está em dia e se não há concomitância com infecções genitais”, recomenda a especialista. 

 

Infecções e Doenças Sexualmente Transmissíveis, como a herpes genital e a sífilis, têm a capacidade de provocar lesões na região genital da mulher e, consequentemente, podem ocasionar a perda de sangue após a relação sexual. Além disso, outras complicações, incluindo miomas e pólipos uterinos, também podem estar por trás do sangramento. O ideal é agendar uma consulta ginecológica o quanto antes para identificar a origem do problema e dar início ao tratamento adequado.

 

5. Também preciso usar camisinha durante o sexo oral? 

 

É um erro acreditar que o preservativo deve ser utilizado apenas no momento da penetração vaginal. O correto é colocar a camisinha em todas as relações sexuais e durante todo o tempo, inclusive nas preliminares. Em alguns casos, o contato da mucosa da boca com a bactéria ou vírus em questão é o suficiente para transmitir a doença. Portanto, também é necessário usar o preservativo ao praticar sexo oral. “Por mais que possa ser desconfortável, é a única forma que temos de evitar as Doenças Sexualmente Transmissíveis”, adverte a ginecologista. 

 

Veja também: Como colocar camisinha: um passo a passo e dicas para usar o preservativo corretamente

 

6. De quanto em quanto tempo devo fazer o teste para detectar DST’s?

 

“Rotineiramente, uma vez ao ano. Em caso de relação desprotegida, o ideal é fazer após 30-60 dias da relação”, afirma a doutora Mariana. Para identificar possíveis doenças o mais cedo possível, o ideal é ficar atenta a qualquer alteração que possa ser considerada um sintoma. Geralmente, os primeiros sinais de DST’s incluem corrimento vaginal verde ou acinzentado, verrugas e feridas na região íntima, ardência ao urinar, dor durante o sexo e sangramentos pela vagina.  

 

Veja também: Sintomas de DST: saiba quando é necessário fazer exames

 

7. Não consigo chegar ao orgasmo. Tenho algum problema?

 

A dificuldade para chegar ao orgasmo é um relato comum entre as mulheres. Os fatores associados a esse comportamento sexual podem ser diversos, desde traumas até uma falta de estimulação adequada. “Essa é uma pergunta complexa. As mulheres já apresentam uma dificuldade maior em relação aos homens”, aponta a ginecologista. Por esse e outros motivos, é imprescindível ter uma relação de intimidade e confiança com o(a) parceiro(a) escolhido(a). Conhecer o próprio corpo através da masturbação também pode ajudar. 

 

Segundo a médica, não chegar ao orgamo feminino pode envolver uma série de questões. “Pessoas, trabalho, excitação. Após uma boa anamnese sexual, podemos entender porque aquela paciente tem dificuldade de chegar ao clímax”, acrescenta. Portanto, não se preocupe! Na maioria das vezes, isso não é indicativo de complicações de saúde. Por via das dúvidas, vale a pena conversar com o(a) seu(a) ginecologista para, juntos, entenderem melhor o que está acontecendo. 

 

Veja também: Orgasmo feminino: 5 curiosidades sobre o prazer sexual da mulher

 

Este artigo tem a contribuição do especialista:

Dra. Mariana Conforto - Ginecologista e obstetra da Perinatal
CRM: 5296454-9

SL_Arroba_turbante_Semprejunta

Symantic Display

  • VOCÊ SABIA?
    VOCÊ SABIA?
    7 ensinamentos sobre a série Sex Education que podem servir para a sua vida
    7 ensinamentos sobre a série Sex Education que podem servir para a sua vida
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • VOCÊ SABIA?
    VOCÊ SABIA?
    Para ficar de olho: saiba quais são as séries que vão estrear no segundo semestre de 2017!
    Para ficar de olho: saiba quais são as séries que vão estrear no segundo semestre de 2017!
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SEGREDINHOS DE...
    SEGREDINHOS DE...
    Dia das Mães: 7 ideias de programas que vocês podem fazer juntas no domingo
    Dia das Mães: 7 ideias de programas que vocês podem fazer juntas no domingo
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • VOCÊ SABIA?
    VOCÊ SABIA?
    7 séries que falam sobre diferentes profissões e podem te inspirar a escolher a sua!
    7 séries que falam sobre diferentes profissões e podem te inspirar a escolher a sua!
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    7 perguntas importantes que você deve fazer ao seu ginecologista
    7 perguntas importantes que você deve fazer ao seu ginecologista
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • PRIMEIRA VEZ
    PRIMEIRA VEZ
    7 lições que aprendemos sobre sexo com a série "Sex Education"
    7 lições que aprendemos sobre sexo com a série "Sex Education"
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    O que fazer quando a cordinha do absorvente interno sumir? Veja dicas de uma ginecologista
    O que fazer quando a cordinha do absorvente interno sumir? Veja dicas de uma ginecologista
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SEGREDINHOS DE...
    SEGREDINHOS DE...
    Canais no Youtube que podem te ajudar a fazer as pazes com seu corpo
    Canais no Youtube que podem te ajudar a fazer as pazes com seu corpo
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • Menstruação
    Menstruação
    O que fazer para a menstruação descer? Ginecologista explica se é possível adiantar o fluxo menstrual
    O que fazer para a menstruação descer? Ginecologista explica se é possível adiantar o fluxo menstrual
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • PRIMEIRA VEZ
    PRIMEIRA VEZ
    6 perguntas que todos os casais deveriam fazer um para o outro
    6 perguntas que todos os casais deveriam fazer um para o outro
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • semprelivre_bottom1_dance_new

  • SE CUIDA!
    Lavar a calcinha no box é ruim? Confira dicas para cuidar de suas roupas íntimas!
    Você costuma lavar a calcinha no box e nem sabe se isso faz mal? Então é bom ficar de o..
  • SE CUIDA!
    Conheça 6 hábitos que podem causar corrimento vaginal e você nem sabia
    Você sabe o que causa corrimento vaginal? Alguns costumes da nossa rotina podem ser os pr..
  • SE CUIDA!
    Marcou consulta com o ginecologista? Listamos 6 coisas que você deve saber antes de ir!
    Uma coisa é certa: ir ao ginecologista pelo menos duas vezes ao ano é fundamental para a..
  • SE CUIDA!
    Você sabe qual é a diferença entre CAREFREE® TodoDia Flexi e CAREFREE® Proteção? Descubra e use os produtos da forma certa!
    Atualmente é comum passarmos o dia todo fora, mas do trabalho até a volta para casa muit..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • Menstruação
    Sempre Livre com cobertura suave ou seca, qual devo escolher?
    O absorvente externo SEMPRE LIVRE® é um verdadeiro companheiro das mulheres durante a...
    Sempre Livre com cobertura suave ou seca, qual devo escolher?
  • SE CUIDA!
    Carefree TodoDia Flexi: conheça o protetor diário que se ajusta a todos os tipos de calcinha
    CAREFREE® TodoDia Flexi é um protetor diário respirável fino, flexível e com formato que...
    Carefree TodoDia Flexi: conheça o protetor diário que se ajusta a todos os tipos de calcinha
  • Menstruação
    Menstruação com mau cheiro forte: o que pode ser?
    Ao notar a menstruação com mau cheiro, o ideal é buscar uma avaliação médica para...
    Menstruação com mau cheiro forte: o que pode ser?
  • Saúde da mulher
    Ginecologista responde 3 dúvidas frequentes sobre escape menstrual
    O escape menstrual, também conhecido como spotting, é caracterizado por um pequeno...
    Ginecologista responde 3 dúvidas frequentes sobre escape menstrual
  • VER TODAS >