Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

5 causas que explicam a coceira vaginal + dicas de como evitar!

5 causas que explicam a coceira vaginal + dicas de como evitar!

A coceira na vulva ou vagina pode ter causas alérgicas, decorrente de agentes infecciosos (vírus, bactérias, protozoários) ou pode ser um simples arranhão ou queimadura. No entanto, não é normal ter coceiras vaginais e, por isso, é necessário uma avaliação junto ao seu ginecologista. Conheça cinco causas que explicam o prurido nessa região e dicas de como evitar este problema.

 

Candidíase vaginal

 

De acordo com a ginecologista Paula Bortolai, a causa mais comum da coceira vaginal é a candidíase, uma infecção causada por um fungo que se prolifera em ambientes úmidos e em situações de baixa imunidade e alteração do pH vaginal.  O tratamento medicamentoso da candidíase pode ser feito via oral ou com pomadas vaginais. “O tratamento é eficaz, mas se não ocorrer mudança nos hábitos, a candidíase pode ser recorrente”, alerta a médica.

 

Como evitar: A profissional recomenda manter a vagina o mais arejada possível no dia a dia. “Usar lingerie de algodão, evitar calça jeans apertada, dormir sem calcinha, secar bem a região após o banho e evitar duchas vaginas internas, pois tiram a lubrificação vaginal protetora”, diz.

 

Alergia a sabonetes e outros produtos

 

Outra causa de coceira vulvovaginal bem comum são alergias ou reações a sabonetes íntimos, tecidos da roupa íntima, resíduo de sabão em roupas, amaciantes perfumados, lubrificantes e preservativos. Neste caso, a recomendação é tirar estes produtos aos poucos da sua rotina e tentar identificar qual é o agente causador da reação alérgica.

 

Como evitar: Dê preferência por produtos com pH neutro, sem perfumes, enxágue bem as roupas após a lavagem e use peças íntimas de algodão.

 

Doenças que baixam a imunidade

 

O prurido vaginal também pode ser reflexo de doenças sistêmicas como diabetes e outras que deixam a imunidade baixa, favorecendo a proliferação de fungos.

Como evitar: Reforçar a imunidade com suplementos de Zinco, entre outras estratégias que devem ser decididas junto ao seu médico.

 

DSTs

 

Algumas DSTs também apresentam a coceira vaginal como sintoma, mesmo que secundário. Assim como também provocam corrimentos, normalmente amarelo e/ou esverdeado, presenças de úlceras, vesículas, gânglios na região inguinal, sintomas urinários entre outros podem ser sugestivos de DSTs. O tratamento é individualizado para cada tipo de doença e o parceiro obrigatoriamente precisa ser tratado em conjunto.


 

Como evitar: Não abra mão do preservativo em suas relações sexuais e faça exames regularmente.

 

Período menstrual

 

Segundo o ginecologista Alessandro Scapinelli, no período menstrual também pode ocorrer coceira na região íntima. A melhor forma de solucionar este incômodo é encontrar um absorvente com cobertura suave, que normalmente não causa reações à peles sensíveis.

 

Como evitar: testar as coberturas seca e suave e verificar qual se adapta melhor à sua pele.

 

Dr. Alessandro Scapinelli - Ginecologista, membro da SOGESP (Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo) e FEBRASGO (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia) - CRM:112810-SP

Bottom_OB_celebration

tag_sempre_banner tag_sempre_banner_mob

semprelivre_bottom1_dance_new

  • SE CUIDA!
    Lavar a calcinha no box é ruim? Confira dicas para cuidar de suas roupas íntimas!
    Você costuma lavar a calcinha no box e nem sabe se isso faz mal? Então é bom ficar de o..
  • SE CUIDA!
    Conheça 6 hábitos que podem causar corrimento vaginal e você nem sabia
    Você sabe o que causa corrimento vaginal? Alguns costumes da nossa rotina podem ser os pr..
  • SE CUIDA!
    Marcou consulta com o ginecologista? Listamos 6 coisas que você deve saber antes de ir!
    Uma coisa é certa: ir ao ginecologista pelo menos duas vezes ao ano é fundamental para a..
  • SE CUIDA!
    Você sabe qual é a diferença entre CAREFREE® TodoDia Flexi e CAREFREE® Proteção? Descubra e use os produtos da forma certa!
    Atualmente é comum passarmos o dia todo fora, mas do trabalho até a volta para casa muit..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • Quiz
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
    As ISTs são um grupo de infecções que têm como principal via de transmissão o sexo. Elas...
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
  • Quiz
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
    As ISTs são um grupo de infecções que têm como principal via de transmissão o sexo. Elas...
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
  • Menstruação
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
    A cólica é um sintoma que normalmente é associado à chegada da menstruação. No entanto,...
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
  • Menstruação
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
    A cólica é um sintoma que normalmente é associado à chegada da menstruação. No entanto,...
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
  • VER TODAS >