Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

4 DSTs mais comuns nas mulheres. Veja como se prevenir e buscar ajuda!

4 DSTs mais comuns nas mulheres. Veja como se prevenir e buscar ajuda!

Para quem iniciou a vida sexual, diversas recomendações acompanham esse momento para preservar sua saúde e bem-estar. Uma das principais é o uso de preservativos, como a camisinha. Isso porque o contato íntimo pode trazer problemas para a sua saúde: as chamadas DST’s. Existem algumas mais comum em mulheres e, para que você conheça um pouco mais sobre elas e como se prevenir, reunimos uma série e informações com profissionais e a ajuda de um infográfico para te manter atualizado sobre o assunto. Entenda tudo agora e previna-se sempre!




 

Você conhece o HPV?

 

Assim como explica o Dr. Waldemar Pereira de Carvalho, a sigla é uma abreviação para papiloma vírus humano. “É um vírus, que tem como principal característica gostar de pele e mucosas, principalmente da região genital humana”, comenta ele. É interessante ressaltar que é possível ter o vírus sem apresentar nenhum sintoma. Contudo, quando eles se apresentam podem ser em forma de coceira ou verrugas.

 

Existem diversos tipos, sendo os mais comuns o 6 e 11, que são as verrugas, e o 16 e 18, que são relacionados ao câncer. “O maior fator de risco é o contato sexual desprotegido, principalmente quando tem múltiplos parceiros (as)”, alerta o médico. Nos Estados Unidos, por exemplo, é estimado que 79 milhões de pessoas sejam portadoras do vírus. Por isso, o uso de preservativo é fundamental para se prevenir. Além disso, há também a vacina.

 

Saiba sobre a Tricomoníase

 

A Tricomoníase é uma doença sexualmente transmissível causada pelo protozoário Trichomonas vaginalis. “Nas mulheres, ela pode variar desde assintomática até uma doença inflamatória severa e aguda, mas, normalmente, manifesta-se como uma secreção vaginal abundante, bolhosa, de coloração amarelo-esverdeada e com odor fétido”, explica a Dra. Andréia Gozzi. A manifestação da doença costuma acontecer após o período menstrual, por conta da mudança do pH vaginal.

 

Quando há o diagnóstico, é importante investigar a presença de outras DST’s, pois o organismo fica mais suscetível. “Deve-se sempre tratar também o parceiro sexual e manter abstinência sexual durante todo o tratamento para prevenir uma reinfecção”, diz ela. Assim como as demais doenças sexuais, a melhor prevenção é através do uso de preservativos em todas as relações e durante todo o ato sexual. “Procure um ginecologista ao notar alterações no trato genitourinário, mantenha uma boa higiene íntima e seus exames ginecológicos em dia”, completa a médica.

 

O herpes genital é uma DST, sim!

 

Esse quadro é causado pelo vírus herpes simples. Ele é capaz de provocar lesões na pele e mucosa genital. Pode ser caracterizado como tipo 1 ou tipo 2, sendo que, a grande maioria com herpes genital está relacionada ao tipo 2. Segundo a Dra. Lara Somma, a manifestação pode ser clínica primária ou recorrente. “O quadro clássico de primoinfecção herpética é frequentemente precedido por febre, cefaléia, mialgia e adinamia”, esclarece.

Além disso, pode haver ardência ao urinar e dor nas lesões. Já na recorrente é uma infecção menos grave, devido os anticorpos criados. “A melhor maneira de prevenir o herpes genital é usar preservativo nas relações sexuais e evitar múltiplos parceiros”, alerta a ginecologista. E ainda, não compartilhe objetos pessoais, como toalhas e roupas íntimas.

 

Fique atento às Hepatites B e C

 

Outras doenças sexualmente transmissíveis estão relacionadas a dois tipos de hepatite, B e C. Elas são caracterizadas como virais que podem ser assintomática ou sintomática. “Os sintomas podem ser náuseas, vômitos, dor abdominal, febre”, cita a Dra. Roberta Negri. Além da transmissão através do contato íntimo desprotegido, como a relação sexual sem preservativo, a contaminação dessas doenças pode acontecer através de agulhas contaminadas, transfusão de sangue, doação de sêmen e órgãos, ou de mãe para o filho, seja durante a gravidez, parto ou amamentação. Uma maneira eficaz de ficar imune a hepatite B é por meio da vacinação.

 

Dr. Waldemar Pereira de Carvalho, especialista em Endoscopia Ginecológica e Hipeplasia Endometrial na Clínica Endogenics.
CRM: 86113

 

Dra. Andréia Gozzi, Ginecologista do Instituto Lerner
CRM: 153790

 

Dra. Lara Somma, Ginecologista e obstetra da Perinatal.
CRM: 52-809730

 

Dra. Roberta Negri, Ginecologista e Obstetra da Perinatal
CRM-RJ 85455-7

Carefree_Lingerie_327_520

Symantic Display

  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Assaduras são mais comuns no verão. Entenda as causas e como se prevenir
    Assaduras são mais comuns no verão. Entenda as causas e como se prevenir
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Não se assuste! Veja efeitos colaterais mais comuns da pílula anticoncepcional
    Não se assuste! Veja efeitos colaterais mais comuns da pílula anticoncepcional
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    DST: ginecologista comenta quais são as doenças mais perigosas e como se prevenir
    DST: ginecologista comenta quais são as doenças mais perigosas e como se prevenir
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • VOCÊ SABIA?
    VOCÊ SABIA?
    Mais uma heroína chega às telonas esse mês. Veja tudo sobre a estreia de Capitã Marvel
    Mais uma heroína chega às telonas esse mês. Veja tudo sobre a estreia de Capitã Marvel
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Assadura na virilha: veja como dar fim à irritação na pele e como se prevenir!
    Assadura na virilha: veja como dar fim à irritação na pele e como se prevenir!
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Por que herpes é mais comum no verão? Veja dicas de uma dermatologista para se prevenir
    Por que herpes é mais comum no verão? Veja dicas de uma dermatologista para se prevenir
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Candidíase é mais comum no verão. Saiba como se prevenir e manter a saúde íntima em dia
    Candidíase é mais comum no verão. Saiba como se prevenir e manter a saúde íntima em dia
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SE CUIDA!
    SE CUIDA!
    Fluxo menstrual intenso pode causar carência de ferro no sangue. Veja como se prevenir!
    Fluxo menstrual intenso pode causar carência de ferro no sangue. Veja como se prevenir!
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • PODEROSAS
    PODEROSAS
    Convidamos a youtuber Carol Moreira e mais três apaixonadas por livros para mostrar como organizam suas estantes de livros. Inspire-se!
    Convidamos a youtuber Carol Moreira e mais três apaixonadas por livros para mostrar como organizam suas estantes de livros. Inspire-se!
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • SEGREDINHOS DE...
    SEGREDINHOS DE...
    Rosa é a cor que você vai amar no inverno 2018. Veja como combinar diferentes tons nos seus looks
    Rosa é a cor que você vai amar no inverno 2018. Veja como combinar diferentes tons nos seus looks
    icon term
    icon pink
    icon green
    icon blue
  • Bottom1_Carefree_Perfume

    tag_sempre_banner tag_sempre_banner_mob

    semprelivre_bottom1_dance_new

  • SE CUIDA!
    Lavar a calcinha no box é ruim? Confira dicas para cuidar de suas roupas íntimas!
    Você costuma lavar a calcinha no box e nem sabe se isso faz mal? Então é bom ficar de o..
  • SE CUIDA!
    Conheça 6 hábitos que podem causar corrimento vaginal e você nem sabia
    Você sabe o que causa corrimento vaginal? Alguns costumes da nossa rotina podem ser os pr..
  • SE CUIDA!
    Marcou consulta com o ginecologista? Listamos 6 coisas que você deve saber antes de ir!
    Uma coisa é certa: ir ao ginecologista pelo menos duas vezes ao ano é fundamental para a..
  • SE CUIDA!
    Você sabe qual é a diferença entre CAREFREE® TodoDia Flexi e CAREFREE® Proteção? Descubra e use os produtos da forma certa!
    Atualmente é comum passarmos o dia todo fora, mas do trabalho até a volta para casa muit..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • Enquetes
    Você usa protetor diário? Responda a enquete!
    O protetor diário proporciona sensação de calcinha nova para as mulheres que utilizam o...
    Você usa protetor diário? Responda a enquete!
  • Menstruação
    4 motivos para usar Sempre Livre Adapt Plus Ultraflexível
    Cansada de testar absorventes diferentes e só encontrar modelos grandes e incômodos até...
    4 motivos para usar Sempre Livre Adapt Plus Ultraflexível
  • SE CUIDA!
    Pílula do dia seguinte funciona no período fértil?
    A pílula do dia seguinte funciona no período fértil? A resposta é sim! De acordo com a...
    Pílula do dia seguinte funciona no período fértil?
  • Menstruação
    Infográfico mostra como calcular o período fértil
    Você ainda tem dúvidas sobre como calcular o período fértil? Ele acontece no meio do...
    Infográfico mostra como calcular o período fértil
  • VER TODAS >