Skip to main content

Header Social Network

SIGA NOSSAS REDES!
Home

Header Right Logoes

INSPIRADO POR:

3 meninas contam o que mudou na vida delas depois que conheceram melhor o feminismo

3 meninas contam o que mudou na vida delas depois que conheceram melhor o feminismo

Nos últimos anos, as pautas sobre igualdade de gênero têm tomado conta dos debates na sociedade e o movimento feminista tem ganhado cada vez mais espaço. Nesse tempo, muitas mulheres passaram a questionar mais as desigualdades, opressões e pequenos comportamentos do nosso dia a dia, se colocando na linha de frente na luta por um mundo mais justo e igualitário. Por isso, o feminismo é tão necessário, pois ele permite que as mulheres tenham vozes e sejam ouvidas. Se descobrir feminista é um ato transformador e permite que, cada vez mais, tenhamos liberdade para sermos o que quisermos. Nós conversamos com três mulheres feministas que compartilharam suas descobertas, vivências e como o movimento mudou suas vidas.

 

 

Karolline Miranda - Experiência pessoal a fez querer se unir e apoiar outras mulheres 

 

 

 

 

Karolline Miranda é estudante de história e de jornalismo e conta que o feminismo a faz se sentir mais completa. Mudou não apenas a maneira como ela se enxerga, mas também a sua personalidade.  “O feminismo me tornou mais solidária, mais independente, menos medrosa e me deu a sensação de que eu posso transformar o mundo também”, afirma a jovem que também passou a ser mais questionadora e entender melhor o papel da mulher socialmente. “Descobri o porquê de muitas coisas ruins que aconteciam comigo e que antes eu simplesmente aceitava porque achava que era assim”. 

 

A sua aproximação com o movimento, no entanto, foi marcada por uma experiência pessoal bem negativa. “Eu sofri uma agressão física por parte do pai do meu filho em uma festa na nossa universidade e, desde então, várias mulheres decidiram me ajudar”. Do apoio e das conversas sobre as opressões e violências sofridas por outras meninas do curso, surgiu, em 2014, o Núcleo de Mulheres de História UERJ (NMH UERJ), um ambiente de troca e acolhimento.  

 

Veja também: Mulheres poderosas: 5 brasileiras que simbolizam a força do feminismo

 

 

Marcella Cabral - Feminismo como potência e luta anti-racial 

 

 

 

 

 

Marcella Cabral é publicitária e o seu entendimento sobre feminismo na sociedade não se limita apenas às questões de gênero, mas também engloba a esfera racial. Para ela, ser feminista é refletir sobre o seu papel como mulher negra no país e o que seu corpo representa para essa sociedade.  “Me vejo como potência. O discurso do feminismo negro é a minha reparação das inúmeras opressões que estruturalmente vivenciei desde o meu crescimento até os dias de hoje”. 

 

O feminismo negro é uma vertente do feminismo que tem mulheres negras como protagonistas. É pautado nas opressões que elas sofrem tanto por serem mulheres como por serem negras. O foco é uma luta feminista anti-racial, em que as mulheres negras também consigam alcançar a igualdade com as mulheres brancas. Marcella acredita que o feminismo negro tem um forte poder de transformação dos aspectos sociais da sociedade e de dar mais visibilidade para as urgências do povo negro. “É com ele que vou construir novos caminhos para contar uma nova história sobre o que é ser uma mulher negra nesse país”. 

 


Veja também: Documentários sobre feminismo que você não pode deixar de ver

 

 

Michelle Ezaquiel - Diferentes realidades geram diferentes opressões 

 

 

 

 

Para a estudante de Comunicação Social Michelle Ezaquiel, lutar pela causa feminista é lutar por um mundo mais justo e sem preconceitos. A jovem conta que se reconhecer como feminista foi um processo baseado na reflexão sobre a como a liberdade e os direitos de escolhas se manifestam na vida de uma pessoa apenas pelo fato de ser mulher.  “Acredito que me convenci que era feminista quando me peguei analisando "pequenas" situações do dia a dia e pensava como determinadas atitudes seriam diferentes se a situação se aplicasse a um homem”. 

 

Assim como Marcella, Michelle também acredita que o feminismo sozinho não discute todas as questões que atravessam mulheres e que é preciso pensar nas diferentes realidades tornando a luta mais abrangente e inclusiva. Para ela, as mulheres são seres múltiplos, com diferentes cores, etnias e classes sociais e que diferentes realidades geram diferentes opressões. 

 

 

Veja também: 5 clubes de leitura de obras escritas por mulheres para aprender sobre feminismo

 

semprelivre_bottom1_dance_new

  • Menstruação
    Posso ir à praia ou piscina menstruada? Saiba como curtir o verão sem neuras!
    Foi para um lugar de praia e ficou menstruada no meio da viagem? Não tem problema! Com a ..
  • Menstruação
    Veja 6 situações do dia a dia que quem sente muita cólica vai se identificar
    “Oi, sumida?!”. Todo mês as cólicas surgem de surpresa, como a mensagem daquele cari..
  • Menstruação
    Qual a diferença entre cobertura suave e seca? Saiba como escolher a ideal para você!
    Quem já se perguntou alguma vez por que existem taaaantas opções de absorventes diferen..
  • Menstruação
    Frescura? Sério? Pensamentos que passam pela sua cabeça quando alguém reclama da sua TPM
    Apesar da tensão pré-menstrual ser um momento só seu, todo mundo adora dar pitacos, né..
  • VER TODAS >

    ÚLTIMAS Novidades

  • Quiz
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
    As ISTs são um grupo de infecções que têm como principal via de transmissão o sexo. Elas...
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
  • Quiz
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
    As ISTs são um grupo de infecções que têm como principal via de transmissão o sexo. Elas...
    Você conhece as principais ISTs? Faça o teste e descubra!
  • Menstruação
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
    A cólica é um sintoma que normalmente é associado à chegada da menstruação. No entanto,...
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
  • Menstruação
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
    A cólica é um sintoma que normalmente é associado à chegada da menstruação. No entanto,...
    Sinto cólicas mas minha menstruação não desce. É normal?
  • VER TODAS >